PT contrata pesquisa para tentar entender o antipetismo

Assustado com os altos índices de rejeição a candidatos do partido nas eleições deste ano, especialmente em São Paulo, o maior colégio eleitoral do país, o PT encomendou uma ampla pesquisa nacional para identificar as causas e possíveis soluções para o antipetismo.

Ainda nesta semana, a Marissol, empresa responsável por parte das pesquisas que nortearam a campanha da presidente Dilma Rousseff à reeleição, vai apresentar uma proposta inicial de questionário. A ideia é consultar eleitores em todos os Estados do País e fazer uma bateria de pesquisas qualitativas.

O resultado vai servir de base para os debates da última etapa do 5º Congresso Nacional do partido, marcada para junho do ano que vem em Salvador (BA). A direção petista e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pretendem usar o Congresso, instância máxima de decisões do partido, para fazer uma série de reformas, com objetivo de resgatar valores históricos da legenda e reconectar o PT com setores dos quais se afastou nestes 12 anos de poder, como os movimentos sociais e a intelectualidade de esquerda.

A cúpula do PT já tem um diagnóstico primário das causas do antipetismo. Segundo dirigentes, a onda começou nos protestos de junho de 2013, quando militantes petistas foram agredidos em manifestações em São Paulo, tomou corpo durante o processo eleitoral deste ano e continuou depois das eleições, com as manifestações contra a presidente Dilma.

CORRUPÇÃO

Petistas identificaram os escândalos de corrupção, principalmente o mensalão, como estopim da onda antipetista, mas acreditam que existam outros motivos de ordem ideológica e econômica que precisam ser explicados. Além disso, o PT quer saber se o fenômeno está concentrado em São Paulo ou espalhado pelo País. Existe o temor de que a amplitude das denúncias de corrupção na Petrobras, investigadas na Operação Lava Jato, fortaleça a rejeição ao partido em outros Estados

Além do impacto eleitoral, a cúpula do partido está preocupada com casos de violência contra militantes, registrados durante e depois das eleições. Segundo dirigentes, setores da direita e da oposição incentivam, via redes sociais, o ódio e o preconceito ao PT, materializado nas manifestações pós-eleitorais. E podem servir como sustentáculo popular para pedidos de impeachment de Dilma, já alinhavados por parte da oposição.

INTOLERÂNCIA

O PT tem dificuldade de entender por que existe uma onda de “intolerância” contra o partido que, nas palavras de um dirigente, é “o que mais combateu a corrupção e mais defendeu os pobres na história do Brasil”

O questionário da Marissol será apresentado na reunião do diretório nacional do PT, na sexta-feira, 28, e no sábado, 29, em Fortaleza (CE). Além da pesquisa, a direção petista vai definir critérios e aprovar o calendário de debates para a última etapa do Congresso do partido. Com objetivo de aproveitar a onda de militância voluntária, que reapareceu no segundo turno da disputa presidencial, pela primeira vez os debates preparatórios para o Congresso serão abertos a não filiados.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – O PT é o partido mais rico, recebe doações de todo lado, pode pagar quantas pesquisas quiser. Mas é fácil entender o antipetismo. Se perguntassem a James Carville, assessor de Clinton, ele logo diria: “É a economia, estúpido!”. Se indagassem aos professores: “É a educação, estúpido!”. Aos médicos: “É a saúde, estúpido!”. Aos policiais federais: “É a corrupção, estúpido!”. E se perguntassem ao Lula, ele responderia: “É a Dilma, estúpido!”. Mas se indagassem a Dilma, ela diria: “É o Lula, estúpido!”. (C.N.)

15 thoughts on “PT contrata pesquisa para tentar entender o antipetismo

  1. Claro que é necessário ter uma pesquisa para que alguns do Clube 13 possa justificar mais umas mordidinhas na verba partidária.

    Acredito que não bastaram os movimentos de 2013 e as vaias que a dona Dilma recebeu na Copa de 2014.

    Isto se chama Cara de Pau.

  2. A solicitação de pesquisa está errada!
    Não se trata de saber as razões pelas quais há o antipetismo, mas conhecer os motivos pelos quais milhões votam no PT!
    A rejeição aos candidatos petistas é simples, e parafraseando o Mediador na sua Nota da Redação, eu diria, “É a corrupção, estúpido”!
    Pesquisa para isso?
    O PT quer é fazer teatro, colocar-se na condição de vítima, perseguido, injustiçado quando, na verdade, é exatamente esta a sua prática no poder:
    Acusador, perseguidor e reles justiceiro!
    O Partido dos Trabalhadores é composto de traidores, mentirosos, enganadores, profissionais altamente treinados para explorar o País, alterar a realidade dos fatos, antidemocrata, apátrida, que quer de todas as formas implantar um comunismo no Cone Sul-americano, a tal “grande pátria”, mencionado no Foro de São Paulo.
    O PT esquece que, apesar de a maioria da população brasileira ser de incultos e incautos, a outra parcela que estudou e tem consciência política e senso crítico, o rejeita, diante do comportamento deletério dos petistas, seus escândalos. descalabros, desmandos, desonestidade e corrupção!
    O PT odeia o Brasil e brasileiros porque os substituiu pela ideologia e partidarismo, acima de qualquer sentimento pela Pátria e povo, em consequência, queria o quê?!
    Certamente o resultado dessa pesquisa será um tiro no pé dos petistas, que não apresentarão seus dados ao público pelo fato de que serão uma confirmação das eleições à presidência que foi fraudada ou, então, os números serão adulterados, outra especialidade do PT.

  3. corrigindo a NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG:

    o correto é

    … E se perguntassem ao Lula, ele responderia: “É a Dilma estúpida!”. Mas se indagassem a Dilma, ela diria: “É o Lula estúpido!”.

  4. Interessante e instigante o artigo de Ricardo Galhardo, Estadão.

    Em tempo de fazer uma limonada prazerosa, a nota do Moderador, rebatendo a peteca para James Carville, traz resumo fantástico, que explica num demão,a indagação do PT – na minha opinião- muita da cretina. Permita-me:

    “NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – O PT é o partido mais rico, recebe doações de todo lado, pode pagar quantas pesquisas quiser. Mas é fácil entender o antipetismo. Se perguntassem a James Carville, assessor de Clinton, ele logo diria: “É a economia, estúpido!”. Se indagassem aos professores: “É a educação, estúpido!”. Aos médicos: “É a saúde, estúpido!”. Aos policiais federais: “É a corrupção, estúpido!”. E se perguntassem ao Lula, ele responderia: “É a Dilma, estúpido!”. Mas se indagassem a Dilma, ela diria: “É o Lula, estúpido!”. (C.N.)”

    Nota 10., Moderador.
    Resta a pergunta : será preciso que se faça um desenho?

  5. O PT tem dificuldade de entender porque exite uma onda de “intolerância contra
    o partido que, nas palavras de um dirigente, é “o que mais combateu a corrupção e
    mais defendeu os pobres na história do Brasil”.
    É por essas mentiras e outras, pela cara de pau, achando que todos brasileiros são
    idiotas, é o governo da enganação da mentira, do estelionato eleitoral, tudo que ao Aécio neves defendia, a Presidente Dilma condenou na campanha, depois de eleita está fazendo tudo que condenava. Só um estúpido não entende.

  6. ESTÃO SÓ COMEÇANDO A COLHER O QUE VEM PLANTANDO! ÓDIO, INTOLERANCIA, SOBERBA, CORRUPÇÃO, DESCARAMENTO, CANALHICE, HIPOCRISIA, VAGABUNDAGEM, ROUBALHEIRA, INCOMPETENCIA E UM MONTE DE “MALFEITOS” A MAIS.
    HOUVE ÉPOCA QUE SE ACHAVA QUE OS MILITARES ERAM INVENCÍVEIS, QUE IRIAM PERMANECER NO PODER ATÉ MUITO DEPOIS DO ANO 2000, O FATO É QUE POR MUITO MENOS, FORAM TODOS PRO “SACO”, MILITARES, ARENA, PDS E ASSEMELHADOS COMO PFL.
    O PT TAMBÉM NÃO TERÁ FUTURO MUITO FELIZ. SE ATÉ A PODEROSA URSS SE ACABOU, IMAGINE UM PARTIDINHO ARROGANTE COM PRETENSÕES HEGEMONICAS. ERA PARA TER ACONTECIDO AGORA, MAS GRAÇAS A CORRUPÇÃO E AS PROPINAS DA PETROBRÁS ELES FIZERAM O DIABO PARA GANHAR MAIS ESSA ELEIÇÃO. MAS COMO BEM DISSE MARINA SILVA, GANHARAM PERDENDO. PERDERAM O RESPEITO DA MAIORIA DAS PESSOAS DE BEM DESSE PAÍS. UM EVENTUAL IMPEACHMENT(AINDA QUE IMPROVÁVEL) É APENAS UMA QUESTÃO MUITO MAIS POLITICA DO QUE JURÍDICA. POSSO ESTAR CHUTANDO MAS NÃO DOU MAIS DO QUE 30% DE POSSIBILIDADES DE A PRESIDANTA TERMINAR O MANDATO EM 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *