Quem tem bom senso dentro dos quartéis não vota mais em Bolsonaro, afirmam militares

Altamiro Borges: Bolsonaro faz novos agrados aos militares - PCdoB

Charge do Nani (nanihumor.com)

Vicente Nunes
Correio Braziliense

Em 2018, o engajamento dos militares à candidatura de Jair Bolsonaro foi quase total. Dos praças aos generais, a grande maioria votou no ex-capitão como forma de impedir a volta do PT ao poder. Pois três anos depois, militares ouvidos pelo Blog dizem que, em 2022, quem tem bom senso não repetirá o voto no presidente.

Diz um fardado de alta patente: “O descontentamento dentro dos quartéis com a forma como Bolsonaro conduz o país é grande. Somente os meninos mais novos ainda se empolgam com o discurso belicista e sem noção do presidente”.

AMADURECIMENTO – Segundo ele, aqueles que apoiaram Bolsonaro em 2018 amadureceram e, agora, tem discernimento para não repetir o erro.

Na visão dos mesmos militares, Bolsonaro faz muito mal à imagem das Forças Armadas, sobretudo ao Exército, ao disseminar a ideia de que tem o domínio dos quartéis. Isso prejudicou demais a percepção que a sociedade tem dos militares.

E dizem que, felizmente, os comandantes conseguiram manter a serenidade que é necessária.

SETE DE SETEMBRO – O ponto mais alto de tensão nos quartéis foi durante o Sete de Setembro, quando Bolsonaro e aliados tentaram dar um golpe no país.

O presidente e o grupo palaciano acreditaram que tinham total controle sobre as Forças Armadas, mas nenhum dos comandantes da ativa pensou em sair das quatro linhas da Constituição.

Nos quartéis, mesmo com o tom dos discursos de Bolsonaro muito acima da normalidade, os comandantes continuaram levando a vida com tranquilidade. “Foi o melhor a ser feito. Não há como as Forças Armadas embarcarem em aventuras de governos de plantão”, ressalta outro fardado.

11 thoughts on “Quem tem bom senso dentro dos quartéis não vota mais em Bolsonaro, afirmam militares

  1. Mas a única categoria “profissional” beneficiada até agora por este desgoverno é a dos milicos, coisa que nós paisanos do serviço público não. Então cabe aos milicos votarem no mito como forma de agradecimento.

  2. 1) Me parece um artigo para inglês ver… financeiramente estão muito bem…

    2) Uma coisa é falar… outra coisa é ali na urna, na hora do voto, prestigiar o colega Presidente.

    3)É um tipo de matéria jornalística que desvia a atenção do leitor, pensando que o Mandatário está em baixa, quando está em alta entre os que o apoiam…

    4) Alguns chamam de voto envergonhado, que sempre existiu no Brasil.

  3. Bolsonaro comprovadamente foi um mau militar.
    Sua opção de deixar a farda lhe foi imposta. Ou será expulso SEM vencimentos!
    Basta esta informação para que os bons militares não o apoiassem.
    Mas, falou mais alto os benefícios que compraram as consciências!

  4. Kkkkkkkkkkk, esse vive no fantástico mundo de Bob. Os militares estão fechadíssimos com o mito. Aumento de soldos, manutenção de privilégios previdenciários entre outros, tudo isso nesse governo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *