PT constrói a vitória, enquanto Bolsonaro e PSDB armam as próprias derrotas

Resultado de imagem para bolsonaro vencedor charges

Charge do Kacio (arquivo Google)

Eliane Cantanhêde
Estadão

Depois vão dizer que é implicância da imprensa, mas como não publicar e não comentar essa profusão de notícias negativas para a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) à Presidência? Quem cria os fatos, as notícias e os vexames não é a imprensa, é ele e a própria campanha.

Depois de admitir que não entende nada de nada, muito menos de economia, Bolsonaro saiu-se com uma gracinha: “Chama o Posto Ipiranga!”. Depois, esfaqueado brutalmente e internado no hospital, foi poupado de debates e entrevistas, mas toda hora dá uma bronca, ora no vice, ora no próprio Posto Ipiranga.

FOI ENGANO… – O economista Paulo Guedes, que é o tal posto (não poste, hein?), já teve de dizer que a ideia de recriar a CPMF não era bem assim e cancelou a ida a todos os debates, um atrás do outro. Já o vice, general Hamilton Mourão, não se emenda. Famoso por ter defendido a hipótese de intervenção militar quando ainda estava na ativa, ele é uma festa para repórteres ávidos por notícias, deslizes e manchetes.

Tem a história da “indolência” dos índios e da “malandragem” dos negros, que deram nisso aqui, o Brasil. Depois, a proposta de mudar a Constituição passando por cima do Congresso eleito por voto direto. Agora essa contra o que chamou de “jabuticabas brasileiras”: o 13.º salário e o adicional de férias para o trabalhador.

NAS TAMANCAS – Às vésperas de ter alta do hospital, Bolsonaro subiu nas tamancas. Pelo Twitter, o capitão desautorizou o general, dizendo que o que ele andou falando, “além de uma ofensa a quem trabalha, é desconhecer a Constituição”.

O disse, o não disse e a sensação de total descontrole da candidatura confirmam o temor de setores militares responsáveis: essa campanha, com Bolsonaro e Mourão à frente, está tendo um efeito oposto ao que imaginavam. Em vez de ser favorável, pode ser negativa para as Forças Armadas, que não deveriam estar metidas nessa confusão.

Mas, se Bolsonaro fica bravo com Mourão e com Paulo Guedes, quem vai ficar furioso com ele próprio? Bobagem por bobagem, nenhum dos dois consegue ser pior do que o próprio Bolsonaro. No impeachment de Dilma Rousseff, fez loas ao coronel Brilhante Ustra, um dos símbolos da tortura no regime militar, e continuou colecionando manifestações ou patéticas ou escandalosas.

IDEIAS PRÓPRIAS – Segundo Bolsonaro, em resumo, mulheres devem ganhar menos que os homens, é melhor ter um filho morto do que gay e o erro das ditaduras foi não ter matado muito mais gente. E ele explica que, apesar de ter apartamento em Brasília, usava imóvel funcional da Câmara “pra comer gente”. E a imagem do candidato ensinando a criancinha a simular uma arma com as mãos?

A pergunta que fica é simples e angustiante: se na campanha já é assim, como seria, ou será, um governo de Jair Bolsonaro, Hamilton Mourão e Paulo Guedes?

PSDB E PT – Na campanha de Geraldo Alckmin, as declarações chocantes não são de economia, política, democracia e costumes, como na de Bolsonaro. No caso dos tucanos, são contra o próprio candidato e o próprio PSDB! Fernando Henrique, João Doria, Tasso Jereissati, Arthur Virgílio, Bruno Araujo e Cássio Cunha Lima fizeram fila para esculhambar o partido, a campanha, o candidato. Bem no meio da eleição.

No PT, a presidente Gleisi Hoffmann parou de defender Nicolás Maduro e sumiu. E algum petista abriu a boca contra Fernando Haddad? Muitos eram contra ele, mas todos trabalham a favor, como se faz em partidos com organicidade e objetivo. Se há uma campanha em que todos batem continência ao comandante, não é a de tucanos nem a do capitão e do general, mas a do PT.

Assim se constroem derrotas e vitórias, e o PT sabe construir vitórias. Não venham praguejar depois.

36 thoughts on “PT constrói a vitória, enquanto Bolsonaro e PSDB armam as próprias derrotas

    • Que mudança o governo de Haddad faria, se o seu próprio partido não conseguiu fazer nos 14 anos quando estava á frente da presidência do Brasil?
      O PT venceu em 2002, também em 2006, ganhou de novo em 2010, assim como 2014, mas a culpa da crise é sempre dos outros.

    • CNT, de Clésio Andrade, condenado. Confederação Nacional do Transporte – CNT, tá explicado .
      O presidente da cnt foi ministro do lula , pesquisem e vejam quantas maracutaias esse cidadão já se envolveu

  1. Impressiona como a imprensa bajula um partido político que nos anos que esteve no Poder, arrasou com a economia do Brasil, deixando uma herança de desempregados e de dívidas bem infladas.

    Esperemos até o 7/10/2018 e vejamos o resultado das urnas. As pessoas de bem estão bastante esperançosas que o Brasil mude de rumo.

    • Haddad cercado de ‘gente boa’
      O Antagonista – 30.09.18 08:32  
      ________________________________________
      “A Folha fez um levantamento do número de auxiliares da campanha de Fernando Haddad que foram delatados em desdobramentos da Lava Jato ou que possuem pendências na Justiça.
      Entre eles estão Francisco Macena, escolhido para a função de tesoureiro da campanha e alvo de inquérito da PF por ter financiado a campanha do poste em 2012 com dinheiro do departamento de propinas da Odebrecht.
      A senadora Gleisi Hoffmann enfrenta duas denúncias da PGR pendentes de análise na Justiça. Uma delas, de 2017, acusa a cúpula do PT, incluindo Lula e Dilma Rousseff, de formar uma organização criminosa que se beneficiou de pagamentos da Odebrecht e da JBS.
      O ex-presidente da Petrobras José Sergio Gabrielli é alvo de ao menos duas ações de improbidade em decorrência de sua atuação na estatal.
      Braço direito de Lula, Paulo Okamotto também atua na campanha de Haddad e ainda consta como investigado em um inquérito da Lava Jato sobre o financiamento da empresa de palestras do presidiário. O auxiliar de Lula também foi réu no processo do triplex de Guarujá.
      Gilberto Carvalho é réu junto com Lula sob acusação de corrupção passiva por ter aceito promessa de vantagem indevida de R$ 6 milhões para favorecer montadoras em edições de medidas provisórias.
      O ex-ministro Ricardo Berzoini foi investigado no inquérito do “quadrilhão do PT”.

  2. Conheço vários militares que votarão contra Bolçonaro e Mourão. É óbvio que a oratória e
    o ( projeto ? ) de governo destes senhores são
    puras falacias e não se sustentam .
    Qual motivo levou Paulo Guedes se debandar e
    não comparecer no fórum Internacional de economia , realizado pela câmara de comercio de São Paulo , que contou com participação de vários especialista do setor , inclusive Bill Clinton?
    O que leva este senhores em plena campanha eleitoral , baterem tanto a cabeça e serem tão ambíguos ? O que ?

  3. Mais um artigo publicado na TI em que a imprensa diariamente vem tentando desconstruir o candidato Jair Bolsonaro.
    Neste POST Eliane Catanhede em mais de 2/3 do artigo senta o sarrafo no Bolsonaro, no Paulo Guedes e no General Hamilton Mourão e 1/3 ela fala sobre a péssima conduta e performance do Alckmin e o PSDB e valoriza a forma do PT de fazer campanha e, sobretudo ainda dá um pito em todos nós sem a menor cerimônia.
    No entanto, eu lhe pergunto Eliane Catanhede, onde a senhora estava enquanto o PT e os seus comparsas roubavam sem dó nem piedade os cofres dessa pobre nação?

  4. E a imprensa é totalmente isenta e inocente. Jornalistas, radialistas, âncoras de telejornais e repórteres babam por lula. Compreensível, pois sem desgraças não se vende notícias e não se tem emprego. O povo? É só a matéria prima do apocalipse.

  5. A RESISTÊNCIA DEMOCRÁTICA DAS MULHERES:

    Barbara Gancia: ‘Verde-oliva não será moda na próxima temporada’
    Jornalista narra participação no ato contra Bolsonaro neste sábado (29) em São Paulo

    30.set.2018 às 2h00
    EDIÇÃO IMPRESSA
    Diminuir fonte Aumentar fonte
    Sentimento de alma lavada. Para a mulherada que é chegada numa festa, o sabadão teve gosto de vingança. Um contingente considerável de brasileiras já percebeu que as eleições não serão aquela celebração da nossa democracia que o Tribunal Superior Eleitoral, e sua biometria de calada da noite, insiste em nos fazer crer.

    Tudo indica que seremos obrigados à escolha de Sofia entre a chapa do Recruta Zero e seu vice, o Sargento Tainha, e seus antípodas, reduzidos a um Exército de Brancaleone que não dá a mínima para a responsabilidade fiscal e computa contratação de funcionários públicos como criação de emprego.

    Mas, hélas, se os candidatos não são exatamente duas fulguras no Brasil, florão da América dos dias que correm, as mulheres brilharam.

    Eu estava entre a “minha gente” na enorme mancha humana na avenida Faria Lima. Todo mundo ali queria a mesma coisa: continuar a caminhar em direção ao futuro, sem desvios aventureiros ou armadilhas autoritárias.

    Por uma tarde, vestindo uma camiseta confeccionada especialmente para o evento (com a imagem de Caco, o Sapo e o slogan da resistência #ELENAO) pude sentir o Brasil de novo unido como na campanha das Diretas Já.

    Neste sábado, estávamos todas na mesma onda. Ninguém foi para defender candidato ou partido específico. E os políticos que tentaram tirar uma lasquinha acabaram sendo rechaçados.

    Eles podem nos tapear a cada eleição ao incluir na agenda de temas multiculturais (aborto, maioridade penal, defesa das minorias) como desculpa para não falar do que realmente interessa.

    Até agora, nenhum dos dois que, ao que tudo indica, estarão no segundo turno apresentaram propostas para as urgentes, urgentíssimas: reformas política, trabalhista e fiscal. E ficamos à mercê do vento, tendo de optar sempre pelo mal menor.

    Ocorre que resolvemos antecipar em uma semana a celebração da defesa dos nossos ideais e o firme apoio às instituições democráticas. Nosso recado foi claro.

    Trogloditas não passarão. Saudosistas de métodos medievais, torquemadas de ocasião, atentem: o verde-oliva não estará na moda na próxima temporada.

  6. “A pergunta que fica é simples e angustiante: se na campanha já é assim, como seria, ou será, um governo de Jair Bolsonaro, Hamilton Mourão e Paulo Guedes?”

    – Realmente não tem como saber. Mas, em compensação, sabemos que os governos do PT e do PSDB foram assembléias de ladrões.

  7. “Se depois de 14 milhões de desempregados, se depois de transformarem a educação em prostituição, se depois de 60.000 assassinatos por ano, se depois do endividamento de 90% das famílias, se depois da falência total da saúde pública, da educação pública, da segurança pública, da infraestrutura, se depois da volta de doenças há séculos erradicadas, se depois da maior roubalheira da história do ocidente, se depois de a cúpula toda de um partido estar presa, se depois de tudo isso eu parar para discutir com um eleitor do Lula (PT), nesse momento o idiota serei eu.”

  8. Eu, como todos,tenho alguns colegas, familiares e amigos. Dentre os brasileiros que se empolgam com política, sem serem os profissionais do assunto, como é o caso da Eliane, eu poderia dividir os eleitores em dois grandes grupos psicológicos:
    o grupo daqueles eleitores que gostaram de saber que o Bolsonaro havia sido esfaqueado (quase morto) e se regozijaram com este ato, achando que foi bem feito; e aqueles eleitores que acharam este atentado uma coisa abominável e inaceitável, qualquer que fosse o candidato. Esta escolha é íntima, e alguns vão escamotear seus sentimentos. Percebam que a blusa que Bolsonaro usava era amarela e estava escrito “o meu partido é o Brasil”. Isto é simbólico, para quem ainda tem alguma substância de sensatez correndo nas veias.
    Não julgo ninguém, mas considero que todos os ataques que os opositores vêm fazendo ao candidato, usando aqueles rótulos já conhecidos sobre sua personalidade e reverberados exaustivamente por todos os meios de comunicação, servem apenas para justificarem seus sentimentos íntimos de ódio contra uma pessoa que quer ser presidente da república e se posiciona à direita, em uma aspiração política legítima.
    Esta reflexão mostra que estamos longe da civilidade, e longe de nos tornarmos um país desenvolvido. Perguntem a si mesmos, qual dos dois candidatos mudará a vida dos brasileiros, e qual seria a magnitude de mudança, e se para melhor ou para pior. Pondere, responda e vote com certeza, pois estará fazendo a coisa certa.

  9. E as declarações do José Dirceu, que deveria estar preso,dizendo que os petralhas não vão se contentar em ganhar as eleições , mas sim em retomar o poder. O que ele quis dizer com isso?
    E a Dona Cantanhede, o que tem a dizer sobre isso?
    Vou mais além! Considero o Haddad um candidato razoável. O problema vai muito além dele. Considere o ex prefeito Celso Daniel que era parecido com Haddad, não falava bobagem, fazia um governo até razoável em Santo André, O que é que aconteceu com ele? E o Haddad se por acaso ousar não comer nas mãos do presidiário Lulla. O que é que pode acontecer com ele?
    Por que Dona Cantanhede não procura raciocionar um pouquinho ao invés de só ficar escrevendo bobagens? Vou ficar nas perguntas, mas mesmo que desenhasse para quem é ou está cego, faz questão de não ver e de não entender nada.
    Depois que a tragédia se consumar só restará 3 opções para os brasileiros :
    1) Para quem puder(a maioria esmagadora da população(+ de 99%, com certeza não poderá), caia fora do Brasil.
    2) Terá que pegar em armas e a possibilidade de morrer nas mãos de milicias e tropas aparelhadas pelos petralhas é muito grande.
    3) Tal como na Venezuela ficar definhando de fome e suplicar por comida para a nomenclatura petralha para sobreviver.
    Prefiro mil vezes ter a dignidade de morrer com um tiro no peito do que passar pela humilhação da 2ª alternativa.
    Tenham certeza que a bandidagem petralha voltará com tudo, vão tratar de fazer e completar o serviço que não fizeram nos 13 anos de poder.
    Zé Dirceu já está declarando isso alto e bom som. Só jornalitazinhos mediocres como a Dona Cantanhede e a maior parte da imprensa, fazem questão de não ouvir e de ver essa trágica realidade.

    • E muitas mulheres(mães e avós) irão chorar por seus filhos e netos mortos pelas milicias petralhas . Será um filme repetido da tragédia venezuelana;
      Já as feministas de suvaco cabeludo que foram protestar ontem, com certeza não terão o que chorar, porque não tem filhos ou netos, boa parte deles está no lixão e nos aterros sanitários, resultado de abortos.

    • Caro leitor e comentarista Willy Sandoval,
      Antes de tecer qualquer consideração, muito interessantes as suas colocações.
      Com todo o respeito só não concordo com a sua afirmação de que Haddad é um candidato razoável.
      Se não me falha a memória o Haddad deixou a Prefeitura de São Paulo como sendo considerado o pior frefeito do Brasil, havendo sido derrotado no primeiro turno de forma humilhante pelo tucano João Dória Junior em 2016.
      Aliás nas eleições municipais de 2016 o PT foi derrotado fragorosamente.

    • Prezado, a ESQUERDA e os cachorros têm “passagem livre” pelas regras Democráticas. Eles podem tudo, conforme atestam as ações do MST.
      O senhor já parou para pensar se o esfaqueado tivesse sido o Lula, quantos ônibus teriam sido queimados, quantas pessoas teriam sido agredidas e quantas propriedades teriam sido invadidas?

  10. Tem um mortadela aí nos comentários que repete várias mentiras e inverdades.
    Vamos aguardar os resultados para que este mortadela engula as besteiras vociferadas sem qq base eleitoral do momento.
    Parece nos que já está desesperado com o resultado inevitável das urnas……………….. B 17 .
    Vox Populi, Vox Dei. E os ladrões continuarão encarcerados.

  11. VERGONHA SOBRE VOCÊS!!!

    “Juro, no exercício das funções de meu grau, assumir meu compromisso com a verdade e com a informação. Juro empenhar todos os meus atos e palavras, meus esforços e meus conhecimentos para a construção de uma nação consciente de sua história e de sua capacidade. Juro, no exercício do meu dever profissional, não omitir, não mentir e não distorcer informações, não manipular dados e, acima de tudo, não subordinar em favor de interesses pessoais o direito do cidadão à informação.”

    O texto acima é um dos modelos que encontrei na internet para o juramento daqueles que colam grau em curso superior de jornalismo. Existem outros, mas, todos com o mesmo mote: respeito à verdade e compromisso em disseminar informações corretas.

    Pergunto: quantos jornalistas brasileiros na atualidade (especialmente aqueles das grandes mídias) podem se orgulhar de serem dignos deste solene compromisso? Com certeza não são muitos. Antes de me tornar advogado, eu trabalhei em diversos órgãos de imprensa do interior de Minas Gerais. Colaborei com outros. Meu maior patrimônio foi o meu compromisso ético com a verdade e a veracidade das informações que eu transmitia, quer seja por escrito, ou através dos microfones de alguma emissora de rádio. Hoje, o que se vê, são pessoas que sequer poderiam ser chamadas de jornalistas: não honram a profissão, antes, envergonham aqueles que fazem desta sublime arte um verdadeiro sacerdócio.

    Jornalistas e órgãos de imprensa podem sim assumir posições. E o fazem através de editorais, mostrando claramente o que pensam e os ideais que defendem! Quando, descaradamente, resolvem formar opiniões cooptando corações e mentes divulgando travestidas de matérias jornalísticas versões fantasiosas (ou caluniosas, ou difamatórias, ou simplesmente inverídicas – escolham o termo a vontade!) sem o menor pudor, não estão informando, mas apenas se entregando ao mexerico mesquinho que poderíamos facilmente associar aos pequenos roedores que habitam os esgotos das grandes cidades.

    É lastimável que homens e mulheres que resolveram abraçar talvez uma das mais nobres profissões não consigam se desvencilhar das suas paixões humanas. E o que é pior, muito pior, esquecem-se que acima de tudo deveria estar sempre o Brasil. A verdade saiu das redações dos grandes jornais brasileiros de mãos dadas com o patriotismo. Saíram pelas portas dos fundos, envergonhadas com o mau-caratismo de alguns profissionais medíocres.

    Vergonha sobre vocês!

    Vergonha sobre vocês!

    É o que penso!

    Robson Merola de Campos

  12. Bosolsonaro é um bobo da corte que Subiu na gillette e passou acreditar ter poder . Zero á esquerda ou melhor , da direita . Não conta com apoio da própia instituição que um dia fez parte . Cabotino e falastrão , bebe do seu próprio veneno . Perdeu amigo , aceita que dói menos .

  13. esses ativistas petralhas devem estar usando o dinheiro roubado da Petrobrás e de outros esquemas de corrupção patrocinados pela organização criminosa anos a fio. O problema é que essa oposiçãozinha de merda que temos(PSDB principalmente) sempre teve medo de denunciar os bandidos do PT.Esse jatinho cheio de dólares do filhote do ditador africano com certeza não estava no Brasil a passeio. Muitos outros milhões de dólares, de ouro e de jóias não foram interceptados por nossas autoridades e agora estão sendo utilizados para pagar comentários como desses 2 acima. De graça é que essa gente não trabalha, eu mesmo mal tenho tempo de ficar escrevendo no blog do nosso amigo Carlos Newton, que se considera comunista, mas com certeza é um verdadeiro humanista que dá espaço para todos expressarem seu pensamento. Ele só não tolera palavrões e isso eu respeito. Vou ser sincero, não gostaria de ter que votar no Bolsonaro, mas dentro do quadro atual ele é um mal menor. A desgraça que não pode acontecer é a volta da organização criminosa,vulgo PT, ao poder . VAMOS EVITAR QUE ACONTEÇA ESSA DESGRAÇA!

  14. Um fato sabido é que o Brasil é muito mal visto pelos países desenvolvidos e isto procede, porque sempre se manteve na contra mão do mundo com sua falta de humildade em aprender primeiro e falar depois. O jornalismo aqui é não é exceção; tabloides de fofocas lá fora é muito menos pior do que qualquer dos nossos órgãos de imprensa.

  15. Jornalista Petralha que deve está recebendo uma boa grana para elogiar a organização criminosa. Dinheiro repatriado pelo filho da Guiné Equatorial…os 16 milhões ou os 600 milhões repatriados por meio da VEJA e entregue aos cofres do pt . O dinheiro do BNDES retornando ao Brasil para bancar a eleição da organização criminosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *