PT e Lula divergem sobre o fim de Arruda

O partido, às 13:22 protocolou pedido de impeachment do governador de Brasília. Lula havia tentado ficar em cima do muro, quando disse, “não posso falar, só depois do fim da investigação policial”.

O partido não esperou e contrariou o presidente da República. Mas não querendo dar a impressão de hostilidade, disseram aos jornalistas: “Queremos garantir mais um palanque para o candidato do PT à sucessão”.

Ler corretamente: escreveram e falaram candidatO e não candidatA.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *