Primeira pesquisa dá Aécio com 8 pontos de frente

ALBERTO BOMBIG
Época

Aécio Neves (PSDB) largou na frente da presidente Dilma Rousseff (PT) neste início da campanha de segundo turno nas eleições presidenciais deste ano. É o que mostra uma pesquisa feita com exclusividade para ÉPOCA, pelo instituto Paraná Pesquisas. Se a eleição fosse hoje, Aécio teria 49% das intenções de voto contra 41% de Dilma. Não sabe ou não responderam somam 10%. Em votos válidos, Aécio tem 54%, e Dilma, 46%. Na pesquisa espontânea, em que não são apresentados os candidatos, Aécio tem 45%, e Dilma, 39%.

O instituto Paraná Pesquisas entrevistou, entre a segunda-feira (6) e esta quarta-feira (8), 2.080 eleitores. Foram feitas entrevistas pessoais com eleitores maiores de 16 anos em 19 Estados e 152 municípios. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral, sob o número BR 01065/2014. O nível de confiança da pesquisa é de 95%, com uma margem de erro de 2,2% para mais ou para menos. Isso significa que a probabilidade de a realidade corresponder ao resultado dentro da margem de erro é de 95%. Se a eleição fosse hoje, a votação de Aécio variaria, portanto, de 52% a 56%; e a de Dilma, de 44% a 48% dos votos válidos.

“Podemos afirmar que Aécio Neves inicia o segundo turno com uma boa vantagem, porque herdou mais votos de Marina Silva (a terceira colocada). Vamos ver como o eleitor se comportará após o início do horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão”, afirma o economista Murilo Hidalgo, presidente do Paraná Pesquisas.

A pesquisa também avaliou a rejeição dos candidatos. Dilma Rousseff é rejeitada por 41%. Outros 32% afirmaram que não votariam em Aécio “de jeito nenhum”. Apenas 16% disseram que não rejeitam nenhum dos candidatos, e 8% não souberam ou não quiseram responder. De acordo com Hidalgo, a rejeição é sempre um fator fundamental em eleições de segundo turno.

No quesito escolaridade, Dilma é a preferida dos eleitores com apenas o ensino fundamental. Ela tem 46% das intenções, ante 45% de Aécio. Entre os eleitores com ensino superior completo, Aécio lidera com 55% das intenções, e Dilma apresenta 34%. Aécio também está na frente no eleitorado feminino, com 50% das intenções de voto, ante 40% de Dilma. Entre os homens, Aécio tem 47% das preferências, para 43% de Dilma.

http://epoca.globo.com/tempo/eleicoes/noticia/2014/10/baecio-54-x-dilma-46b-primeira-pesquisa-sobre-o-segundo-turno.html

(Reportagem enviada por Mário Assis)

17 thoughts on “Primeira pesquisa dá Aécio com 8 pontos de frente

  1. Somente com os escândalos de hoje a Dilma deve ter perdido mais uns 4 pontos. Ainda estou limpando a sala de tanta lama que escorreu da TV na hora dos telejornais. Uma quadrilha nunca antes vista na história desse país!

  2. Quem seria O Chefe e quem está no 2.º turno?
    De acordo com o advogado, que falou à imprensa após a audiência, o doleiro Youssef afirmou ao juiz federal Sergio Moro que os mandantes do esquema bilionário de desvio de dinheiro investigado na Lava Jato “são agentes políticos”. Ainda segundo Basto, Youssef disse que há partidos envolvidos no esquema e, ao juiz, listou quais são. O advogado, porém, apenas afirmou que um deles concorre ao segundo turno na eleição presidencial. “A única coisa que ele [Youssef] não confirmou é quem era o líder da quadrilha. Ele falou que os líderes estão fora desse processo. São agentes políticos”, afirmou. “Três partidos grandes foram citados, que dividiam integralmente o bolo da propina na Petrobras. Ficou muito clara uma coisa, que eu acho que é fundamental: o meu cliente não era o chefe dessa quadrilha, não era chefe de nada. Era o operador. Era um cara que era peça da engrenagem. Diria não insignificante, mas muito menor do que todo esse esquema”, afirmou Basto.

  3. Pesquisa encomendada é pesquisa comprada. Não se encomenda um bolo sem pagar pelo mesmo.

    Tenho lá um pé atrás se essa diferença entre pesquisa e urnas no 1º turno – onde, devido ao alto número de cargos elegíveis (5) torna-se mais difícil mexer no resultado sem deixar rastros – não foi de caso pensado para que no 2º turno, quando há menos cargos e em muitos estados apenas 1 em jogo, torne-se mais aceitável por parte do gado eleitoral aceitar uma “nova virada”, uma vez que no 1º turno ocorreu (de forma natural) nas urnas em relação às pesquisas. Coisa similar ocorreu na Venezuela, por exemplo, no tempo daquele delinqüente do Chavez. A ilusão da democracia, ou a democracia tirânica.

    De gente que senta pra negociar com mafioso, terrorista, traficante e assassino, espera-se qualquer coisa.

  4. A PeTezada tá indócil. A coisa tá pegando no lombo daqueles que viveram doze anos do erário público sem fazer nada. E este ano, depois de tantos escândalos e bandidagem, eles ganharam dinheiro fácil para PaTrulhar na internet. Só que a mamata acaba em 31 de dezembro e a turma vai ter que trabalhar para viver. La vie est belle.

  5. Que nada! Eles vão se arrumar em Minas, continuar na Bahia e em outros lugares, SE PERDEREM NACIONALMENTE, da mesma forma que os figurões tucanos se arrumaram em SP, Paraná e outras plagas, desde a chegada do Lula. Quem vai continuar ralando ou a espera do Deus Dará é o povão e o aposentado do Regime Geral da Previdência Social. A turma da Marina já se arrumou com uma baita sobra de campanha. E ainda vai mamar com qualquer um que vença. Maravilha viver, como dizia o Helio Fernandes, para essa canalha toda de politicastros vagabundos e mentirosos. Aqui só tem torcedor otário, como no futebol, que se desgasta e se queima de graça em processo eleitoral fajuto.

  6. A pesquisa pode ser indicativo de uma tendência. E Deus queira que seja mesmo, para o Bem do nosso querido país que foi induzido à uma armadilha de estagflação (estagnação + inflação) por este governo corrupto, corruptor e irresponsável.

    Entretanto, a pesquisa realizou uma amostragem insignificante ouvindo apenas dois mil eleitores. Do ponto de vista da técnica de amostragem estatística é um número insuficiente para se aferir – com representatividade e fidedignidade – a opinião do eleitorado brasileiro.

    A amostragem realizada por este instituto de pesquisa admite um erro de estimativa mínimo de 4%, o que inviabiliza a visualização de quem está realmente na frente da corrida eleitoral.

    Assim, pela pesquisa, admitidos os 4% do erro de estimativa, Aécio tem 49% – 4% (para baixo) = 45% das intenções de voto; e Dilma tem 41% + 4% = 45% das intenções de voto do eleitorado. O que resulta em um empate técnico.

    Achando o erro de estimativa da pesquisa.

    Para 2.080 eleitores, a pesquisa admite um erro de estimativa igual a:

    2.080 = (3² x 0,5 x 0,5)/e²
    e² = 2,25/2.080
    e = 0,00108^1/2
    e = 0,0328 ou 3,3% ou, aproximadamente, 4%.

    O erro de estimativa da pesquisa do Instituo Paraná Pesquisas é de 4%.

  7. Há muitos meses, já neste ano, li matéria na tal rede mundial de computadores – que o vulgo chama de internet, dizendo literalmente que “o banco Itaú e o banco Bradesco decidiram que 2014 marcaria o fim do ciclo petista no Brasil”. Ora, senhores, Itaú e Bradesco não decidem coisa alguma; são meros porta-vozes DO QUE DECIDE o Grande Conselho.
    O Grande Conselho é que decide quem deve ser o presidente dos Estados Unidos, o chanceler alemão, o primeiro-ministro inglês e por aí vai… Não mexe com o Coma Andante porque há mais de CEM anos mantém uma base militar DENTRO DA CASA desse sujeito.
    Se alguém petista quiser saber mais, pode procurar acessar na internet, EUFEMISTICAMENTE, ‘Casa Universal de Justiça’. Se não gostar da DECISÃO do Grande Conselho, pode aproveitar o acesso e reclamar.

  8. Se os tradicionais institutos, ressaqueados pelos espetaculares furos do primeiro turno, o que dizer de uma pesquisa apresentada por um instituto do Paraná cujo diretor foi nomeado pelo Beto Richa, governador do PSDB?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *