Reflexões sobre a livre expressão de pensamento e os comentários neste Blog

Celso Botelho

O direito constitucional de livre expressão do pensamento certamente não comporta ofensas, calúnias, difamações e tratamento desrespeitoso e deselegante em nenhuma circunstância. Lançar mão de tais expedientes é inaceitável.

A democracia pressupõe a convivência dos contrários e não a eliminação de um pelo outro, portanto, mesmo divergindo devemos nos portar com urbanidade. As ideias, comportamentos e atitudes é que devem ser analisadas e discutidas.

Não se trata, pois, deste blog se investir do papel de censor e sim de manter um nível civilizado entre seus comentaristas que, não é incomum, execrarem uns aos outros. Este espaço franqueado aos leitores é um importante instrumento que dispomos para a democracia que, é fato, ruim com ela milhões de vezes pior sem ela.

Quem viveu (e sobreviveu) a nefasta ditadura imposta em 1964 sabe muito bem o valor que este espaço possui e para tê-lo hoje à mão devemos render homenagens, entre outros tantos, ao jornalista Hélio Fernandes que jamais se acovardou diante dos gorilas verde-oliva.

A intolerância é responsável pelos mais diversos e horríveis confrontos e conflitos que assolaram e assolam a humanidade. Portanto, não se trata de tolher, cercear ou policiar e sim de, ao menos, reduzir os excessos cometidos.

Como disse Voltaire “posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las.”

 

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *