PT tenta se prevenir para evitar o crescimento de Ciro Gomes na reta final

Haddad e Manuela estão apreensivos com a ofensiva

Daniela Lima
Folha/Painel

Há pedras no caminho. Apesar do discurso de confiança na presença de Fernando Haddad no segundo turno, coordenadores da campanha do PT se preparam para jogadas de última hora no campo da centro-direita. A princípio, dizem, pode haver movimento para esvaziar de vez as candidaturas de João Amoêdo (Novo), Alvaro Dias (Podemos) e Henrique Meirelles (MDB) em favor de Jair Bolsonaro (PSL). Outra hipótese é parte do eleitorado abraçar Ciro Gomes (PDT), travar a alavancagem do PT e forçar a terceira via.

O PT analisa as chances de o grupo que não quer Bolsonaro e Haddad no segundo turno aderir à tese de que Ciro é uma opção viável para virar o jogo. O principal trunfo do pedetista é o índice que ele alcança na etapa final da disputa: derrota o deputado do PSL fora da margem de erro.

NAS RUAS – A ordem no QG de Haddad é investir pesado na campanha nas ruas e na TV para acelerar a transferência de votos e esvaziar Ciro Gomes. Se o petista chegar a 20% nas principais pesquisas e o pedetista baixar ao patamar de 10%, calcula a sigla, dá para respirar.

O PT se reúne na segunda-feira (dia 24) para discutir a tática a ser usada na reta final da eleição. Quer decidir se antecipa a estratégia de rivalizar diretamente com Bolsonaro, explorando a posição dele na votação de projetos como a PEC das Domésticas.

TUCANOS NO AR – Estrategistas da campanha de Geraldo Alckmin (PSDB) tentam reanimar os aliados mais pessimistas com o seguinte raciocínio: a onda a favor de Bolsonaro chegou cedo.  A 13 dias da eleição, dizem, há tempo para fazer esse movimento refluir.

Esse grupo cita o que houve com Aécio Neves (PSDB) em 2014 e com João Doria na eleição de 2016. Nesses casos, avaliam, o impulso final ocorreu nos três dias que antecederam o pleito, tornando o crescimento irrefreável para os adversários.

A campanha tucana diz que o vídeo que aponta para o risco de venezuelização do Brasil teve impacto no eleitor, segundo pesquisas internas. Mas o núcleo político da campanha tucana diz que, se o bombardeio sobre Bolsonaro não surtir efeito nas próximas pesquisas, se Alckmin não sair do lugar, já era.

15 thoughts on “PT tenta se prevenir para evitar o crescimento de Ciro Gomes na reta final

  1. Políbio Braga rege em nome da população do Sul às canalhices de Ciro Gomes:

    “Chegou a hora de examinar a sanidade de Ciro Gomes”

    “Os discursos destrambelhados do candidato Ciro Gomes nas últimas semanas e o repetido uso de palavrões contra adversários, podem resultar no pedido de impugnação da candidatura do coronel do PDT.

    O pedido deve ser acompanhado de dois tipos de exames diferentes:

    1) Exame de sanidade mental, do mesmo gênero do que foi pedido para o agressor Adelio de Oliveira.
    2) Exame toxicológico.

    A agressividade da retórica criminosa do candidato do PDT, é fator de desequilíbrio da campanha eleitoral deste ano.”

    polibiobraga.com

  2. O que foi previsto aqui no ano passado está se confirmando:

    -Todos os bandidos desta Terra, unidos em torno de um só nome.
    -Contra o Bolsonaro que, APESAR DE NÃO SER SANTO, tem como inimigo todos os chefões do crime organizado do país… e por isso mesmo, ele deve ser melhor do que estes, pois se comungasse na mesma igreja deles, teria todo o apoio.

  3. Bolsonaro melhora a cada dia e até o final do mês estará em casa:

    “O paciente apresenta boa evolução clínica, permanece sem dor, sem febre ou outros sinais de infecção. Não tem disfunções orgânicas e os exames laboratoriais estão estáveis. O dreno colocado no seu abdome há três dias foi retirado hoje pela equipe da radiologia intervencionista” – HAE

  4. CABEÇA Á PRÊMIO !!! Pago uma rodada pra quem descobrir por que A INHACA-CRUIZ-CRERÉDO do PT, TODA VEZ ESSA PRAGA RETORNA AO PÓDIO!

    JÁ NÃO BASTA A FALTA DE COMPETITIVIDADE, INVENTARAM ESSE NOVO PT PRA QUE???

  5. Do jeito que Ciro vem se comportando ultimamente, os petistas não tem com que se preocupar.
    Será que Ciro acha mesmo que suas falas destrambelhadas vão lhe render votos? Ou está jogando para perder e garantir alguma boquinha num governo petista?

  6. É hora de Ciro 12, vamos eleger com o presidente os deputados federais e estaduais da marca brizolista. Mudar o governo com Ciro na cabeça, melhorando com 12 os Parlamentos em Brasília e nos estados. http://www.pdt.org.br

    VOTO Paraná com Assis do Couto 1215 federal, Nelson Luersen 12680 estadual, Nelton Friedrich 123 e Roberto Requião 151 senadores, João Arruda 15 governador, todos com Ciro Gomes 12 presidente.

    RATINHO ABANDONA ALVARO: Todos acreditavam que o clã dos Ratinhos iam apoiar Alvaro Dias, que em troca deu apoio do Podemos a Ratinho Jr em sua campanha pelo governo do Paraná (isolando seu irmão Osmar Dias que em razão disso desistiu da disputa). Qual o que. Ratinho entrou de corpo, alma e apetrechos na campanha de Jair Bolsonaro, como se vê no vídeo. A notícia caiu como um petardo nos arraiais de Alvaro Dias. http://www.fabiocampana.com.br/2018/09/ratinho-esquece-alvaro-e-vai-de-bolsonaro/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *