Refinaria Abreu e Lima é o símbolo do retrocesso da Petrobras

Antonio Pita
Estadão

O momento anunciado como um marco histórico para a Petrobras – o início da produção na primeira refinaria de petróleo construída no Brasil em 30 anos – não contou com discursos nacionalistas, mãos manchadas de óleo ou qualquer cerimônia oficial. Uma foto no celular de um operador é o registro da primeira mostra de diesel produzida na Refinaria Abreu e Lima (Rnest) – após quase dez anos e US$ 18,8 bilhões escoados em projetos superfaturados, obras inacabadas e contratos investigados no mais grave caso de corrupção do País.

No novo esforço para demonstrar ao mercado sua solidez operacional, a estatal anunciou a primeira venda de óleo da refinaria no último dia 17. Com “grande satisfação” e esmorecido entusiasmo, a presidente da companhia, Graça Foster, comemorou a primeira venda de 1.600 metros cúbicos (m³) de diesel – apenas 1% do volume possível, considerando a carga de 227 mil metros cúbicos de óleo que circulam em Abreu e Lima desde setembro (70% de todo o processamento da unidade é de diesel).

O início da operação, no dia 6 de dezembro, seria a redentora vitrine de uma gestão assolada pelo forte constrangimento financeiro, pelo inédito adiamento de balanço contábil, pela desvalorização recorde das ações de mais de 40% – sem contar a “inequívoca” corrupção que “adentrou” a cúpula da estatal, nas palavras de Graça Foster.

PRODUÇÃO ÍNFIMA

A ínfima produção evidencia a disparidade entre o discurso e a realidade da refinaria. A reportagem do Estadão sobrevoou o local e constatou o atraso do projeto que melhor evidencia o prejuízo causado pela corrupção à Petrobras e que até hoje não tem análise de viabilidade econômica atualizada.

Do alto, é possível observar unidades operacionais e prédios administrativos abandonados, além de tanques de armazenamento inacabados e depósitos de equipamentos inutilizados. Há vigas e fundações expostas, além de guindastes, andaimes, sanitários químicos, lonas e estruturas temporárias ao lado de unidades em plena operação de refino de petróleo em altíssimas temperaturas.

A fumaça branca da produção se confunde com a poeira das caçambas que percorrem as áreas internas da refinaria recolhendo entulhos. Quase todo o terreno de 6,2 mil quilômetros quadrados está ainda em chão de terra batida. Segundo os operários, foram pavimentadas apenas as vias por onde passaram os técnicos da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP) na fiscalização anterior à autorização de funcionamento da refinaria.

13 thoughts on “Refinaria Abreu e Lima é o símbolo do retrocesso da Petrobras

  1. O diesel prodizido nao da nem para abastecer a obra. O Lulla jogou o pais em uma aventura totalmente irresponsavel. O pre sal so e viavel com o petroleo acima dos U$ 70,00 o barril
    O plano energetico do Obama previa o.barril a U$ 50,00 em 2017 , mas ja ontem ele chegou U$ 48,60. Essa corja faz qualquer coisa com o pais para se manter no poder !!!

    • Pre sal é mais uma FARSA do FARSANTE BARBA.

      A Venezuela tem reservas comprovadas de 300 bi de barris: ESTA FALIDA.
      O Brasil tem reservas de supostos 10 bi de barris ( 3% ) cuja retirada só é VIÁVEL com o barril a 300 dolares

  2. Para o brasileiro ingrato, nada vale no Brasil. Sou mais a Petrobras que a OI, a FORD, a Votorantim, a Bayer , a Monsanto……

    O ódio a Petrobras choca .

    Nem ouro de serra pelada ficou aqui, evadiu-se para o Uruguai.Ninguém nunca reclamou . O aero- pó- rto não é problema , cocaína faz bem.

  3. A imagem da Petrobras foi destruída por interesse político. Sendo a Petrobras um dos braços do desenvolvimento tecnológico brasileiro, aécio do aero-pó-rto hipócrita neves , tentou acabar com ela para desmoralizar a Presidente e tirar dela um braço do desenvolvimento brasileiro. Não conseguiu ganhar a eleição, nem conseguirá acabar com ela, existem 54 milhões para protegê-la do vergonhoso ódio a empresa que gera riqueza para o Brasil.
    A Petrobras é corrupta ? E as multinacionais, não são ? Quem controla a remessa de lucros das multinacionais para o exterior ?

  4. Por favor retire meu comentário pois estou arrependido do que escrevi. . Chega de agressão ! Abaixo o Brasil ingrato, por um Brasil mais unido e menos hipócrita, mais humano, mais nacionalista´, mais sincero.

    • Acho que você esta tergiversando por motivos ideológicos ou políticos! Tenho respeitado suas opiniões aqui, mesmo não concordando, mas não lhe concedo o direito de generalizar o termo “brasileiro ingrato”, pois ninguém é dono da verdade.
      Nacionalista não apoia corrupção e não defende o indefensável!
      Nacionalista procura manter a unidade da nação!
      Nacionalista começa praticando em casa aquilo que considera bom para o país.
      Nacionalista cobra de seus governantes não só promessas de campanha como uma atitude coerente com o desenvolvimento do país e o bem da nação.
      A PETROBRAS, não e corrupta! Generalização sua! Excetuando o valor financeiro ainda é a maior empresa orgulho de todos nos (não estou falando de valor financeiro), apesar de vocês, que estão levando-a a bancarrota, fornecendo munição para os entreguistas de sempre e aos novos associados que se mostraram mais “competentes que aqueles”. A PETROBRAS ainda resiste (não se sabe até quando), porque apesar de tudo, apesar da politicagem e dos desmandos, tem uma massa aguerrida e competente (independentemente de cargos e níveis de formação educacional) se superando para continuar produzindo normalmente, mesmo diante da situação de emergência que ora enfrenta, a qual, é mais um desafio a ser vencido, com a colaboração da justiça (PF E MPF).

      • Errata:
        Onde se diz: …..A PETROBRAS, não e corrupta! Generalização sua! Excetuando o valor financeiro ainda é a maior empresa orgulho de todos nos (não estou falando de valor financeiro), ….

        “Retirar o que está em parênteses”

  5. Sou Liberal-Democrata Intervencionista da linha Nacionalista-Desenvolvimentista via Empresa Nacional COM MATRIZ NO BRASIL. Não sou PT, que tem viés Socialista ( Meios de Produção Estatais, Decisões Econômicas Coletivas, e Plano Central Dirigista), mas no caso da Refinaria ABREU E LIMA a ideia do Presidente LULA era boa.
    Fazer a Refinaria com capacidade inicial de +- 300.000 barris/dia, em parceria com a PDVSA ( a Petrobras SA da Venezuela), que forneceria seu petróleo que é pesado, e a Petrobras SA.
    O Brasil pagaria esse petróleo Venezuelano em Manufaturados e Commodities Brasileiras, mais Manufaturados, quase tudo transportado em navios Brasileiros e com Seguro Brasileiro. A Venezuela diversificaria a venda de seu petróleo, diminuindo sua dependência do Mercado Americano. A Refinaria seria no Nordeste, região carente de Industrialização.
    Ocorre que os negócios foram indo de mal a pior para a Venezuela, e especialmente para a PDVSA, e o Presidente CHAVES na época foi recuando do negócio, até saltar fora de vez, por total falta de RECURSOS para financiar sua parte da Refinaria, e a Petrobras SA teve que rever todo o seu Projeto depois de já ter encomendado e até recebido algum equipamento, etc, e recomeçar tudo de novo, pois agora o petróleo seria mais leve, o que requer outo equipamento, etc. No meio de tudo isso, ainda as “Comissões” detectadas pela Polícia Federal e agora em Processamento pela JUSTIÇA.
    Deve a Petrobras SA processar a PDVSA por quebra de Contrato, e se ressarcir do que puder do Prejuízo. Mas não é fácil porque a PDVSA está mal das pernas, ainda mais agora com o petróleo Brent a +- US$ 48 Barril, e com viés de Baixa.
    Foi uma ideia boa que na prática acabou dando grande Prejuízo. Mas a verdadeira Petrobras SA, aquela dos Trabalhadores, Engenheiros, Geólogos, Administradores, Pessoal de Carreira como a Presidenta Engª GRAÇA FOSTER, etc, depois da Limpeza que a JUSTIÇA já esta fazendo, voltará mais forte do que nunca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *