PSDB, MDB e Cidadania já escolheram seu candidato, mas falta ouvir as bases 

Sem apoio de Renan Calheiros, Simone Tebet lança pré-candidatura à presidência

Simone Tebet é a preferida, mas Doria não aceita a decisão

Deu em O Tempo

No dia em que estava marcado para o anúncio do candidato único do grupo formado por MDB, PSDB e Cidadania, os presidentes dos três partidos, Baleia Rossi, Bruno Araujo e Roberto Freire, respectivamente, anunciaram que chegaram a um consenso, mas adiaram o anúncio e prometeram consultar os partidos.

Agora, eles dizem que as legendas serão questionadas sobre a decisão interna na próxima terça-feira (24), para que, enfim, um nome da terceira via seja escolhido. O adiamento se dá em meio a uma guerra entre os tucanos, com o ex-governador paulista João Doria ameaçando ir à Justiça se seu nome não for homologado pela legenda nas convenções cujo prazo se iniciam em julho.

SIMONE TEBET – Em razão da reação de Doria para tentar ser o nome de consenso do grupo, a avaliação de bastidores é a de que os três presidentes fizeram uma escolha pela senadora Simone Tebet. Porém, há alas tanto no PSDB quanto no MDB que rechaçam a ideia de uma união.

“Dia 18 foi a data marcada. Nós três chegamos a um consenso. Só que não somos nós que vamos decidir. Isso não é uma decisão individual minha, nem do Bruno, nem do Baleia. O que nós aqui acordamos é que vamos levar essa nossa posição cada um ao seu partido. E vamos dar tempo, evidentemente, para que o partido aí sim, no momento em que eles decidirem, passa a ser aquele que é o candidato”, disse Roberto Freire após o encontro entre os presidentes nesta quarta-feira (18).

Questionado diretamente pelos jornalistas, Freire reafirmou que os três têm uma posição única, mas rechaçou dar qualquer indicação sobre o destino do grupo. “Nós chegamos a um consenso. E vamos na terça-feira colocar isso para as noSsas direções partidárias”, disse.

ANTIPOLARIZAÇÃO – Roberto Freire ainda afirmou que a pesquisa contratada pelas legendas, e que foi entregue hoje ao comando dos partidos, reforça que mais de 50% da população brasileira não está satisfeita com a polarização.

O presidente do MDB, Baleia Rossi, também enfatizou os dados da pesquisa, sem contudo dar qualquer detalhe sobre as conclusões do instituto.

“A pesquisa nos trouxe alguns números que são muito positivos na construção da unidade, de uma melhor via. Primeiro, o que já foi falado aqui: que a sensação da população é que essa polarização prejudica os brasileiros. Esse é um dado extremamente relevante pra construção de uma alternativa mais equilibrada, mais moderada, que busque responder os problemas reais dos brasileiros e não uma briga pela briga”, disse, dizendo que a reunião desta quarta foi ampliada, com a presença de líderes das legendas.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG –
Em tradução simultânea, pode-se concluir, sem medo de cometer erro, que a terceira via não morreu. E mais: os eleitores que se recusam a votar em Bolsonaro e Lula continuam aguardando a poeira baixar e enfim surgir a chapa da terceira via, que terá grandes chances de vencer essa eleição, apesar dos faniquitos dos petistas e bolsonaristas. (C.N.)

9 thoughts on “PSDB, MDB e Cidadania já escolheram seu candidato, mas falta ouvir as bases 

  1. A propósito, o Estado de Exceção no Chile expõe em praça pública a anticivilizatoria semelhante entre, a assim chamada esquerda, e a direita.

    Ou seja, trata-se de disputa de quem tem o direito, com o devido apoio dos instrumentos funcionais do Estado, notadamente das Supremissimas,
    quem pode ser mais escroque, autoritário, populista, clientelista, clepto-patrimonialista etc…

    Essas são as decisões que estão às mãos dos eleitores do quinto mundo., com seus casamentos das elites bregas, na falta de pão.

    Circo dos horrores.

  2. Chance zero pra ela! Tem que aprender primeiro a diferença de fatura proforma e fatura comercial pra não dar vexame. Afinal de contas, ela é uma senadAnta!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.