Reflexões de um comentarista sobre o bem que Marx fez ao Capitalismo, ao obrigar que o desumano sistema fosse evoluindo através dos tempos.

Flavio Jose Bortolotto

Karl Marx foi um genial filósofo e crítico do sistema capitalista. Contribuiu assim para a humanização cada vez maior do Capitalismo. Marx foi materialista (“O homem é composto somente pelo corpo, não existindo nem alma nem espírito”), portanto o que interessa é o período de vida do nascimento a morte.

Marx foi dialético (teoria segundo a qual o assunto examinado deve ser visto ao longo do tempo, as coisas vão mudando e sempre se nota que em uma situação é  a tese. À medida que o tempo passa, vão surgindo crescentes forças de contradição formando uma situação de antítese, que no fim redunda numa síntese.

Equipado com a poderosa ferramenta de análise do Materialismo Dialético, Marx procurou desvendar as “Leis da História”. Descobriu que o escravagismo (tese) do Império Romano (tese) vai sofrendo forças crescentes de mudanças que o transformam em um estágio de antítese, e que após certo tempo geram uma síntese, o Feudalismo.

O Feudalismo (tese) vai sofrendo forças crescentes de transformação que o levam a um estágio de antítese, e que após certo tempo geram uma síntese, o Capitalismo. Até ali as coisas já tinham acontecido.

Descoberta a Lei da História, o genial Marx previu que o Capitalismo (tese) iria sofrer poderosas forças de transformação (Contradições Internas) e que iriam produzir um estágio de antítese, e que após certo tempo (a Crise Final) iria surgir a síntese, o Socialismo. O Socialismo iria evoluir até o Comunismo e aí seria o Paraíso na Terra e o fim da evolução.

Na prática as coisas não se passaram assim. E o Socialismo, que deveria surgir nos países capitalistas mais avançados (Inglaterra, Alemanha, EUA etc.), surgiu em nações onde o Capitalismo estava ainda nos primeiros estágios, Rússia Czarista (1917), e a China Feudalista (1949).

Mas graças à poderosa crítica de Marx, que tinha toda razão quando dizia que o Capitalismo explora (não dá o retorno justo ao trabalhador), o Capitalismo evoluiu para melhor, criou a Seguridade Social e o Estado de Bem-Estar Social, a Participação nos Lucros etc., e dentro de algum tempo eliminará a miséria, (maior tragédia da Humanidade).

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *