Principais bancadas ainda indecisas sobre presidência da Câmara

Eduardo Cunha ainda é o favorito

Andre Shalders
Correio Braziliense

Três das principais bancadas da Câmara seguem indecisas quanto à disputa pela presidência da Casa. Juntos, PSD, PP e PR elegeram 107 deputados para a próxima legislatura, e terão peso para desequilibrar a disputa entre Eduardo Cunha (PMDB-RJ), Arlindo Chinaglia (PT-SP) e Júlio Delgado (PSB-MG). Mesmo tendo apoiado a reeleição da presidente Dilma Rousseff, lideranças das três legendas ouvidas pelo Correio dizem que não há planos de alinhamento automático ao candidato preferido pelo Planalto, o petista Chinaglia. Além das conversas que acontecerão durante o período de recesso parlamentar, que começa oficialmente na segunda-feira, parlamentares das legendas dizem que também pesarão as conversas para a montagem do novo ministério.

“O PR é um partido da base, então existe um indicativo de apoiar o Chinaglia. Somos da base e queremos garantir um presidente favorável. Mas não é nada oficial”, disse um deputado influente do partido. Raciocínio similar existe no PSD e no PP. Apesar do anúncio dos blocos, é possível visualizar possíveis “traições” de deputados aos acordos costurados pelos líderes. “A bancada do PSC tem 13 deputados. Oito estão com ele (Eduardo Cunha). Os outros cinco, não. Eu voto em Chinaglia abertamente, e vou trabalhar para reverter o quadro”, expôs o deputado do Sílvio Costa (PSC-PE) que participava do lançamento da candidatura do petista.

APOIO

À exceção desses três partidos, as demais legendas de peso na Câmara definiram os candidatos na última quarta-feira. Além do PSB, Júlio Delgado terá o apoio do PSDB, do PV e do PPS, somando 106 deputados eleitos para a próxima legislatura. Chinaglia, por sua vez, terá como anteparo os deputados do Pros e do PCdoB, além dos petistas. No lançamento da candidatura, o Chinaglia anunciou também o apoio do PDT, mas nada foi oficializado pelos trabalhistas. Somados, esses partidos garantiriam a Chinaglia 109 votos em 2 de fevereiro. Já Cunha, que reúne em torno de si o DEM, o PTB, o PRB, o SD e o PSC, teria 161 deputados.

One thought on “Principais bancadas ainda indecisas sobre presidência da Câmara

  1. Natal é tempo de alegria, partilha e fraternidade. Que este clima seja a base para que possamos encontrar a felicidade e a paz. Feliz Natal a todos os leitores da Tribuna.

    Abraço fraterno a todos, especialmente a CN e Bendl.

    PS
    Férias. Ausente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *