Proposta de Guedes para cortar salários durante a pandemia é um absurdo total

Resultado de imagem para cortar salários charges

Charge reproduzida do Arquivo Google

Pedro do Coutto

Reportagem de Marcelo Correia, Manoel Ventura , Henrique Gomes Batista e João Sorima Neto, em O Globo de sexta-feira, revela que o governo federal tem projeto para conceder complemento de renda aos trabalhadores que tiverem salário reduzido. A informação partiu do Ministério da Economia e o secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, disse que as ações buscam preservar empregos, inclusive o governo pagará os primeiros 15 dias do afastamento daqueles que forem atingidos.

Uma contradição: a despesa prevista para o governo federal é de 179,6 bilhões de reais. A iniciativa, se aprovada for, prevê redução de até 50%.

DUPLA TORMENTA – No meio da tempestade, digo eu, é um absurdo desencadear-se mais uma tormenta cujos reflexos são imprevisíveis. A previsão é de que o corte se estenderá aos trabalhadores que recebem até dois salários mínimos. Praticamente vai abranger 1/3 da força de trabalho, já formada por uma ampla faixa daqueles que trabalham sem carteira assinada. Sem a carteira assinada, como poderão esses empregados serem cadastrados? Mas a questão não termina aí.

A pergunta é como poderá ser montado um esquema dentro do projeto elaborado pelo Ministério da Economia? O caso é extremamente complexo, até porque como será paga a contribuição ao INSS os trabalhadores cujo afastamento pode atingir. O mecanismo previsto no papel ou na tela do computador é uma coisa, mas na realidade prática é outra.

TEMPOS DIFÍCEIS – Além do mais a população brasileira está enfrentando tempos difíceis em face da gravidade do coronavírus. Em cima desse panorama, ainda vai desabar mais o corte de jornada e salários?

Além disso, cortar vencimentos, colocando os trabalhadores num seguro desemprego forçado, não resolverá nada de positivo no complexo econômico social do país. A adoção da ideia depende de aprovação de emenda constitucional pelo Congresso. Aprovar tal matéria é extremamente difícil.

Assim, além do choque causado pela notícia os efeitos políticos vão se fazer sentir. Aliás já começaram.

13 thoughts on “Proposta de Guedes para cortar salários durante a pandemia é um absurdo total

  1. Como a economia vai girar sem dinheiro?
    O salário e privilégios dos parasitas da nomenclatura pública, vai ser reduzido tb?
    Sim vai, se quem produz e trabalha, pagando assim impostos morrerem, eles vão junto.
    Este governo é um absurdo total.

    • Gostaria de fazer uma sugestão ao Ministério da Educação para suspender bolsas para economistas na Universidade de Chicago. Os caras vão, se formam e depois resulta nisso que vemos.

  2. REDE BRASIL ATUAL

    PACOTE DE GUEDES É ‘MENOS BRASIL, MAIS CHILE’ , DIZ ASSOCIAÇÃO DE ECONOMISTAS

    Segundo a ABED , plano do ministro da Economia “em tudo se parece com o modelo da ditadura Pinochet”. Revolta dos chilenos servirá como “alerta” aos políticos, diz professor da USP

    Por: Tiago Pereira, da RBA

    https://www.redebrasilatual.com.br/economia/2019/11/pacote-de-guedes-e-menos-brasil-mais-chile-diz-associacao-de-economistas/

  3. Fato

    UM

    Bolsonaro deixou passar o cavalo encilhado de organizar nacional e unidamente a luta contra o virus.

    DOIS

    O caos, meio controlado, tipo riso nervoso começa a se instalar.

    Cada estado, cada prefeitura, cada empresa toma suas decisões as vezes contradit´rias e desconectadas do todo.

    TRES

    medidas sem conexao, confundem, atrapalham, retradam causam panico, espero que não matem.

    QUATRO

    Voltamos rapidamente a `Idade Média.

    vejam medida da ciadde de campo bom aqui no sul, se confunde com a mminha cidade Novo Hamburgo, agora ha pouco

    A peste está batendo, daqui a pouco começaremos a queimar as casas dos doentes

    https://www.jornalnh.com.br/noticias/especial_coronavirus/2020/03/20/campo-bom-decide-fechar-acessos-a-cidade-e-so-moradores-podem-entrar-e-sair.html

    QUINTA

    Sem ideologia. Esta culpa é de Bolsonaro

  4. A Itália “afogou” a Operação Mãos Limpas e com isso, a corrupção continuou como sempre esteve.
    Agora, é o país com a miséria instalada.
    No Brasil o congresso e o stf praticamente “afogaram” a Operação Lava Jato e os corruptos continuam livres leves e mais do que nunca, Soltos.
    Vamos ver o que acontece.

  5. A ideológica de baixo nível.Toda crise cai nas costas do trabalhador,temos ainda os efeitos negativos das reformas trabalhista,previdencia, teto de gastos terceirização entre outros.Temer Meirelles Bolsonaro e Guedes nos levaram para o CAOS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *