Próximo passo da Polícia Federal é investigar Instituto Lula

Lula terá de explicar as generosas doações ao seu instituto

Estelita Hass Carazzai
Folha

A Polícia Federal deve instaurar um inquérito específico para apurar as doações feitas pela empreiteira Camargo Corrêa ao Instituto Lula. A organização do ex-presidente recebeu R$ 3 milhões da empresa entre 2011 e 2013, segundo um relatório de contabilidade anexado à investigação nesta semana.

Dois executivos da companhia – Eduardo Leite e Dalton Avancini – já fizeram acordos de delação premiada com a Justiça na Operação Lava Jato, e admitiram pagamentos de propina em obras públicas.

Segundo o delegado Igor Romário de Paula, “muito provavelmente” as doações à entidade do ex-presidente serão objeto de uma nova investigação, que incluirá ouvir os executivos delatores sobre os motivos das doações e a origem dos recursos transferidos.

“O que vai ser feito agora é verificar se há indícios de irregularidade ali [nas doações]. Havendo irregularidade, com certeza é natural que se instaure um inquérito para apurar”, afirmou Romário de Paula à imprensa, na quinta-feira. De acordo com o delegado, o Instituto Lula também deve ser chamado a explicar a razão dos pagamentos.

O Instituto Lula e empreiteira Camargo Corrêa já afirmaram, em nota, que as doações tiveram como objetivo dar apoio institucional à entidade. As doações, segundo o instituto, estão em conformidade com a finalidade da organização: estudo de políticas públicas para a erradicação da pobreza e da fome no mundo.

DIRCEU ENROLADO

Outro que deverá ser ouvido a respeito do laudo da Camargo Corrêa, segundo o delegado da Lava Jato, é o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu (PT).

Sua empresa de consultoria é suspeita de receber propina de empreiteiras envolvidas na Lava Jato, e é citada no laudo como recebedora de R$ 900 mil da Camargo Corrêa em 2010 e 2011.

Para Romário de Paula, a oitiva do ex-ministro é “inevitável”. Dirceu tem afirmado, via assessoria de imprensa, que os pagamentos que recebeu das empreiteiras se devem a serviços de consultoria para a prospecção de negócios fora do país.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG Lula, cada vez mais preocupado, foi-se queixar com Temer e com a cúpula do PT, porque a CPI da Petrobras também vai investigar o Instituto Lula. Aos poucos, o cerco está se fechando. Dirceu também está se sentindo acossado. Pior, está rompido com Lula, que se recusou a encontrar com ele, há dois meses. Desta vez, se Dirceu for novamente processado, Lula vai junto. E Dilma, também. Por isso, em sua mais recente entrevista, Dirceu disse que ele, Lula e Dilma estão no mesmo saco”. (C.N.)

2 thoughts on “Próximo passo da Polícia Federal é investigar Instituto Lula

  1. Para ser petista a primeira coisa é ser alienado e além disso ter tendências para cometer atos ilícitos (roubar, assassinar (Celso Daniel e Toninho do pt), corromper, mentir, ser adúltero (caso Rose)0, etc. Se irem a fundo as diligências sobre este instituto, descobrirão que na realidade é uma verdadeira lavanderia. Este instituto deveria ser chamado de Lavanderia Lula. Ontem li que este idiotas também querem que seja investigado o Instituto FHC. Estes caras em todos atos ilícitos que são pegos querem incriminar outras pessoas, achando que se comportam como este petralhas ladrões. Antigamente na ditadura tínhamos o famoso japonesinho do Geisel, o Shigeaki Ueki. Hoje temos o japonesinho do mula o paulo okamotto ue disse que as palestras do mula não são para qualquer empresa. Sim não são para qualquer empresa honesta e sim para empresas corruptas. Pois, para ter contrato com este instituto, precisa ter o mesmo padrão moral deste alienado.

    Sinceramente, eu gostaria de ter acesso a uma destas palestras, pois é notório que o mula é carente em todas as áreas do conhecimento. Acredito que para assistir estas palestras os ouvintes devem ser do mesmo nível que este alienado ou como os sindicatos associados ao pt fazem deve haver uma farta distribuição de pão com mortadela e Tubaína para encher o auditório.

    O fim deste mula esta próximo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *