Quando foi alvo da Polícia em 2008, Eike também foi “informado” antes e viajou

Resultado de imagem para  delegado da PF

O delegado Romero Menezes chegou a ser preso em 2008

Eduardo Gonçalves
Veja

Não foi a primeira vez que agentes da Polícia Federal (PF) bateram à porta do empresário Eike Batista e descobriram que ele estava em uma viagem ao exterior. Em julho de 2008, ele foi alvo de mandados de busca e apreensão (mas não de prisão preventiva, como agora) em sua residência na operação Toque de Midas, que investigava fraudes na licitação da Estrada de Ferro do Amapá, que fora concedida à MMX, a mineradora do grupo EBX.

VAZAMENTO INVESTIGADO – Na ocasião, a PF abriu um procedimento para apurar um possível vazamento de informações com base em dois fatos — advogados da EBX foram à Justiça buscar informações sobre o caso uma semana antes da deflagração e Eike se encontrava em Nova York na data que os agentes saíram às ruas.

Quase nove anos depois, Eike voltou a ser alvo da Polícia Federal, desta vez pela acusação de ter pagado propina ao ex-governador Sérgio Cabral na Operação Eficiência, um desdobramento da Lava Jato no Rio. E ele novamente estava em Nova York, para onde teria viajado na última terça-feira. A PF já o considera como foragido e incluiu o seu nome na lista de difusão vermelha da Interpol. E mais uma vez informou que irá apurar o vazamento de informações.

DIRETOR PRESO – Em relação ao caso de 2008, a PF acabou prendendo o diretor-executivo do órgão Romero Menezes sob a suspeita de ser o autor dos vazamentos. Depois, ele foi liberado.

Mais um ponto em comum entre as duas investigações. O então vice-diretor da MMX, Flávio Godinho, também foi alvo de buscas e – olha só – ele também estava nos Estados Unidos, mais precisamente em Miami. Nesta quinta-feira, o ex-executivo da EBX que hoje era vice-presidente de futebol do Flamengo não teve tanta “sorte” e foi detido na Eficiência, acusado de envolvimento na ocultação de propina que era paga pelas empreiteiras a Sérgio Cabral.

OUTROS PROCESSOS – Eike Batista também já é réu em uma ação penal que tramita na Justiça Federal do Rio de Janeiro por crimes contra o mercado de capitais. Segundo a denúncia que é originária do Ministério Público Federal de São Paulo, ele é acusado de manipulação de mercado e uso de informação privilegiada na negociação de ações da OSX, sua empresa de construção naval. Em outro processo, Eike foi absolvido dos crimes de formação de quadrilha, falsidade ideológica e crimes contra a economia, em março de 2016.

Por esses e outros casos, o empresário já teve os bens bloqueados pela Justiça em pelo menos duas ocasiões, o que contribuiu para a desidratação da sua fortuna que já foi uma das maiores do país. O último bloqueio às suas contas foi decretado pela Justiça das Ilhas Cayman no valor de 63 milhões de dólares. A informação data de outubro do ano passado, mas foi divulgada nesta terça-feira.

10 thoughts on “Quando foi alvo da Polícia em 2008, Eike também foi “informado” antes e viajou

  1. Hê, Hê , estamos bem , de ‘julgador ‘ a conselheiro….
    Quanta ‘ harmonia’ entre os poderes….
    —-
    Política.

    Gilmar Mendes, o conselheiro do Planalto
    Com Temer sob pressão dos políticos aliados, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo, vira peça-chave na escolha do substituto de Teori Zavascki no Tribunal.

    TALITA FERNANDES
    27/01/2017 – 20h01 – Atualizado 27/01/2017 20h01.

    (…)…O restaurante NB Steak da Rua Ramiro Vasconcelos, na região central de Porto Alegre, recebeu figuras de destaque da política e da Justiça brasileira no dia 21 de janeiro. Naquela tarde, o corpo de Teori Zavascki fora velado e sepultado na capital gaúcha, dois dias após sua trágica morte em um acidente aéreo. Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal Federal, almoçou na churrascaria com Eliseu Padilha, ministro-chefe da Casa Civil. Gilmar mostrava-se abatido com a morte do colega. O momento era de luto, mas ambos sabiam que nos próximos dias teriam de começar as conversas sobre o substituto de Teori, que era o relator da Operação Lava Jato no Supremo

    No dia seguinte, Gilmar jantou no Palácio do Jaburu, onde o presidente Michel Temer mora. Foi lá discutir o perfil do novo ministro do Supremo. Indicado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso em 2002, Gilmar tem amplo conhecimento da Corte e de seus integrantes. Ele já presidiu a Corte e está no comando do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pela segunda vez. Para um governo desnorteado com a morte inesperada de Teori, Gilmar tornou-se um interlocutor valioso na escolha do substituto. Por causa da Lava Jato, o Palácio do Planalto precisa encontrar um nome capaz de passar por um amplo escrutínio da opinião pública, que teme que a sucessão de Teori se transforme num acerto para frear a operação que ameaça uma centena de políticos do Executivo e do Legislativo. Com a vacância de uma cadeira do STF, o apetite da cúpula do PMDB despertou. Boa parte dos chefes do partido está na mira da Lava Jato e será ainda mais alvejada pelas novas revelações que virão a público com a delação dos executivos da Odebrecht.

    http://epoca.globo.com/politica/noticia/2017/01/gilmar-mendes-o-conselheiro-do-planalto.html

  2. Evidente que este ladrão, Eike, foi avisado que seria preso pela PF!

    Teve tempo de se evadir do Brasil, e hoje debocha do povo na Alemanha ou onde estiver.

    O País conseguiu provar para o mundo que, O CRIME COMPENSA, e muito!

    Parlamentares ladrões, governantes ladrões, um Supremo Tribunal a lhes proteger e soltar quando detidos, o crime nesta terra se tornou absolutamente normal e aceito pelo povo, que diante de sua imbecilidade e idiotice, segue sendo escravo por meio ano para sustentar esta corja, e se resigna à própria sorte ao exclamar irresponsavelmente que, “Deus quis assim”!!!

    O MEU DEUS não quer que eu seja explorado, roubado, aviltado em meus direitos.

    O MEU DEUS quer que eu seja uma pessoa correta, decente, honesta, na razão direta que me deseja uma vida boa, sem ser prejudicado por ladrões e aproveitadores!

    Este Deus que acata tais desmandos e descalabros e determina que seus filhos sejam tolerantes e pacíficos com aqueles que lhes violentam não deve ser considerado como tal, mas um impostor, uma falso deus, simplesmente o demônio atazanando o paspalho do cidadão que pensa desta forma!

    Assim, se continuarmos a ser omissos, idiotas, manipulados por canalhas, os que querem que seja “assim” são os ladrões, e inteligentes, pois incutiram na mente de abobados que a dificuldade que hoje uma pessoa decente encontra em viver neste país é por desígnios divinos, que barbaridade!

    Bom, “assim” como cresce a roubalheira, a corrupção e a desonestidade neste Brasil, aumenta a estupidez do povo, a sua debilidade perante este império do mal que nos transformamos, desgraçadamente!

  3. Acho que deve ser alguma coisa no ar ou na água… Eita povinho sem vergonha. Não respeita o meio ambiente,joga lixo no chão, corta pela direita, fura a fila, enfim… Detalhes, aparentemente,pequenos que levam a esse tsunami de falcatruas. Não devemos colocar a culpa em Deus. O povo é livre para escolher de que lado está. No caso do Brasil, prefere o fundo da latrina ,bem.pertinho.de. satanás…Deus é cavalheiro, só entra quando se permite.. Abraço fraterno,Bendl..

  4. De acordo com o xerife do exército quem quer INTERVENÇÃO é tresloucado… ,Pois as INSTITUIÇÕES funcionam perfeitamente. Esse mesmo infeliz diz que 55 mil homicidio anuais ( na conta dele) não se compara a nenhum conflito no planeta. Não consigo arrumar um adjetivo mais pejorativo para este infeliz. Que vergonha, xerife!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *