Prevista para os próximos dias, desfiliação do PSL é “separação amigável”, diz Bolsonaro

Em live semanal, agradeceu  o”apoio e consideração” do PSL

Pedro Caramuru
Daniel Galvão
Estadão

A desfiliação de Jair Bolsonaro do PSL acontecerá nos próximos dias, segundo anúncio realizado pelo próprio presidente, nesta quinta-feira, dia 14, em transmissão semanal ao vivo no Facebook.

“Lançamos aqui, não de forma oficial ainda, o novo partido Aliança pelo Brasil. Está em estudo ainda. A única certeza é que me desfilio nos próximos dias do PSL”, disse.

“AMIGÁVEL” – Bolsonaro afirmou, no entanto, que a separação é “amigável” e chegou a agradecer “todo o apoio e consideração” que teve “até o momento” no partido. Ele ainda desejou “boa sorte” ao presidente nacional da legenda, deputado Luciano Bivar.

“Cada um segue o seu destino, como uma separação. Infelizmente, acontece na vida da gente; já me separei uma vez, estou no segundo casamento”.

IMPRENSA – Bolsonaro reclamou também da imprensa. “A imprensa está dizendo que vai ser o nono partido do Bolsonaro. Olha a má-fé! Que fosse o trigésimo partido”, declarou.

Mas, afirmou, não se pode considerar fusão de partido como mudança de legenda. Ele disse que, por esse critério, passou por cinco siglas. Na transmissão, o presidente confirmou que irá assistir ao jogo entre Santos e São Paulo, na Vila Belmiro, nesta sexta-feira, 15.

DPVAT  – Bolsonaro abordou também a extinção do seguro de Danos Pessoais por Veículos Automotores Terrestres (DPVAT). O presidente ressaltou que o DPVAT foi extinto por medida provisória, que pode caducar ou ser rejeitada no Congresso, e o seguro voltar a valer.

“Quem quiser fazer um seguro pode procurar a seguradora; tudo o que é obrigatório não é bom”, ressaltou, ao lado do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, que citou a seguradora do banco como uma opção.

A decisão de Bolsonaro de extinguir o DPVAT atingirá em cheio os negócios de Bivar. Desafeto do presidente da República, Bivar é o controlador e presidente do conselho de administração da seguradora Excelsior, uma das credenciadas pelo governo para cobertura do seguro.

BASE DE ALCÂNTARA –  O presidente classificou o acordo sobre a Base de Alcântara (MA) como “bastante penoso”. Na live, Bolsonaro disse que, sobre “a questão dos quilombolas locais” , foi feito um acordo e que será priorizada a contratação de mão de obra dos moradores dessas comunidades para trabalhar na base. “Isso é muito bom para o Brasil”, afirmou.

Bolsonaro deu os parabéns aos presidentes do Senado, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pela aprovação do acordo de salvaguardas tecnológicas de Alcântara.

O presidente chamou Alcolumbre e Maia como os “donos da pauta” do Congresso. “Até que enfim, a Base de Alcântara vai lançar satélites e outros artefatos. O Brasil entra no seleto grupo de países que têm tecnologia para lançar satélites”.

 

5 thoughts on “Prevista para os próximos dias, desfiliação do PSL é “separação amigável”, diz Bolsonaro

  1. Senhor Carlos, e demais participantes deste blog, me
    desculpem.

    Infelizmente nosso país se tornou um hospício repleto de aloprados, providos de canalhas.

    O que mais nos tortura, é observar que estamos contaminados por esta maligna doença.

    Vide o comportamento de alguns comentaristas deste prestigiado blog!

  2. Bolsonaro chegou a falar em um partido que tivesse a palavra Militar, ou incluir a palavra Segurança nacional, não foi possível. Agora decidiu que terá o nome inciando com a palavra Aliança. Tem razão, lembra a ARENA -Aliança Renovadora Nacional.

  3. Jean Willys, ainda sou contra a sua performance como deputado, mas agora compreendo porque você cuspiu no Bolsonaro – ele mereceu: o cara é medíocre e fraco.

  4. O que admiro nesse presidente é a capacidade de enganar os brasileiros. O Brasil não lançará um único rojão da base. Quem lançará os foguetes serão os EUA e sem transferência de tecnologia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *