Recordar é viver: TRF soltou assessor de Palocci, alegando que Moro tinha errado…

Resultado de imagem para Branislav Kontic

Assessor entregava propina de Lula em dinheiro vivo

Carlos Newton

O sociólogo Branislav Kontic, assessor do ex-ministro Antonio Palocci e apontado por Marcelo Odebrecht como entregador das propinas em dinheiro vivo ao ex-presidente Lula da Silva, tinha sido preso pela Lava Jato em 26 de setembro, por decisão do juiz Sergio Moro, mas foi solto no início de dezembro e passou o Natal em casa, por ordem do Tribunal Regional Federal de Porto Alegre. Na época, ao revogar a decisão do juiz federal, os desembargadores do TRF consideraram que não havia no caso de Kontic nenhum dos pressupostos necessários para a prisão preventiva, como risco de fuga, possibilidade de destruição de provas ou coação de testemunhas.

Segundo a força-tarefa da Lava Jato, Branislav foi preso por envolvimento direto na corrupção, pois trocava mensagens com Marcelo Odebrecht para marcar as reuniões do empresário com Palocci, quando eram discutidas medidas do governo Lula que poderiam beneficiar a empresa.

Quando decretou a prisão de Palocci e Kontic, o juiz Moro disse que a prisão era “um remédio amargo”, mas necessário porque os dois teriam intermediado o pagamento ilícito no exterior “de milhões de dólares e reais para campanhas eleitorais”.

TENTOU SUICÍDIO – Branislav Kontic tentou se suicidar depois que o juiz da Lava Jato decidiu transformar a prisão temporária em preventiva. A Polícia Federal afirmou que o sociólogo ingeriu cerca de 40 comprimidos na carceragem.

À época da tentativa de suicídio, o ex-deputado Adriado Diogo (PT) se manifestou nas redes sociais, lamentando a ocorrência e comparando ao assessor de Palocci ao ex-presidente Lula, em matéria de comportamento ilibado: “Meu grande amigo Brani, a pessoa mais honesta do mundo!”, postou o político petista.

E o advogado José Roberto Batochio, que defende Lula, Palocci, Mantega e Kontic, comemorou a decisão do TRF. “É um dos primeiros passos para romper o bloqueio imposto pelo Moro.”

MORO TINHA RAZÃO – Quatro meses depois, mais uma vez fica confirmado que o juiz Moro tinha agido acertadamente ao determinar a prisão do ex-assessor de Palocci, que. apesar de rivalizar com Lula na disputada da Piada do Ano, para se saber quem era o homem mais honesto do mundo,  na verdade participou diretamente do esquema de corrupção.

A tentativa de suicídio não foi o protesto de quem era inocente, mas a depressão de quem era culpado. Quando ao TRF de Porto Alegre, a partir de agora os desembargadores federais terão mais cuidado antes de revogar decisões do juiz Moro. Se a Justiça é cega, devia providenciar imediatamente um cão-guia.

8 thoughts on “Recordar é viver: TRF soltou assessor de Palocci, alegando que Moro tinha errado…

  1. Caro Newton, ela não é cega, tem os olhos vendados, e só enxerga, por um olho, quando a corja, lhe desvenda o olho, e ela só vê os 3Ps-pobre, preto e puta, cuja espada lhe corta a cabeça, o outro, é da conivência com as “zelites”, que recebem sua bençãos, sobre os crimes hediondos. uma frase: Quem julga pelo que ouve e não pelo que entende, é orelha e não juiz” Francisco G. de Quevedo, (1580-1645, escritor espanhol. e outra: “A justiça sem força e a força sem justiça, desgraças terríveis” Joseph Joubert (1754-1824, ensaísta francês, se encaixam perfeitamente em nossa justiça. Nosso Rui Barbosa, defensor de uma Justiça que faz Justiça, rogue por a Deus por nós.
    No momento temos uma exceção, de um Juiz, Sergio Moro, exemplo para os novos Juízes, de Amor e Dignidade a Srª Justiça; que Deus, os ampare e ilumine, na dura Missão de aplicar Justiça.
    Newton, tua última frase, perfeita, os Tribunais superiores, encabeçado pelo STF que está stf, são uma lástima, com seus sinistros.

  2. O DIABO, FHC, É QUE, INFELIZMENTE, AS SUAS PISCINAS TB ESTÃO CHEIAS DE RATO$, e as suas verdades tb não correspondem aos fatos, como já cantou o inesquecível Cazuza, entre muitos outros artistas populares, em sua juventude revolucionária, buscando e tentando inspirar um Projeto realmente revolucionário para o seu país e o seu povo, realmente novo e alternativo, de política e de nação, uma Revolução Redentora, como propõe a RPL-PNBC-DD-ME, que só surgiu há cerca de 20 anos, como resposta ao clamor social, depois de muito ouvir, ver e sentir os lamentos de uma sociedade enganada há pelo menos 127 anos, que é a idade da república 171 do Brasil. O fato é que, o nós ( povo brasileiro, batalhador, honesto, escravizado e fodido ) versus elle$ ( ” ricos delinquentes”, gerados pelo partidarismo-eleitoral e o golpismo-ditatorial e seus tentáculo$, velhaco$ ), que perfaz o contraponto ideal, a Terceira Via de verdade, contra o continuísmo da mesmice histérico, estéril e falacioso do nó$ X elle$, opo$ião X $ituação, o Fla-Flu entre os me$mo$ do qual fala FHC, na verdade, verdadeira, depois da Lava Jato, nunca, jamais, em tempo algum, esteve tão evidente na história da república 171 do Brasil, que, infelizmente, transpira lama e decadência terminal por todos os seus poro$, fato esse que, por si só, exige a rendição incondicional do $istema político podre, camaleônico, que perfaz a plutocracia que aí está com jeitão de cleptocracia e ares de bandidocracia, dominando tudo e todos, não obstante o prazo de validade vencido dos me$mo$ há muito tempo, tipo velho que já morreu e que não deixa o novo de verdade nascer, tal seja a Revolução Redentora, que tem que nascer e se estabelecer, nem que seja via parto a fórceps, antes que a criança redentora morra no útero da mãe, e leve consigo o sonho, a utopia, a motivação, a esperança e o projeto novo e alternativo de Política e de Nação que todos necessitamos há muito tempo, o novo caminho redentor para o novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso. http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/289825/Ap%C3%B3s-apoiar-um-golpe-FHC-volta-a-pedir-toler%C3%A2ncia.htm

  3. É lamentável que tudo isso esteja acontecendo. Embora a imoralidade seja milenar, no Brasil dos nossos tempos esse mal se disseminou em todas camadas da administração pública de forma dramática. Tudo pela influência maléfica de um degenerado ignorante e de um partido esculhambado e imoral.

    • Prezado Franco,

      Helio Fernandes rompeu comigo porque não permiti que ele entregasse o blog da Tribuna da Imprensa a um falso jornalista, que se inscreveu na ABI por medida liminar, quando a Justiça decidiu que não era preciso ter formação acadêmica para ser jornalista. O motivo é apenas este, eu não podia aceitar ordens de um “profissional” deste nível, que queria me proibir de publicar matérias do Globo e da Veja, veja a que ponto isso chegou.

      Gosto muito do Helio, no mês passado estive no Tribunal a pedido do advogado dele, Dr. Luiz Nogueira, para cuidar de assuntos do interesse do Helio, que nem sabe disso.

      Abs.

      CN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *