Procuradora Raquel Dodge vai fortalecer a Lava Jato e leva o Planalto à loucura

Resultado de imagem para raquel dodge

Temer pensou que iria manipular Raquel Dodge

Carlos Newton

As aparências enganam, especialmente na política. Quando o presidente Michel Temer escolheu a segunda colocada na lista da eleição interna do Ministério Público Federal, a bancada da corrupção festejou. Confiantes no fato de Raquel Dodge ser adversária do atual procurador-geral Rodrigo Janot, os políticos e governantes envolvidos na Lava Jato e em outros atos de corrupção pensaram que enfim conseguiriam concretizar a sonhada Operação Abafa, nos moldes do esquema montado na Itália nos anos 90 para inviabilizar a Operação Mãos Limpas, que devassou a corrupção naquele país.

Na sabatina do Senado, semana passada, era flagrante a animação de muitos senadores com as declarações de caráter moderado da procuradora Raquel Dodge. Na verdade, suas ponderações não significavam um compromisso de conivência com a impunidade de agentes envolvidos na corrupção.

NOVO TIME – Atualmente, na gestão de Janot, a coordenadoria da equipe da Lava Jato está a cargo do promotor Sérgio Bruno, que se notabilizou por liderar um dos mais competentes grupos anticorrupção do país. Mas nada indica que a nova equipe da Procuradoria-Geral da República venha a ser menos rigorosa. Entre os nomes cotados para a assessoria direta da Lava Jato estão os procuradores  José Alfredo de Paula, Raquel Branquinho e Alexandre Espinosa, que fizeram fama ao comandar as investigações sobre o mensalão, nos governos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Portanto, o discurso moderado de Raquel Dodge na sabatina do Senado está sendo desmontado pelo perfil da equipe que a futura procuradora-geral vem montando. Quem comemorou por antecedência a substituição de Rodrigo Janot vai ter uma grande decepção, porque a procuradora Raquel Dodge está demonstrando que  a Lava Jato não será esvaziada, causando nova decepção ao Planalto.

NOVAS DELAÇÕES – Na Procuradoria, os acordos de delação premiada do doleiro Lúcio Funaro e do empreiteiro Léo Pinheiro (OAS) já estão quase concluídos e ainda ficarão a cargo da equipe de Janot.  Mas tudo indica que outras importantes colaborações terão desenrolar na próxima gestão de Raquel Dodge, especialmente as delações do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e do empresário Eike Batista.

Como diria Chico Buarque, Eike vai revelar suas tenebrosas transações com Lula da Silva, Sérgio Cabral e Dilma Rousseff, enquanto Cunha vai direcionar fogo cerrado em Michel Temer, Eliseu Padilha e Moreira Franco – a troika que comanda atualmente os destinos da nação.

Mas novidade mesmo será a delação do empresário Léo Pinheiro, da OAS, que não somente vai entregar Lula e muitos políticos do primeiro time, como também  revelará suas relações com integrantes da alta cúpula do Judiciário, incluindo  os ministros Humberto Martins e Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça, e Dias Toffoli, do Supremo.

###
P.S
. – Em tradução simultânea, pode-se garantir que a Lava Jato não está em decadência, muito pelo contrário. Embora as verbas da Polícia Federal tenham sido propositadamente reduzidas pelo governo Temer, as investigações vão continuar, envolvendo cabeças coroadas da política. E para complementar, vem aí, nas mãos do juiz Sérgio Moro, a sensacional delação do ex-ministro Antônio Palocci, que vai conduzir a Lava Jato a setores do mercado empresarial e financeiro. Vai ser um festival melhor do que o Rock in Rio. (C.N.)

9 thoughts on “Procuradora Raquel Dodge vai fortalecer a Lava Jato e leva o Planalto à loucura

  1. Desculpe-me Sr Carlos Newton.
    Mas será um espetáculo digno de um dos melhores circo de horrores na história do planeta terra.
    Bom dia.

  2. Não tem que agradar ninguém, tem que fazer o que é correto, CHEGA DE PROTEGER PILANTRAS, é preciso saber foi indicada pela sua competência e não para agradar gregos e troianos.

  3. A corrupção ampla, geral e irrestrita que atingiu todos os setores empresariais, financeiros e políticos do Brasil, desenvolveu-se e agigantou-se no governo petista; Prisão perpétua para Lula e a cúpula do PT, seria pouco.

  4. Colocar a cabeça a prêmio
    Eu não confio em ninguém que seja indicada por um criminoso.
    Ao honesto sempre cabe o direito de não aceitar um cargo que, inexoravelmente, o conduzira a ações desonestas…

    sanconiaton

  5. A Esperança, é que ela dignifique sua Consciência, e siga os passos do Dr. Janot, lugar de criminoso é na cadeia, tenha o titulo que tiver, se o usa para o mal, e o Temer, já tachado ´pelo Joesley Batista de chefe da pior quadrilha hedionda do Brasil, está a envergonhar à Cidadania, perante o Mundo,
    Conivência, é associar-se ao criminoso, que a Drª Raquel, defenda a Honra e Dignidade do Brasil e seu povo, achicalhando, vilipendiado e estuprado pelas quadrilhas hediondad de Brasília. Nossas “Obras” serão julgadas no pós túmulo, com o “Ranger de dentes ou paz e luz.
    Que Deus nos ajude, oremos pelo Moro e equipes MPF e PF, para o Brasil ser decente e justo para seu povo trabalhador.

    • Desculpe a intromissão mas janot é e sempre foi anjo da guarda de lula e dilma, enfim do pt.
      E isso é fato consumado, não resta a menor dúvida.
      Simplificando cada um defende sua quadrilha…
      Tomara esteja eu enganado, pelo bem do Brasil, quanto a nova procuradora!

      Mais uma vez minhas escusas.
      sanconiaton

  6. Dicionário, significado de DODGE:

    verbo: esquivar, iludir, escapar, furtar, esconder, sofismar,

    nome: a evasiva, a astúcia, a trapaça,

    adjetivo (dodgy): desonesta ou pouco confiável,
    potencialmente perigosa, de baixa qualidade,

    sinônimos: de segunda classe, de terceira categoria, de baixo padrão, de baixo nível, de baixa qualidade, barata.

    …..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *