PT arma confronto em Curitiba para evitar que Lula seja preso por Moro no dia 3

Resultado de imagem para confronto no forum de barra funda

Em SP, quando Lula iria depor, houve confronto 

Carlos Newton

A mega concentração petista em Curitiba, dia 3 de maio, é uma estratégia desesperada, mas que pode até dar resultado. Os dirigentes do PT sabem que têm de evitar que Lula seja preso, porque isso inviabilizaria a candidatura dele à sucessão presidencial, certamente a única possibilidade de reeleger uma bancada expressiva e impedir a derrocada do partido. Dos 68 deputados federais, oito já deixaram o partido no ano passado e mais 40 ameaçaram debandar. A direção do PT conseguiu deter a debandada, mas agora a coisa se complicou, devido à delação da Odebrecht. Se Lula for preso e não concorrer, tornam-se praticamente nulas as esperanças de reeleição desses parlamentares.

Para o PT, a maneira de evitar a prisão de Lula é armar uma manifestação apoteótica em Curitiba, para tentar que a Justiça se curve diante do chamado “clamor social” – um fator a ser sempre considerado pelos juízes, que não podem se basear exclusivamente na letra fria da lei e precisam levar em conta os resultados práticos de suas decisões e sentenças.

APOIO ENTUSIÁSTICO – O depoimento de Lula perante o juiz federal Sérgio Moro será numa quarta-feira, dia que tradicionalmente concentra as principais decisões do Congresso. Mas haverá recesso branco, os deputados e senadores do PT e da antiga base aliada já anunciaram que estarão em Curitiba para prestigiar o evento.

A iniciativa do PT conta com apoio entusiástico de centrais sindicais, federações e sindicatos de trabalhadores, que serão reforçados pelos movimentos sociais, liderados pelo Movimento dos Sem Terra (MST), ligado ao PT, e pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), vinculado ao PCdoB.

Até aí morreu o Neves, como se dizia antigamente, a Constituição garante os direitos de reunião e de manifestação, desde que ocorram pacificamente. Mas acontece que também estarão presentes em Curitiba os movimentos de apoio à Lava Jato. É aí que mora o perigo, porque pode haver novo confronto, semelhante ao de fevereiro de 2016, diante do Fórum de Barra Funda, em São Paulo, quando Lula iria depor pela primeira vez.

RISCO DE PRISÃO – No depoimento anterior de Lula à Justiça Federal, em Brasília, dia 14 de fevereiro, o PT chegou a armar uma manifestação, mas acabou desistindo, porque não havia risco de prisão, o processo (caso Cerveró, obstrução à Justiça) estava em fase inicial e a Polícia Militar anunciou que fecharia todos os acessos ao local.

Mas agora a coisa é diferente. Lula vai depor em Curitiba, perante o juiz Sérgio Moro, que já dispõe de provas abundantes contra o criador do PT, reforçadas pela delação da Odebrecht e também pelas revelações de Léo Pinheiro, o ex-presidente da OAS que presenteou Lula com o tríplex, equipou o sítio de Atibaia e a bancou a armazenagem do acervo presidencial de Lula.

É MAIS SENSATO – Pela ordem natural dos fatos, Lula já deveria estar preso, mas o juiz Moro terá de avaliar a situação. O mais sensato será simplesmente realizar um longo interrogatório, esgotando todos os assuntos, e depois liberar Lula para discursar à vontade, perante seus admiradores, sem que haja confusões, conflitos nem quebra-quebra.

Depois de analisado o depoimento, que será reforçado pela próxima delação de Antonio Palocci (“Italiano”), operador direto dos propinas de Lula, estará então preparado o clima para prisão do ex-presidentee Lula, montada como uma operação de guerra, na primeira hora da manhã, sob rigoroso sigilo e com um jatinho aguardando na pista de decolagem rumo a Curitiba. E aí, quando o PT acordar, já será tarde demais.

22 thoughts on “PT arma confronto em Curitiba para evitar que Lula seja preso por Moro no dia 3

  1. Eu NÃO acredito que Lula e os seguidores da sua “seita pilantra” realmente consigam armar uma megamanifestação em Curitiba.

    A capital paranaense tampouco tem histórico de aceitar ou mesmo de conseguir sediar grandes eventos baderneiros, de esquerdopatas ou de petralhas. Isto é coisa muito mais comum neste meu Rio de Janeiro, tão chegado a aberrações políticas, como a história tem registrado muito bem.

    Além do mais a maioria esmagadora dos militantes lulistas de hoje em dia só sai às ruas movida a dinheiro e pão com mortadela. Mas como as torneiras para a roubalheira petralha foram bem fechadas, reunir uma “grande massa” já parece ter ficado inviável.

    De qualquer modo a força tarefa da Lava Jato certamente precisa ficar bem precavida perante tudo o que possa estar sendo armado, e traçar estratégias de segurança em conjunto com a Secretaria de Segurança do Paraná.

    Mas a imagem de grande líder popular que Lula um dia possuiu se transformou bastante, obviamente.

    Hoje ele já é visto por considerável parte dos brasileiros como o “grande líder da quadrilha” que comandou roubos bilionários aos cofres deste Brasil.

    E em Curitiba, que sempre teve pequena quantidade de “alienados” petistas e esquerdistas, a imagem do Luladrão causa imensa repulsa.

    Faltam ainda alguns dias para o 3 de maio. Acho portanto muito mais plausível que o grande líder covarde esteja na verdade organizando uma estratégia para FALTAR à audiência.

    Muita água ainda vai rolar…

  2. Sergio Moro e a equipe da Lava Jato precisam ter IMENSO cuidado com o Lula! Pois ele não chegou à condição de chefe da maior quadrilha criminosa deste Brasil porque é ingênuo!

    Muito pelo contrário, apesar do pouco estudo esse pilantra tem uma astúcia poucas vezes vista na história desta Terra. É por isso que ainda consegue ter considerável número seguidores não remunerados, que ainda acreditam na sua lábia.

    Como se não bastasse, Lula ainda tem um fortíssimo batalhão de advogados estrelados, que estão ganhando dezenas de milhões de reais para defendê-lo.

    A situação torna-se cada vez mais tensa. Sergio Moro e a Lava Jato não podem mais cometer os mínimos deslizes, pois enfrentam um verdadeiro câncer que acometeu nosso país.

    Caso Lula vá realmente à Curitiba, talvez seja o momento exato para prendê-lo, expondo com clareza todo o arsenal de provas que a força tarefa já possui.

    Conforme foi dito no comentário acima, o grande líder da quadrilha vive numa contradição que o acompanha há muito tempo: ele é também um covarde!

    E a personalidade dos covardes, de modo geral, é muito complexa, tornando-os muito perigosos. Torço então para que as melhores decisões perante o poderoso chefão possam ser tomadas, de forma que o nosso Brasil possa ter uma esperança de futuro. Uma página precisa ser virada.

  3. Desculpe, mas estamos falando de Curitiba, Brasil, ou estamos falando de um barraco???

    Passa da hora de colocar cada macaco no seu galho!

  4. Se Lula tiver de ser preso, será tranqülamente sem que aconteça nada. Só não acontecerá a fogueira para quimá-lo vivo como os necrófagos querem. (Jucavao o espírita já está com garfo, faca, prato, pimenta, sal, azeite e farinha para comer um pedaço das nádegas de Lula). Jucavalo é espírita?????? Hummmmm!

    • Aquino, o Lulla vai ser preso porque é um ladrão, bandido e assassino. Só isto, ou precisa mais? E, queimá-lo vivo não seria um sacrilégio pois até o diabo é mais honesto do que ele.

  5. Muito esperneio e gritaria … Vai em cana , mesmo. Com certeza, existe um serviço de informação que está monitorando essa cambada de.malucos. Se descambar para a violência, aí tem que mandar a borracha,mesmo, prà não dizer outra coisa,pois ai já se trata de defender o país deste criminoso e de seus seguidores.

  6. caro CN,

    q os seus leitoes ajam como torcedores e’ uma coisa, mas vc fazer um jornalismo de torcida e’ constrangedor !

    isto dito por um admirador seu de outros tempos.

    saudacoes

    Cleber

  7. Sempre aparecem por aqui uns e outros na defesa de Lula e da sua quadrilha. Porque (ainda!) têm uma ingenuidade imensa; ou porque têm interesses inconfessáveis (e diversos) nessa imensa rede criminosa!

    É bom que eles continuem aparecendo nesta Tribuna, em nome da livre expressão do pensamento.

    Além do mais, quando eles expressam essas suas ideias de apoio à quadrilha, vão apenas desvelando a si próprios. Inclusive a complacência que possuem com a desonestidade ampla e irrestrita.

    Mas fiquem tranquilos perante a situação do Lula. Pois neste país há leis imensamente mais modernas e humanas do que aquelas dos tempos das fogueiras. Basta que sejam devidamente aplicadas!

    • Eu acho que um candidato que tem 45% ou mais de rejeição pode até ir para o segundo turno, mas perde a eleição. O Lula que vemos hoje é o que perdeu 3 eleições consecutivas e só ganhou na quarta tentativa pelo absoluto insucesso do segundo governo FHC desde a desvalorização do real em janeiro de 99. A vitória de Lula em 2002 não foi um mérito dele e do PT e sim dos sucessivos fracassos das administrações anteriores. Lula hoje terá de ser muito mais radical do que o Lulinha Paz e Amor de 2002. Portanto, o que precisa surgir desde já é o candidato anti-Lula, aquele que vai derrotá-lo nas eleições de 2018.

  8. Lula, não tem cultura, mas não acredito, que nunca na história desse país houve um politico tão esperto e malandro, no mau sentido, como o Lula.

  9. Isac,

    Enquanto protestas e com razão nesta página contra Lula, eu exponho em outra as razões pelas quais o chefe da quadrilha petista NÃO será preso!

    Escrevi há pouco que desconfio de Moro, e pelo fato de que o Brasil está à mercê da corrupção.

    O Juiz federal, de Curitiba, PR, pode estar usando Lula como isca, e atrair um número significativo de delatores para confessarem o modo como operavam com as propinas e quem seriam os envolvidos.

    Como podemos observar, Lula tem sido mencionado pelos criminosos da Odebrecht permanentemente, confirmando que o ladrão sabia das operações contra a Petrobrás e de qualquer outra obre onde a construtora estivesse atuando.

    Da mesma forma, as demais empreiteiras, Andrade Gutierrez, OAS, Camargo Corrêa …

    Pois bem, imagina, Isac, o quanto Lula não sabe de “maracutaia”?!

    O quanto Lula não tem de conhecimento sobre pessoas e instituições, que hoje posam de honestas, e que viriam abaixo se Lula as denunciasse?!

    Lula tem na mão gente dos Três Poderes e de altíssima posição!!!

    Se o petista inescrupuloso, amoral e antiético botasse a boca no trombone, o som que sairia do seu instrumento seria muito maior que as Trombetas de Gideão, que derrubaram os muros da fortaleza dos midianitas!

    Lula preso e relatando as relações nada ortodoxas com pessoas “acima de qualquer suspeita”, abalariam o país, a democracia, as instituições e poderiam nos levar para um sério conflito interno.

    Repito à exaustão:
    Lula não será preso, pois é um criminoso que sabe demais, assim como o filme de Hitchcock, que Newton gosta de mencionar volta e meia.

    Lamento te decepcionar, pois a mim acontece o mesmo, mas a realidade brasileira é esta, frustrante, arrasadora, cruel, e corrobora com esta flagrante injustiça a Impunidade, em princípio, e o envolvimento de pessoas que jamais poderão ter seus nomes expostos!!!

    Lula sabe quem são elas, consequentemente elas são o seu salvo-conduto.

      • Perfeito, Isac.

        Lembra no entanto, que o Brasil é diferente das demais nações e, nós, o seu povo, muito mais nos diferenciamos de outras nacionalidades que apenas territorialmente.

        Certamente este mar de excrementos que estamos assistindo e sendo ao mesmo tempo borrifados pela imundície, não encontramos registro sequer parecido em qualquer outra nação!

        Os governos de Collor, FHC, Lula, Dilma e de Temer já teriam caído pela força popular, pela insatisfação, pelos roubos contra o cidadão e país!

        O povo permite de maneiras omissa e irresponsável que esses atos escabrosos não só continuem como elege os mesmos criminosos a cada eleição, e age sabendo que está errado, mas o “sistema” o impele a gir dessa forma se quiser ser alvo de atenções do governo, mesmo sendo esmolas, e o Bolsa Família comprova o que escrevo.

        O Brasil é o país da mentira, da injustiça, do roubo, da corrupção, da desonestidade!

        Por que eu devo ter esperanças que a verdade triunfará, Isac?!

        E não se trata de pessimismo, meu amigo, mas de eu ser realista, mediante as constatações de décadas sendo explorado e menosprezado pelas autoridades desta nação, desgraçadamente!

        Um abraço.
        Saúde e paz.

        • Mas há hoje uma ferramenta valiosíssima, que evolui a cada dia, em prol das democracias modernas: a internet!

          A internet tem fulminado as mais diversas teorias conspiratórias que andam surgindo por aí.

          Pois nela as informações circulam na velocidade da luz, e em rede, não podendo portanto serem barradas!

          É ainda incalculável o poder da internet no aperfeiçoamento das democracias desta Terra, amigo Chicão.

          E o nosso Brasil não está de fora. Não somos uma Coréia do Norte.

          Forte abraço.

  10. Não serão pelas razões a seguir expostas que o juiz federal Sérgio Moro deixará de ser um magistrado muito bem reputado, admirado e querido pelo povo brasileiro. Moro já deu prova da sua sabedoria, da sua independência e pulso firme. Mesmo sem querer e sem poder — por ser ele um magistrado no exercício da função — Sérgio Moro é hoje a única liderança nacional. Se fosse pré-candidato à presidência da República, as pesquisas mostrariam Moro com 90% à frente de quaisquer outros candidatos. A possibilidade de erro seria de 0,001 ponto percentual, para mais ou para menos e com pesquisa feita com toda a população brasileira. E pré-candidato sem necessidade de auxílio financeiro, público ou privado. Sem precisar fazer campanha e muito menos comparecer aos debates da televisão. Seja como hipotético pré-candidato ou mesmo candidato de verdade, de fato e de direito, Moro estaria eleito presidente do Brasil. Se daria certo, é uma incógnita. Governar um país da dimensão do Brasil, que ainda engatinha quando o tema a civilidade, não é fácil. Mas que não haveria corrupção, isso é certíssimo, com Moro na presidência.

    Mas o doutor Moro nasceu para fazer carreira na magistratura. A política partidária é podre. E as pessoas de bem não se candidatam a cargo eletivo algum. Os partidos políticos são instituições, idealmente necessárias para as Democracias. Deveriam ser sadias e cândidas. Mas na prática a realidade é outra. São antros da ganância pelo poder, antros de corrupção, de mentiras e desonestidades.

    Mesmo sendo ele (Sérgio Moro) um ídolo para todo o povo brasileiro e um magistrado e tanto, ainda assim o doutor Moro — talvez por estratégia que somente os gênios saibam adotar e tomara que assim seja e tenha sido — , o doutor Moro não andou certo ao determinar que o ex-presidente Lula se faça presente na audiência (ou audiências) em que serão ouvidas as oitenta e sete testemunhas que Lula arrolou em sua defesa. Sim, 87. É desmedido exagero. Mas hoje em dia, por causa do princípio constitucional da ampla defesa, a limitação do número de testemunhas pelo juiz, ainda mais quando indicadas pelo acusado-réu, deixa de ser observada e os juízes não são rigorosos. É sempre melhor e mais prudente deixar rolar, ou melhor, deixar arrolar quantas testemunhas o réu-acusado quiser e o juiz ouvir todas, a correr o risco de, mais tarde e até mesmo quando a punibilidade estiver prescrita, este ou aquele tribunal anular o processo por cerceamento de defesa.

    Mas exigir a presença de Lula na audiência ou nas audiências não existe previsão legal. Estar ou não presente é uma faculdade do acusado-réu. Não, uma obrigatoriedade. O dever e a obrigatoriedade da presença são do advogado do réu-acusado. Sem o defensor, o ato é nulo e contamina, a partir dele, todo o processo. Nem que seja um advogado denominado “ad hoc” (especificamente para cumprir aquele ato, aquela formalidade), nomeado pelo juiz, a presença do defensor, privado ou público, constituído pelo réu-acusado ou “ad hoc”, ou advogado público (defensorias públicas), a presença é indispensável. Já a presença, obrigatória, do réu-acusado, não. Salvo se houver necessidade de acareação, entre a(s) testemunhas(s) e o réu. Aí a presença do réu-acusado é obrigatória, porque poderá haver necessidade de acareação. Mas na decisão que obrigou o comparecimento do ex-presidente, o juiz Moro não tocou neste assunto, que é a eventualidade de acareação.

    E ainda — mesmo sem macular o respeito e admiração que o povo brasileiro devota a Sérgio Moro — a demora na decretação da prisão preventiva do ex-presidente é incompreensível. Tomara que seja estratégia jurídica que somente o genial juiz Moro saiba o motivo. Mas que é incompreensível, é mesmo. Na Lava Jato, até hoje todas as prisões preventivas o juiz Moro (e aqui no Rio o juiz Brêtas) decretou com base no artigo 312 do Código de Processo Penal (CPP). Isto é, para garantia da ordem pública, da ordem econômica, por conveniência da instrução criminal, ou para assegurar a aplicação da lei penal, quando houver prova da existência do crime e indício suficiente da autoria.

    De todos os corruptos (corruptores e corrompidos), nas palavras de Deltan Dallagnol, que falou em nome da força-tarefa que investiga a Lava Jato, Lula era “o chefe supremo”. Isso foi dito em entrevista coletiva de grande repercussão, dentro e fora do país. Foi dito e demonstrado na tela instalada no auditório da Procuradoria-Geral da República em Curitiba, no ano passado. Se Palocci, João Santana e Mônica, Zé Dirceu, Vacari, Eduardo Cunha, Odebrecht (filho) e tantos e tantos outros, que integravam a quadrilha que o dr. Daltan apontou como “chefe supremo” Lula, tiveram suas prisões preventivas decretadas, por que não a teve também o “chefe supremo”?. É uma incoerência. Ou não se prendesse ninguém, ou se prendesse todos, “chefe supremo” e chefiados. Se estes (os chefiados) se enquadravam numa ou mais situações que o artigo 312 do CPP autoriza para a decretação da prisão preventiva, o único que escapava era então o “chefe supremo”?. O juiz Moro ordenou a prisão preventiva dos comandados, dos chefiados e deixou em liberdade o “chefe supremo”, ou “supremo comandante”. Daí porque a conclusão é de que o juiz Moro mandará Lula para a cadeia. Se antes ou depois do próximo dia 3 de maio, ou no próprio dia 3, não se sabe. Ou se vai ser muito depois, quando a poeira baixar, numa silenciosa manhã e com um jatinho da Polícia Federal já preparado para decolar, conforme prevê nosso editor, jornalista Carlos Newton, no seu artigo publicado hoje, também não se sabe. É até possível. Mas uma coisa é certa. Lula está vivendo seus últimos dias em liberdade.

      • Sim, Ricardo. Até pensei escrever sobre isso. Mas enquanto redigia, esqueci. O juiz pode fazer um aditamento e justificar a necessidade da presença do réu para que eventual acareação com a testemunha. Isso falto constar na decisão.
        Observação: juiz não pede, juiz ordena. O jornalismo tem esse defeito incorrigível. Sempre os jornalistas escrevem e dizer que o juiz tal pediu a prisão de fulano…
        Errado. O correto é o juiz tal decretou, ou ordenou, a prisão de fulano…ou ordenou ou determinou isto ou aquilo. Juiz não pede nada. Manda. Ordena. É a prestação jurisdicional.
        Grato.

        • Em acréscimo.
          Essa movimentação ameaçadora da ordem pública, que nunciam PT-Lula, já é motivo suficiente e superveniente para a imediata decretação da prisão de Lula. Está na memória de todos aquele aviso que Lula deu no passado, não tão remoto, de que colocaria o “exército de Stédile nas ruas”. Cabe a prisão preventiva para a manutenção da ordem pública, quando ameaçada (CPP, artigo 312): “A prisão preventiva poderá ser decretada como garantia da ordem pública….”.

          • Sem querer
            Ok
            dr.
            Bejá.
            Obtive
            dr
            Beja.tem
            qiecercar
            esse
            faço pra de
            com.todos
            os
            instrumentos legais.
            Obrigado
            por
            me
            responder.
            Forte
            abraço

  11. Caro Dr.Béja,

    Evidentemente que mencionei uma possibilidade remota, uma provável hipótese de estar havendo um teatro com a prisão de Lula, em face das múltiplas denúncias e provas colhidas pela Polícia Federal quanto ao sítio em Atibaia e o apartamento na praia, e que mesmo assim o ex-presidente segue livre, leve e solto!

    Ora, se estamos diante de tanta indefinição judicial e tantos cuidados com relação à prisão de Lula, que decididamente existem fatores muito graves e importantes permitindo ao ladrão fazer a sua campanha política com vistas ao Planalto ano que vem, inclusive!

    Em nenhum momento duvidei da honra e honestidade do juiz Moro, longe disso, apenas imagino que Lula esteja sendo usado para outros propósitos, exatamente provocar a sensação que está na iminência de ser preso e motivar mais delações premiadas para que venha a público o procedimento corrupto instituído no governo, e com mais pessoas sendo denunciadas.

    Entretanto, também dou asas à minha imaginação, no sentido de que Lula não será preso pelo que sabe dos Três Poderes e pelas pessoas com quem manteve relações nada ortodoxas.

    Se Marcelo Odebrecht tremeu as bases do Congresso, Lula abalaria as estruturas do Brasil, caso relatasse o que sabe a respeito das ilicitudes praticadas desde o mensalão, e passando pelo Legislativo, Executivo e Judiciário!

    E, o juiz Moro, nessas alturas, tem pleno conhecimento das participações de Lula, além de saber com quem estreitou suas relações, consequentemente o magistrado tem consciência que Lula é um artefato bélico nuclear que, se explodir, pode levar de roldão tanto os culpados quanto muita gente inocente, que estaria no raio de ação do poder de destruição dessa bomba!

    Todo o cuidado é pouco com Lula, a começar que o juiz Moro quer que ele esteja presente no depoimento de 87 testemunhas, cuja procrastinação de sua prisão está na razão direta do tempo que levará tais entrevistas.

    Um abraço.
    Saúde e paz, dr.Béja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *