Promessas de Dilma vão ficar para 2017, no mínimo

Paulo de Tarso Lyra
Correio Braziliense

O Brasil prometido pela presidente Dilma Rousseff durante a campanha eleitoral poderá começar a sair dos planos e se tornar realidade em janeiro… de 2017. Com as contas públicas em desalinho, a inflação no teto da meta, os juros em alta e a necessidade de um arrocho fiscal que deve superar um contingenciamento de R$ 50 bilhões no Orçamento do ano que vem, dificilmente a petista conseguirá, no próximo ano, deslanchar o que prometeu durante a disputa contra o tucano Aécio Neves.

Em 2016, a situação poderá estar melhor, dependendo das escolhas feitas e dos remédios adotados pelo governo no ano que vem. Mas, por ser um ano eleitoral — disputa para prefeituras e câmaras municipais —, contratos de obras e liberação de recursos só poderão ser feitos até o meio do ano, por conta das restrições do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Ao longo da campanha e durante os debates na televisão, Dilma assegurou a ampliação do Minha Casa, Minha Vida, do Programa Ciência sem Fronteiras e do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), além da conclusão de várias obras de infraestrutura. Mas na última sexta-feira, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, já anunciou redução do fôlego do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A tesourada poderá atingir outros bancos públicos, como a Caixa Econômica Federal, responsável justamente pelos contratos do Minha Casa, Minha Vida.

Com isso, as ações de Dilma poderão ficar para a segunda metade do segundo mandato.

9 thoughts on “Promessas de Dilma vão ficar para 2017, no mínimo

  1. E as promessas do PSDB para governar o Brasil, seria cumprida ? Agora estão pedindo dinheiro ao governo federal para acabar com a seca de São Paulo. O Alckmin já apresentou até um projeto de engenharia. Sinal que não fizeram o que tinha que ter sido feito. Agora todo mundo já sabe, o PSDB não fez as obras para combater a seca em São Paulo por pura falta de planejamento. Sem contar a falta de planejamento ambiental, pois o desmatamento sem controle secou os mananciais. Como que o Alckmin conseguiu se eleger no primeiro turno ? Dá até para suspeitar de fraude eleitoral, porque o Aécio precisava que o Alckmin vencesse em São Paulo no primeiro turno, porque garantido o governo paulista, a grana rolaria solto para eleger Aécio no segundo turno. A mídia blindou a péssima administração Alckmin, enquanto os institutos de pesquisas apontavam Alckmin como vencedor no primeiro turno, ao mesmo tempo que não perdoavam o PT. Será que o paulistano adorou de ficar sem água, tomar banho de sopapo, gastar uma fortuna para lavar a roupa na lavanderia ? Claro que não , então como votou no Alckmin no primeiro turno se falta de água é um transtorno ? Depois agridem injustamente os nordestinos, dizendo que os nordestinos votam no PT porque são pobres e sem educação. Agora dá para entender de onde vem os votos dos paulista. Paulistas não tomam banho , não escovam os dentes e não fazem a higiene pessoal. E o FHC ainda chamou o especialista em seca, Agripino Maia, para a gerência da campanha de Aécio . É de mais.

  2. Sobre o aquífero Guarani, copiei e colei parte da matéria. Nem aproveitar os recursos naturais que possuem os tucanos sabem.

    “No Brasil, oito estados abrigam partes do Aqüífero Guarani. Estudos realizados em quase todos indicaram grande descontinuidade na estruturação geológica. Isso ocorre, por exemplo, no Arco de Ponta Grossa (Paraná), onde as estruturas geo-lógicas e as intrusões vulcânicas dividem o sistema aqüífero em diversos fluxos independentes e limitados ao Brasil.

    O estado de São Paulo apresenta excelente conformação estrutural, o que facilita a recarga, circulação e descarga das águas subterrâneas. (A recarga ocorre principalmente pela penetração das águas de chuva, e a descarga é a saída da água do subsolo, em direção aos rios ou outras estruturas geológicas, após lenta circulação no aqüífero.) O fluxo das águas, entretanto, não é transfronteiriço, restringindo-se aos limites paulistas. No Brasil, São Paulo está entre os estados mais privilegiados, pois é onde a potencialidade do Aqüífero Guarani mais se aproxima da noção divulgada pela imprensa.

  3. Em território paulista, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e Presidente Prudente, se abastecem por água subterrânea extraída do aquífero Guarani.

    O primeiro aqueduto construído pelo romanos foi o Aqua Apia , construído em 312 AC, ele tinha 312 KM.

    Tucano não sabe construir. Só sabe comprar pronto. Só constrói quando existe interesse externo. FHC construiu 3000 KM de gasoduto para importar gás natural da Bolívia, um produto que temos em abundância no nosso território. Apesar dos engenheiros da Petrobras não aprovarem a obra FHC mandou a Petrobras construir e ainda tirou da Petrobras o justo direito da Petrobras lucrar com o transporte do gás.

    • Só para acabar com esta sua postura Renato:

      Palavras do Lula antes de ser eleito:

      “Acho que empresário corrupto tem que ter medo do PT, pessoas que degradam o meio ambiente têm que ter medo do PT, pessoas que praticam corrupção têm que ter medo do PT, aqueles que querem manter relações com o Estado entrando pela porta dos fundos têm que ter medo do PT…”
      (Candidato Lula, Caros Amigos, 2001)

      “No meu palanque, corrupto não sobe, no meu governo, corrupto não entra”
      Candidato Lula em 2002

      Mas como mente esta turma do PT.

      Lista dos escândalos do governo Lula/Dilma
      1. Caso Pinheiro Landim
      2. Caso Celso Daniel
      3. Caso Toninho do PT
      4. Escândalo dos Grampos Contra Políticos da Bahia
      5. Escândalo do Proprinoduto (também conhecido como Caso Rodrigo Silveirinha )
      6. CPI do Banestado
      7. Escândalo da Suposta Ligação do PT com o MST
      8. Escândalo da Suposta Ligação do PT com a FARC
      9. Privatização das Estatais no Primeiro An o do Governo Lula
      10. Escânda lo dos Gastos Públicos dos Ministros
      11. Irregularidades do Fome Zero
      12. Escândalo do DNIT (envolvendo os ministros Anderson Adauto e Sérgio Pimentel)
      13. Escândalo do Ministério do Trabalho
      14. Licitação Para a Compra de Gêneros Básicos
      15. Caso Agnelo Queiroz (O ministro recebeu diárias do COB para os Jogos Panamericanos)
      16. Escândalo do Ministério dos Esportes (Uso da estrutura do ministério para organizar a festa de aniversário do ministro Agnelo Queizoz)
      17. Operação Anaconda
      18. Escândalo dos Gafanhotos (ou Máfia dos Gafanhotos)
      19. Caso José Eduardo Dutra
      20. Escândalo dos Frangos (em Roraima)
      21. Várias Aberturas de Licitações da Presidência da República Para a Compra de Artigos de Luxo
      22. Escândalo da Norospar (Associação Beneficente de Saúde do Noroeste do Paraná)
      23. Expulsão dos Políticos do PT
      24. Escân dalo dos Bingos (Primeira grave crise política do governo Lula) (ou Caso Waldomiro Diniz)
      25. Lei de Responsabilidade Fiscal (Recuos do governo federal da LRF)
      26. Escândalo da ONG Ágora
      27. Escândalo dos Corpos (Licitação do Governo Federal para a compra de 750 copos de cristal para vinho, champagne, licor e whisky)
      28. Caso Henrique Meirelles
      29. Caso Luiz Augusto Candiota (Diretor de Política Monetária do BC, é acusado de movimentar as contas no exterior e demitid o por não explicar a movimentação)
      30. Caso Cássio Caseb
      31. Caso Kroll
      32. Conselho Federal de Jornalismo
      33. Escândalo dos Vampiros
      34. Escândalo das Fotos de Herzog
      35. Uso dos Ministros dos Assessores em Campanha Eleitoral de 2004
      36. Escândalo do PTB (Oferecimento do PT para ter apoio do PTB em troca de cargos, material de campanha e R$ 150 mil reais a cada deputado)
      37. Caso Antônio Celso Cipriani 38. Irregularidades na Bolsa-Escola
      39. Caso Flamarion Portela
      40. Irregularidades na Bolsa-Família
      41. Escândalo de Cartões de Crédito Corporativos da Presidência
      42. Irregularidades do Programa Restaurante Popular (Projeto de restaurantes populares beneficia prefeituras administradas pelo PT)
      43. Abuso de Medidas Provisórias no Governo Lula entre 2003 e 2004 (mais de 300)
      44. Escândalo dos Correios (Segunda grave crise política do governo Lula. Também conhecido co mo Caso Maurício Marinho)
      45. Escândalo do IRB
      46. Escândalo da Novadata
      47. Escândalo da Usina de Itaipu
      48. Escândalo das Furnas
      49. Escândalo do Mensalão (Terceira grave crise política do governo. Também conhecido como Mensalão)
      50. Escândalo do Leão & Leão (República de Ribeirão Preto ou Máfia do Lixo ou Caso Leão & Leão)
      51. Escândalo da Secom
      52. Esquema de Corrupção no Diret ório Nacional do PT
      53. Escândalo do Brasil Telecom (também conhecido como Escândalo do Portugal Telecom ou Escândalo da Itália Telecom)
      54. Escândalo da CPEM
      55. Escândalo da SEBRAE (ou Caso Paulo Okamotto)
      56. Caso Marka/FonteCindam
      57. Escândalo dos Dólares na Cueca
      58. Escândalo do Banco Santos
      59. Escândalo Daniel Dantas – Grupo Opportunity (ou Caso Daniel Dantas)
      60. Escândalo da Interbrazil
      61. Caso Toninho da Barcelona
      62. Escândalo da Gameco rp-Telemar (ou Caso Lulinha)
      63. Caso dos Dólares de Cuba
      64. Doação de Roupas da Lu Alckmin
      65. Doação de Terninhos de Marísa da Silva
      66. Escândalo da Nossa Caixa
      67. Escândalo da Quebra do Sigilo Bancário do Caseiro Francenildo (Quarta grave crise política do governo Lula. Também conhecido como Caso Francenildo Santos Costa)
      68. Escândalo das Cartilhas do PT
      69. Escândalo do Banco BMG (Empr éstimos para aposentados)
      70. Escând alo do Proer
      71. Escândalo dos Fundos de Pensão
      72. Escândalo dos Grampos na Abin
      73. Escândalo do Foro de São Paulo
      74. Esquema do Plano Safra Legal (Máfia dos Cupins)
      75. Escândalo do Mensalinho
      76. Escândalo das Vendas de Madeira da Amazônia (ou Escândalo Ministério do Meio Ambiente).
      77. 69 CPIs Abafadas pelo Geraldo Alckmin ( em São Paulo )
      78. Escândalo de Corrupção dos Ministros no Governo Lula
      79. Crise da Vari g
      80. Escândalo das Sanguessugas (Quinta grave crise política do governo Lula. Inicialmente conhecida como Operação Sanguessuga e Escândalo das Ambulâncias)
      81. Escândalo dos Gastos de Combustíveis dos Deputados
      82. CPI da Imigração Ilegal
      83. CPI do Tráfico de Armas
      84. Escândalo da Suposta Ligação do PT com o PCC
      85. Escândalo da Suposta Ligação do PT com o MLST
      86. Operação Conf raria
      87. Operação Dominó
      88. O peração Saúva
      89. Escândalo do Vazamento de Informações da Operação Mão-de-Obra
      90. Escândalo dos Funcionários Federais Empregados que não Trabalhavam
      91. Mensalinho nas Prefeituras do Estado de São Paulo
      92. Escândalo dos Grampos no TSE
      93. Escândalo do Dossiê (Sexta grave crise política do governo Lula)
      94. ONG Unitrabalho
      95. Escândalo da Renascer em Cristo
      96. CPI das ONGs
      97. Operação Testamento
      98. CPI do Apagão Aéreo ( Câmara dos Deputados)
      99. Operação Hurricane (também conhecida Operação Furacão )
      100. Operação Navalha
      101. Operação Xeque-Mate
      102. Escândalo da Venda da Varig

      Lista só vai até Novembro de 2010
      http://eduardohomemdecarvalho.blogspot.com.br/2010/11/lista-dos-escandalos-do-governo.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *