Quem sair vitorioso não precisa que Bolsonaro passe a faixa, diz Lula, ironizando o adversário

Lula reclama estar sendo envolvido por fake news

Deu no UOL

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse hoje que não acredita em um golpe do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nas eleições do ano que vem. Para o presidenciável petista, quem vencer não “precisa dele para passar a faixa”.

As declarações do ex-presidente, publicadas em seu Twitter nesta manhã, se dão em meio a ataques de Bolsonaro ao sistema eleitoral e ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), com informações falsas.

Não acredito em golpe do Bolsonaro. Ninguém que ganhar as eleições precisa dele pra passar a faixa. O povo entrega. O grande golpe que ele deu já foram as eleições de 2018. Mentiu a campanha toda, não participou de nenhum debate e foi eleito.

SUBINDO O TOM – Lula, presidenciável para 2022, tem subido o tom contra o presidente. “Bolsonaro tem medo porque sabe que vai perder e, ele perdendo, tem medo de ser preso”, declarou, em entrevista à emissora alemã ARD.

Nas últimas semanas, Bolsonaro tem intensificado seus ataques ao sistema eleitoral brasileiro, com informações falsas e já desmentidas contra as urnas eletrônicas e em apoio ao voto impresso. Em entrevista na última quinta (5), o presidente voltou a ofender ministros do STF, em especial Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso, e ameaçou sair “das quatro linhas da Constituição”.

“A hora dele [Moraes] vai chegar. Porque ele está jogando fora das quatro linhas da Constituição há muito tempo. Não pretendo sair das quatro linhas para questionar essas autoridades, mas acredito que o momento está chegando”, disse o presidente. “Não dá para continuarmos com ministro arbitrário, ditatorial”, completou ele em entrevista à Rádio 93 FM, do Rio de Janeiro.

LIRA REAGE – Na última sexta-feira (6), o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), declarou que enviará a votação da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 135/19, que torna obrigatório o voto impresso, ao plenário, mesmo após a derrota em comissões.

Ao enviar o projeto, no entanto, Lira decidiu mandar uma mensagem ao presidente. “Não contem comigo com qualquer movimento que rompa ou macule a independência e a harmonia entre os Poderes”, disse o deputado, que citou o “botão amarelo”, em referência clara às dezenas de pedidos de impeachment de Bolsonari que estão parados na sua mesa, aguardando decisão.

7 thoughts on “Quem sair vitorioso não precisa que Bolsonaro passe a faixa, diz Lula, ironizando o adversário

  1. Vocês acham que conhecem todas as taras, defeitos e limitações do Mito, mas não se referem às habilidades, a diplomacia, por exemplo, pois então escutem: Na quinta feira, quando recebeu o conselheiro de Joe Biden, Jake Sullivan, fez questão de deixar bem claro que sua luta pelo voto impresso era para repetir a fraude contra Donald Trump. É mole?

  2. Como deve ter sido difícil para FHC passar a faixa para Lula.
    FHC um acadêmico, poliglota, passar a faixa para um semi analfabeto!
    Isso é democracia.
    Bolsonaro poderá provar ser democrata.
    Alguém dúvida?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *