PT teme dispersão de eleitores se Justiça Eleitoral barrar Lula ainda em agosto

Resultado de imagem para lula candidato charges

Charge do Simanca (Arquivo Google)

Bruno Boghossian
Folha

A discussão dentro do PT sobre a exposição de Fernando Haddad em atos de campanha simboliza a incerteza do partido sobre como se dará, na prática, a transferência de votos de Lula para seu afilhado político. Os indícios de que a Justiça Eleitoral pode acelerar a decisão sobre a candidatura do ex-presidente devem provocar uma mudança significativa nos planos petistas.

Originalmente, advogados da sigla planejavam usar prazos legais e recursos para esticar o processo em que o TSE decidirá se Lula está ou não inelegível. Em um cenário considerado otimista, a sentença sairia só na segunda semana de setembro —o que daria tempo ao partido para levar à TV a imagem do ex-presidente como seu candidato oficial por quase 15 dias.

ANTECIPAÇÃO – Ministros do TSE e procuradores, no entanto, emitem sinais de que é possível antecipar para agosto a previsão de julgamento. Nesse caso, Lula já estaria barrado antes do início do horário eleitoral gratuito.

Se este cenário se concretizar, o PT precisará decidir se sabota a abertura do período de propaganda para preservar a versão de um Lula candidato por mais alguns dias ou se finalmente deflagra seu plano B.

A grande dúvida dos petistas é a dimensão do impacto que a substituição causaria em suas bases eleitorais. O ceticismo em relação à candidatura de Lula aumentou, mas cerca de um terço do eleitorado do Nordeste ainda dizia em junho que o ex-presidente será candidato “com certeza”.

RISCO DE DISPERSÃO – O PT acredita que existe um risco de dispersão desse eleitorado no momento em que a saída de Lula da disputa se tornar definitiva. A ala da sigla que propõe que Haddad se “esconda” por enquanto entende que os simpatizantes do ex-presidente podem ficar confusos ao ver na disputa uma figura menos conhecida.

Mais de 60% dos eleitores de Lula dizem que votariam no candidato apoiado por ele, mas os petistas sabem que a transferência não é automática. Não será fácil preservar essa influência nos 58 longos dias que nos separam do primeiro turno.

11 thoughts on “PT teme dispersão de eleitores se Justiça Eleitoral barrar Lula ainda em agosto

  1. A única posição coerente que o PT poderia ter nessas eleições é o boicote.

    Como participar de uma eleição em que o partido o tempo inteiro vai atacar como sendo uma fraude?

    Se não vai ganhar, além de se enfraquecer politicamente, vai estar legitimando quem for eleito.

    O que é previsível é que, posterior às eleições, a falta de perspectiva de poder poderá enfraquecer o partido, pois todos querem estar ao lado de quem está no poder para auferir vantagens e ocupar cargos.

  2. O STF não resolve nem a vida do presidiário lula, se fica preso pelos crimes cometidos , se pode concorrer , se está incluído na ficha limpa, ou seja não resolve caso concreto ……
    E resolve fazer um plebiscito sobre a morte de inocente , querem impor a morte de inocente …
    E os assassinos que estão por ai matando nada ?

    • Ao partido PT que agora – a partir – passo a denominar PC ou partido dos clowns, falta o primário, não de estudo, mas de desprendimento e autocrítica.
      Está fadado a extinção.
      O povo agradece.

  3. Notícia para debate na TI:
    Em Porto Alegre, RS, tem um clube denominado Veleiros do Sul.

    Pois o atual marido de Manuela D’ávila, músico, após algumas apresentações no local, pretendeu entrar de sócio com a sua esposa no clube.

    Os sócios se reuniram e disseram não à comunista!

    https://gauchazh.clicrbs.com.br/colunistas/paulo-germano/noticia/2018/08/como-socios-de-um-clube-de-porto-alegre-se-articularam-para-barrar-a-entrada-de-manuela-d-avila-e-sua-familia-cjknamkbm00an01qkylx8xlql.html

    Cinismo e hipocrisia dos comunistas brasileiros vindo à tona?

    • Por isso deveríamos fazer a divisão norte -sul do pais a partir da latitude de 22.9 graus. Eu me mudaria de Timbiricica para Curitiba ou Santa Catarina.

  4. Mas a alta cúpula do partido não deve estar assim tão preocupada, se agarrando no parecer do mestre Pereirinha acredita que consegue ir empurrando com a barriga a cassação definitiva do 51 lá pelo fim de setembro. É o que jura o mestre Pereirinha, advogado da preferência da presidanta do partido.

  5. Lembram quando alguns deputados do PT votaram no Tancredo Neves e foram expulsos do partido?
    Lembra da Luíza Erondina, que ao aceitar um cargo de ministra do governos Itamar Franco, também foi convidada a se retirar do PT?
    Na reforma da previdência do lula, alguns parlamentares votaram contra o governo e também foram expulsos, sendo a mais célebre dos defenestrados a senadora Heloísa Helena?
    Pois é, então que o lula emita um “salve geral”, conclamando a todos os petistas, a não participarem da eleição deste ano, caso os “golpistas, continuem a negar a participação dele, o lula, na atual campanha e se o mantiverem preso.
    Exerça sua autoridade novamente de forma contundente e ameace de expulsão a quem colaborar com os “golpistas”,nesta eleição que segundo o clamor petista, sem o lula é fraude.
    O PT anda mais perdido que cachorro caído de caminhão de mudança, deveriam ir se queixar ao Tunécas Gurierrez, como é chamado o secretário geral da onu, lá na sua terra Portugal, até porque os rosários, santinhos e outras miçangas mandadas pelo papa argentino, nada tem adiantado.
    O PT esta ano volta ao seu “naniquismo” original,
    do qual nunca deveria ter saído.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *