Quanto mais candidatos houver, menor será a chance da terceira via contra Lula e Bolsonaro

Charge do Duke (domtotal.com)

Pedro do Coutto

Na minha opinião, não há dúvida de que quanto maior for o número de candidatos às eleições presidenciais de 2022, menor será  possibilidade de surgir uma terceira opção capaz de se opor tanto a Lula da Silva quanto a Jair Bolsonaro, pois não haverá disponibilidade suficiente de votos para que essa terceira via alcance uma escala capaz de romper o equilíbrio entre as forças predominantes no quadro político.

Essa visão tornou-se mais nítida quando assisti na noite de domingo, na GloboNews, o debate entre Ciro Gomes, Henrique Mandetta e Alessandro Vieira, este último do Cidadania do Sergipe. Ciro Gomes é o candidato do PDT, apoiado pela velha guarda brizolista. Henrique Mandetta é o ex-ministro da Saúde que foi afastado do cargo, segundo a versão que circulou, por estar aparecendo demais na televisão e nos jornais. Argumento absurdo e principalmente falso. Mandetta, vemos hoje, foi afastado por outros motivos, entre os quais o que envolveu a tentativa de compra de vacinas. Essa tentativa incluiu uma surpreendente intermediação preenchida pela empresa Precisa que de forma imprecisa apresentou o projeto que previa até uma parcela antecipada de pagamento.

CPI DO SENADO – Esse projeto foi derrubado, sem dúvida, pela CPI do Senado Federal. Foi uma decisão importante, uma vez que se houvesse ocorrido o contrário os prejuízos do país seriam enormes no campo financeiro, significando também a morte de mais de 100 mil pessoas,além daqueles cujas vidas teriam sido preservadas se o governo Bolsonaro tivesse adquirido a quantidade de vacinas, tanto da Coronavac, quanto as da Pfizer e da Astrazeneca, produtoras que colocaram as suas vendas à disposição do nosso país.

Afastado Mandetta, Nelson Tech não resistiu três semanas, Eduardo Pazuello foi afastado do cargo e agora Marcelo Queiroga, que vem de ações negativas seguidas, procura mostrar o seu apoio ao bolsonarismo para permanecer no cargo. Ainda falta uma semana para ele completar a sua quarentena em Nova York. Mas, a questão da Saúde é um aspecto que acrescenta uma parcela adicional de desgaste ao presidente Bolsonaro na campanha em que busca a reeleição no próximo ano.

O ACERTO DAS PESQUISAS – As pesquisas dos dias finais da campanha na Alemanha pelas eleições legislativas que vão ter como desfecho a escolha do primeiro-ministro que após 16 anos sucederá Angela Merkel no comando do governo. A centro-esquerda, revela reportagem de página inteira no O Globo, alcançou 25,7% dos votos contra 24,1% da União Democrata-Cristã,  e em terceiro lugar ficaram os Verdes com 14,8%.

A extrema-direita alemã cuja imagem remete ao sinistro nazismo ficou com 10,3%. Mas falei no êxito das pesquisas. As que foram publicadas no sábado apontavam para uma vitória do Partido Social Democrata por 25 a 22. Apontou 16 pontos para os Verdes. Assinalaram 11% para a extrema-direita e ela saiu das urnas com 10,3 %, fração de uma era que a história universal ainda não conseguiu sepultar totalmente. Mas a extrema-direita existe. Felizmente a democracia predomina.

12 thoughts on “Quanto mais candidatos houver, menor será a chance da terceira via contra Lula e Bolsonaro

    • 1) Viva a Social Democracia Alemã.

      2) Um primo, falecido, que foi professor médico em Harvard, na época da ditadura por aqui, recebeu medalha do “Bundestag”, o Parlamento Alemão, na época, o Secretário Geral do SPD – Partido Social Democrata era o grande Willy Brandt, desde então torço por eles.

  1. O bom dessa.ascensao do Bolsonaro ao Poder é que descobrirmos como tinha tanto louco e desinformados no Brasil.
    Vemos agora, o resultado do desmonte da Educação Publica iniciado no regime militar e exacerbado agora pelo governo Bolsonaro, que se inspira naqueles tempos sombrios. Todos os seus Ministros da Educação estão nesse projeto, que vai acabar com a identidade Cultural do Brasil. A Educação vai virar um direito somente da Elite.
    Ele já disse, que o trabalhador deve aprender só português e matemática.
    Final dos tempos para o povo, que ficará alheio a tudo. Volta da Escravidão.

  2. Realmente, a possibilidade de uma terceira via viável fica menor a cada novo candidato que aparece. As atuais alternativas são ótimas tanto para o Luladrão quanto para o mito, os que estão aí já ficam no primeiro turno, para a alegria da dupla citada acima. Luladrão, mito, qual dos dois é o pior? Esta nem Deus sabe responder.

Deixe um comentário para James Pimenta Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *