Propina foi mascarada como doações ao PT, PMDB e PP

Wilson Lima
iG Brasília

Investigações conduzidas pela Polícia Federal (PF) e pelo Ministério Público Federal (MPF) no âmbito da Operação Lava-Jato apuram a possibilidade de as doações de campanha feitas por pelo menos sete empreiteiras a partidos como PT, PMDB ou PP nos últimos oito anos terem sido uma forma indireta de pagamento de propina para obtenção de contratos públicos junto à Petrobras.

Desde o desencadeamento da Operação Lava-Jato, a PF e o MPF tem monitorado doações de empresas como a Camargo Corrêa, UTC, Mendes Júnior, entre outras, a partidos políticos. Em uma das linhas de investigação, apura-se se o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, intermediava esse acordo entre as empresas e os partidos políticos.

Em depoimento prestado em outubro à Justiça Federal do Paraná, Paulo Roberto Costa afirmou que alguns contratos celebrados pela Petrobras eram superfaturados e cerca de 3% do faturamento era destinado à partidos políticos. A suspeita da PF e do MPF é que, por meio de Costa, as doações de campanha feitas por empreiteiras, legalizadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), também serviam como um pagamento indireto de propina por contratos conquistados junto à Petrolífera.

CONTATO DIRETO

As investigações da Lava-Jato apontam a possibilidade de que o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras mantinha contato direto com representantes da Camargo Corrêa, OAS, UTC, Queiroz Galvão, Galvão Engenharia, Engevix e Mendes Júnior para a obtenção de recursos de campanhas eleitorais.

“Alguns desses nomes (de representantes das empresas) também encontram-se anotados em agenda que foi apreendida na residência de Paulo Roberto Costa, em parte atinente a contatos junto às empreiteiras para obtenção de doações eleitorais”, afirma o juiz Sérgio Moro, nos mandados de prisão preventiva, temporária e condução coercitiva cumpridos na semana passada pela Polícia Federal.

One thought on “Propina foi mascarada como doações ao PT, PMDB e PP

  1. Por falar em propinas, como ficou aquele caso do Roubo do Metrô onde empresas abasteciam os bolsos de políticos do Partidão da Direita Caviar com singelos depósitos em dólares e euros em contas na Suiça.?????
    Parece que saiu do noticiário, o único blog que deu a nóticia foi o do Sr. Newton……
    Como diz o francezão de penas de faisão ” VAMOS AGUARDAR AS INVESTIGAÇÔES”….
    eh!eh!eh!eh
    O Caviar vai sair caro….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *