PT quer retomar mandato de Marta, mas não vai conseguir

Marta quer voltar à Prefeitura pelo PSB

Deu na Folha

O comando do PT em São Paulo decidiu formalmente requerer na Justiça Eleitoral o mandato da senadora Marta Suplicy, que anunciou a desfiliação do partido no final do mês passado. Em reunião na capital paulista, a executiva estadual do partido aprovou por unanimidade a decisão de apresentar o pedido.

Segundo o presidente estadual do PT, Emídio de Souza, a senadora recusou-se sucessivas vezes a dialogar com a sigla e formalizou a sua desfiliação “movida unicamente por interesses eleitorais e desmedido personalismo”.

“O PT nunca cerceou as atividades partidárias ou parlamentares da atual senadora, ao contrário disso, ela foi sucessivamente prestigiada ao longo dos anos, com o apoio da militância e das direções”, ressaltou.

Segundo ele, no caso da senadora, os “projetos pessoais” e as “conveniências do oportunismo eleitoral” não podem se sobrepor “aos projetos coletivos”.

MUITAS CRÍTICAS

A senadora, que deve se filiar ao PSB no final de junho para disputar a prefeitura de São Paulo, deixou o PT com críticas ao comando nacional do partido.

Segundo ela, a legenda tem sido o protagonista “de um dos maiores escândalos de corrupção que a nação brasileira já experimentou”.

“Os princípios e o programa partidário do PT nunca foram tão renegados pela própria agremiação de forma reiterada e persistente”, criticou.

Ela também acusou o comando do partido de isolá-la e estigmatizá-la.

No mesmo dia do anúncio da saída da senadora, o presidente do PT em São Paulo já havia avisado ao comando nacional do partido que reivindicaria o mandato na Justiça Eleitoral.

O líder do PT no Senado Federal, Humberto Costa (PE), informou também que indicará novos nomes para o lugar da senadora nas comissões parlamentares da Casa Legislativa.

Como indicada do bloco de apoio ao governo federal, ela é titular de quatro comissões parlamentares, entre elas a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) e a CDH (Comissão de Direitos Humanos).

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGO PT só faz bobagem. Esta decisão de reivindicar o mandato de Marta Suplicy vai se tornar um vexame. A lei garante que qualquer político detentor de mandato pode trocar de legenda, caso seu partido esteja desrespeitando o estatuto ou se portando de forma inconveniente. O PT hoje é um partido completamente ficha suja. Qualquer parlamentar petista pode sair do partido sem receber punição. Esta é a realidade. (C.N.)

3 thoughts on “PT quer retomar mandato de Marta, mas não vai conseguir

  1. O PT não vai conseguir retomar o mandato dela, nem ela vai conseguir o mandato de prefeita de São Paulo. Ponto. Martaxa é mais do que conhecida por estas plagas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *