PV também declara apoio a Aécio Neves

Eduardo Jorge defendeu o apoio a Aécio Neves

Yara Aquino
Agência Brasil 

O PV declarou apoio ao candidato à Presidência da República Aécio Neves (PSDB) no segundo turno das eleições. A decisão foi tomada hoje (8) pela maioria dos membros da executiva do partido. Foram 33 votos a favor do apoio a Aécio, 6 pelo apoio à candidata Dilma Rousseff (PT) e 3 abstenções.

O candidato do PV à Presidência no primeiro turno, Eduardo Jorge, disse que o partido encontrou maior convergência com as propostas de Aécio Neves. Segundo Eduardo Jorge, apesar do apoio, o PV manterá uma postura crítica e de independência.

“O critério com que o PV faz essa indicação são dois elementos muito importantes, o elemento crítico e o da independência. Crítico porque reafirmamos nossas bandeiras. Não vamos arriar as bandeiras que levantamos no primeiro turno. O segundo é a independência. Não estamos pedindo nada, estamos fazendo isso porque acreditamos que, no confronto entre as duas candidaturas, essa é a mais próxima das nossas teses”, destacou.

Em documento divulgado após a reunião, o partido justificou a opção por adotar um posicionamento afirmando que “a posição de neutralidade, no caso de um partido como o nosso, não é aceitável” e que se omitir seria um “egoísmo partidário”.

ALTERNÂNCIA NO PODER

O presidente do partido, José Luiz Penna, disse que o interesse do PV na alternância do poder é um dos fundamentos para o apoio a Aécio Neves. “Temos diferenças, mas marcamos nosso interesse pela alternância de poder”, disse. Segundo ele, as diferenças de posicionamento serão apresentadas ao candidato do PSDB.

O PV elaborou um documento em que compara as próprias propostas às apresentadas no programa de governo de Aécio Neves e a diretrizes e ações do governo da presidenta Dilma Rousseff e identificou mais afinidades com o PSDB. O documento observa também os aspectos em que o PV não encontrou convergência com o programa de Aécio. O texto será entregue ao candidato.

PSOL NEUTRO, PSC COM AÉCIO

Outros dois partidos que tiveram candidatos próprios à Presidência também já se posicionaram para o segundo turno. O PSol de Luciana Genro, terceira colocada com 1,6% dos votos, decidiu se manter na neutralidade, por não ter afinidades nem com o PT nem com o PSDB.

Já o PSC do Pastor Everaldo, quarto colocado com 0,75%, foi o primeiro partido a declarar apoio a Aécio.

One thought on “PV também declara apoio a Aécio Neves

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *