Quanto à condenação de Maluf, só falta a manifestação de solidariedade do PT

Marcelo Mafra

Em relação à decisão da Justiça da ilha de Jersey, com a condenação de duas empresas ligadas a Paulo Maluf, indicando o desvio de dinheiro dos cofres públicos da Prefeitura de São Paulo, está faltando uma manifestação do PT, o partido ao qual ele se aliou na última eleição municipal.

Como parece que virou moda esse partido divulgar notas de apoio a criminosos condenados, também poderiam, para aproveitar o momento, fazê-lo agora em relação a Maluf. Falta também Lula vir a público e dizer, assim como disse em relação a si próprio, que Maluf, ao ser eleito deputado federal, já foi julgado pelas urnas e absolvido.

Quem sabe, pela habilidade demonstrada em fazer circular o dinheiro público, Paulo Maluf possa vir a ser convidado para o cargo de Secretário de Finanças da Prefeitura de São Paulo.

###
SENTENÇA INÓCUA

Laco Silva

Decisão para valer contra o Maluf só a proferida e executada por juízes brasileiros. A criminal de país estrangeiro contra cidadão brasileiro aqui residente não se executa aqui. Juiz estrangeiro compelir brasileiro a cumprir obrigação aqui parece piada. Se o dinheiro está em poder da Justiça lá, por que não é devolvido às autoridades competentes daqui?

A grande verdade, que não se pode negar, é que o Maluf, como Sarney e alguns outros que morreram e ainda vivem, são protegidos do sistema, do modelo econômico, do regime que sempre tivemos, isto é, não são iguais aos demais brasileiros. São apenas iguais a nós de mentirinha, na Constituição que é desrespeitada desde que foi promulgada.

###
MENSALEIROS…

Celso Botelho

Sob a perspectiva do pensamento comunista revolucionário, nenhum dos mensaleiros cometeu crime algum, mesmo considerando haverem levado uma comissão. Fizeram exatamente o que deles esperava-se: roubar, fraudar, falsificar, mentir, distorcer, corromper, evadir divisas etc. para beneficiar o Partido dos Trabalhadores que estava e está no poder.

Muitos petistas estão se limpando na própria sujeira ao acusar os mensaleiros de traidores quando cumpriam com o seu dever: corroer as instituições e submeter outro poder da República, através da distribuição de propinas, para atender seu diabólico projeto político de se eternizar no poder.
Condenar meia dúzia de safados não resolve coisa alguma. Dentro em breve virão à tona esquemas mais sofisticados que o Mensalão, sempre sob os auspícios do PT, que, como Lula, sai impune de toda essa lambança.

O Lula deveria ter sido apeado do poder já em 2005 (e preferencialmente banido do país) e o PT fechado para todo sempre, posto que todo esquema de corrupção só possuía o objetivo de beneficiá-lo.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *