PT jamais perdoará Moro. Se Lula ganhar a eleição, a vida do ex-juiz continuará infernizada

Sorriso Pensante-Ivan Cabral - charges e cartuns: Charge: Moro privilegiado

Charge do Ivan Cabral (Sorriso Pensante)

Vicente Limongi Netto

Juristas que me perdoem, mas Sérgio Moro foi atacado pelo vírus da burrice e do deslumbramento, ao largar a toga de juiz para fazer supletivo para a carreira política. Nunca escondeu que não tem nenhum apreço pela classe política. Um estranho no ninho, entrando na rinha das pauladas. Serpentário para quem tem couro duro.

Ainda como pré-candidato, o calouro Moro nunca disse nenhuma novidade. Em tom professoral e arrogante, fez promessas enfadonhas que todos os candidatos estão fartos de repetir.

TIRO NO PÉ – Moro deu colossal tiro no pé, aceitando ser ministro da Justiça de Bolsonaro. Jamais esperava enfrentar batalhas inglórias e tacapes pesados dos adversários. Não apenas de Lula, mas também de Bolsonaro.

Moro navegava em aparente mar tranquilo, nariz empinado e voz fanhosa, até Lula, que condenou e passou 580 dias preso em Curitiba, ser “inocentado” pelo Supremo Tribunal Federal(STF) de todas as condenações de corrupção e lavagem de dinheiro.

Crescia o inferno astral de Moro. Agora, leva pedradas de todo lado. Recebe mais flechadas no peito do que São Sebastião. O PT jamais dará trégua a Moro. Caso Lula vença as eleições presidenciais de outubro, a vida de Moro será um inferno. Nem Lexotan dará alívio.  A vingança fica ao gosto do freguês. 

NA FÉ DE SANTIAGO – A jornalista Ana Dubeux foi ao céu na Espanha. (Correio Braziliense – 22/05). Com o olhar permanente de Maria. Na frente. Sempre.  Transbordando em fé e alegria. Realizou o sonho de percorrer o Caminho de Santoago até Compostela. Tornou-se peregrina por amor e adoção. Uma viagem fascinante que Ana detalha na Revista do Correio Braziliense,

Na bagagem, o roteiro da fé. Nos tênis, perseverança. Na mochila, ternuras e reflexões. Nos descansos, nos albergues, nas refeições, o estímulo do encantamento. Nos ponches molhados, garoas de estrelas. Nas camisetas, o afago da emoção. No cachecol, o aroma do céu. Nos bonés, a forte vitalidade. Os guarda-chuvas, com tons de anjos. Ana voltou com a volúpia da conquista da paz interior. Com o sentimento do êxito e da completa realização profissional, pessoal e espiritual.

Por fim, a colunista Ana Maria Campos(Eixo Capital – Correio – 25/05) informou que o partido Republicanos procura local para o lançamento da candidatura de Damares Alves ao Senado. Que tal na aprazível Usina de Lixo de Brasília?

9 thoughts on “PT jamais perdoará Moro. Se Lula ganhar a eleição, a vida do ex-juiz continuará infernizada

  1. “Caso Lula vença as eleições presidenciais de outubro, a vida de Moro será um inferno.”
    Caro Vicente, lula e os demais, das redondezas sairam-se muito bem com a “forçada concordância” de Moro em “abandonar” COM VIDA o papel de algoz dessa combinada cacalhada e então sua estabilidade estará garantida pois a “palavra dada” por “capos”, deverá ser mantida!

  2. Está por fora pois PT não manda nem influencia o Judiciário e o MP… esses órgãos tem em seus quadros mais elevados quase a totalidade sendo de direita.

  3. O PT é maior facção criminosa do Brasil e o destino do Moro vai ser igual ao do Celso Daniel. Aparelhar o país vai ser fácil pois todo o mundo quer um cargo público. Se tiver que trabalhar, ninguém quer. Ganhando o PT estaremos no caminho da Argentina e a Venezuela vai ser o “dobro da meta”.

  4. Aplica se o dito popular: Malandro é malandro, Mané é Mané.
    Moro ao ser apadrinhado da Globo, eleito cidadão do ano, achou se um semi deus.
    Foi manipulado sem perceber, e até hj a ficha não caiu!
    Moro e Dalagnol e outros formaram uma gangue considerada imbatível, mandavam e desmandavam.
    Cumprido o objetivo principal que era tornar Lula inelegível e apodrecer na cadeia, Moro perdeu a utilidade.
    Tentou com Dalagnol uma Fundação para administrar milhões recuperados da Petrobras. Isso acordou o STF.
    Como recompensa foi convidado a ser ministro de Bolsonaro, só que como dois bicudos não se beijam… Não conseguiu continuar sua carreira de justiceiro. Foi chutado.
    Agora tenta virar político para ganhar a tão combatida imunidade parlamentar.
    Ah coitado….

  5. Sérgio Moro, por não saber que política vale golpe abaixo da linha da cintura, foi um inocente de boa fé, achou mesmo que Bolsonaro queria combater a corrupção, assim como muitos eleitores que votaram no Bolsonaro e hoje estão arrependido.
    Lula foi condenado em todas as instâncias e, em seu íntimo sabe que todas as condenações foram justas. Teve amplo direito de defesa com centenas de recursos.
    Lula para se dizer perseguido, não poderia ir contra nove juízes de todas as instâncias. Foi em cima de um, Sérgio Moro que o condenou. Moro não era de agrado principalmente dos juízes da segunda turma do STF.
    Lula agora quer vingança, se conseguir em alguma ação contra Moro, reforçará sua “inocência” A maioria do povo brasileiro merece presidentes como Lula ou Bolsonaro? Acho que não

  6. No caso de largar a Magistratura, faltou ao moro o “servo” puxando sua túnica.
    Mas o pior foi a inveja do “beiçola” entre outros.
    Todos que apoiavam a “Lava Jato” eu inclusive, ficamos ‘chateados’ pelo Moro ter aceito o ‘convite’ do posto ypiranga a mando do ‘tosco’.
    Eu, em minha ignorância política, pensei(?): “O Moro, é um Juiz, com muita informação; a esposa é advogada e por isso, sabe muito mais que minhas impressões”.
    O presente mostra que eu estava no caminho certo.
    Hoje, se eu fosse o Moro iria para Salamanca para conseguir um diploma qualquer e sair fora do nosso “inferno brasileiro” que é muito quente mas, não é para qualquer um não.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.