PT e PSDB devem manter hegemonia nas grandes cidades

Fernando Rodrigues (Folha)

O resultado do primeiro turno e as últimas pesquisas de intenção de voto mostram que PT e PSDB devem manter a hegemonia nas maiores cidades do país. Os dois partidos comandam 37 dos 85 mais relevantes municípios brasileiros. Ambos têm chance de manter esse número, com leves variações.

Hoje o PT de Lula e da presidente Dilma Rousseff controla 22 dessas grandes prefeituras – poderá ficar, no máximo, com 20. Os tucanos, que lideram a oposição, estão em 15 cidades e podem ir a 17.

Levando-se em conta só as 26 capitais, o PT pode levar São Paulo, mas não repetirá o feito de 2004, quando venceu em nove das 26 capitais. Nas capitais, há uma lenta e gradual redução do PT, que pode ser bem compensada neste ano com a possível conquista de São Paulo. Em 2008, caíram para seis as capitais conquistadas. Hoje, a sigla tem sete.

Nas eleições deste ano, o PT já elegeu um prefeito de capital (Paulo Garcia, em Goiânia). Hoje, outros cinco petistas têm chance de vitória. Ou seja, no máximo a sigla do ex-presidente Lula e da presidente Dilma Rousseff terá seis capitais sob seu domínio a partir de 2013.

Essa estagnação do crescimento do PT em capitais é compensada com folga pela virtual vitória de Fernando Haddad em São Paulo, com 8,6 milhões de eleitores.

Ainda assim, a legenda havia dado mostras de que sua rota de crescimento seria constante a partir do final dos anos 90. Mas a fragmentação partidária impede que uma única agremiação política domine as prefeituras de capitais. Essas cidades são cobiçadas pela repercussão garantida que conferem na mídia aos seus prefeitos. Esse é sempre o segundo cargo político mais relevante no Estado depois do governador.

Hoje, dez agremiações diferentes governam as 26 capitais – e em uma delas o prefeito está sem partido. Se as pesquisas se confirmarem, essa dispersão deve ficar inalterada ou até aumentar. Treze partidos têm chances de eleger prefeitos nas capitais.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *