Quem substituirá Luiz Dulci?

Helio Fernandes

Ele escrevia, com enorme dedicação, os discursos que Lula “lia” de improviso. Ele mesmo cansou de escrever, não quis continuar. Deixando a pergunta: Dona Dilma falará de improviso (sempre?) ou terá alguém para essa tarefa?

Não se trata nem de saber ou não saber escrever, e sim de falta de tempo. John Kennedy, que fez um belíssimo Curso de Jornalismo em Harvard, lia discursos escritos por Ted Sorense. Até o que não pronunciou, na crise de 1962, identificada como “os mísseis de Cuba”. Quem conhece e onde ficou o discurso desnecessário?

 ***

PS – Já contei aqui. Na campanha eleitoral de 1955, Augusto Frederico Schimdt, Álvaro Lins e este repórter escreviam discursos para o candidato JK. Como eu viajava sempre, (o melhor da campanha era isso) entregava a ele, que falava de improviso. Ha!Ha!Ha!

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *