Protesto do dia 16 já assusta o governo

Para diminuir o vexame, PT convoca vários atos a favor

Bernardo Mello Franco
Folha

Um espectro ronda o governo: o espectro do 16 de agosto. A data foi escolhida para as novas manifestações contra a presidente Dilma Rousseff. Se os protestos lotarem as ruas, o Planalto teme que a Câmara se sinta pressionada a abrir um processo de impeachment.

Preocupado, o PT começou a organizar uma série de manifestações pró-governo, com foco em São Paulo. “Temos que criar uma base de apoio na sociedade, já que o Parlamento tem sido um lugar de dificuldades”, diz o presidente Rui Falcão.

O calendário prevê cinco atos nas próximas semanas e foi batizado de “Agosto pela democracia”. Como o nome indica, a ordem é carimbar como antidemocrática e golpista a defesa do afastamento da presidente antes do fim do mandato, em 2018.

A primeira mobilização será no dia 6, na capital paulista. Coincidirá com o programa do partido na TV. No dia 11, os petistas farão novo ato na cidade, no largo São Francisco, onde se comemora nesta data a fundação da Faculdade de Direito. No mesmo dia, chega a Brasília a Marcha das Margaridas, com milhares de trabalhadoras rurais.

MAIS DUAS PRÓ-DILMA

Depois dos protestos contra Dilma, estão previstas mais duas manifestações pró-governo. Uma no dia 20, com o apoio do MST e dos sem-teto, e outra no dia 24, aniversário do suicídio de Getúlio Vargas. A ideia é apresentar 2015 como uma reedição de 1954, comparando a Lava Jato à República do Galeão.

Os petistas argumentam que seria um erro ficar em casa enquanto a oposição sai para pedir a derrubada do governo. A tese esbarra em dois problemas. Primeiro: a popularidade de Dilma continua no volume morto. Segundo: é mais fácil mobilizar os insatisfeitos do que encher protestos a favor.

O presidente Rui Falcão já ensaiou o discurso para escapar das comparações numéricas, que deverão ser desfavoráveis para o PT: “Não vamos fazer concurso para ver quem bota mais gente na rua”.

6 thoughts on “Protesto do dia 16 já assusta o governo

  1. PT organiza potrestos promaduro da militancia bandeirola dos cinquenta real.

    Seria mais honesto pagar a conta e assumir o estelionato eleitoral.

    Comparar 2015 com 1954 é tentar reprisar a história, como sempre, uma farsa. Conversa para boi dormir.

  2. Exatamente o que pensei ao ler a materia…No Acre os cafetoes da miseria chegaram a arregimentar os famintos refugiados do Haiti para aplaudirem a Dilma ! No Rio entrevistaram um refugiado africano que achava que a CUT fosse um restaurante pois dava comida.

  3. Será que Lula, Dilma e os asseclas e seus correligionários do PT, que são empregados pelo partido não perceberam o mal que fizeram ao país, será que Dilma e Lula terão o desplante de aparecer na TV para falar um monte de mentiras, o povo já cansou de ver tanta incompetência e ladroagem juntas, o que o povo quer saber aonde foram parar os bilhões de reais surrupiados das empresas públicas, espero que todos paguem pelo mal que fizeram ao Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *