Reforma trabalhista é um erro e vai acelerar a “venezuelarização” do Brasil

Resultado de imagem para reforma trabalhista charges

Charge do Eneko (Arquivo Google)

André Cardoso

LONDRES – Temer fala em construção de um país mais competitivo, o que será obtido através da nova forma escravagista moderna: o contrato zero hora. Em um país civilizado como o Reino Unido, onde todos não passam de porquinhos cor de rosa amestrados, a coisa mal funciona. Portanto, esperem! Quando os Brasileiros sentirem na carne do que se trata trabalhar com contrato zero, nem quintuplicando a Polícia, nem o Exército segura! Estamos venezuelando, sob o a capa dracúlea da mentira, da enganação. Desde quando imitar modelos fracassados e sinônimo de competitividade? Quem constrói em cima desses parâmetros de competitividade, merece falir.

Vamos analisar como funciona, na prática. O salário mínimo no Reino Unidos é de R$ 32,00 por hora. O ônibus para ir ao serviço custa R$ 14,00 ida e volta. A grande maioria dos empregos disponíveis para o povo está no setor de serviços: alimentação, varejo, etc.

ZERO HORA – O empregador, visando lucro, precisa do empregado somente no horário de pico, no almoço, por exemplo. Chama o empregado para trabalhar a partir das 11 horas. Ao meio-dia, pode dispensá-lo, dizendo que só precisará do empregado novamente as 5 da tarde quando retoma o movimento. E no contrato zero hora está lá ‘acordado’: obedeça ou chamamos outro…

O empregado trabalha por 1 hora, fica parado por 5 horas e retorna para mais 1 hora de serviço antes de voltar pra casa. O tempo ocioso é perdido na rua, pois retornar para casa e de volta ao trabalho é proibitivo: duas passagens ida e volta custam R$ 28,00, quase a metade dos R$64 .00 que ganhará no dia…

E NO BRASIL? – O resultado disso no Brasil? Terão que fechar todos os bares e padarias, porque essa massa ociosa não vai poder comprar um pão de queijo sequer…. Terão que acabar com a venda de bebida alcoólica no territorio nacional…. Terão que instituir um estado exceção e segurança máxima, como nos filmes, como nos paÍses dos quais querem imitar as leis … Bem-vindos à escravidão moderna.

A diferença de amparo ao trabalhador é brutal. O aluguel de residência de três quartos, que custa em média R$ 3 mil ao mês na Inglaterra o governo paga R$ 2,7 mil de auxlio-moradia. O Imposto pago é, em geral (para trabalhadores de baixa renda) de R$ 5 milpor ano, e o governo desconta R$ 4,6 mil se o trabalhador tem baixa renda devido a contratos zero hora.

TUDO DE GRAÇA – Os filhos tem escola integral e alimentação gratuita até chegarem á Universidade, incluindo aí a quantia de R$ 340 mensais que toda criança recebe por mês desde o nascimento até os 17 anos (child benefit), e continua a receber até a universidade, se estiver estudando (bursary). Isso vale para qualquer família com renda abaixo de R$ 250 mil anuais.

E tem mais, programas de apoio, medicamentos grátis, tratamentos de saúde grátis, segurança, respeito nas ruas, e por aí vai…

E nem assim o esquema trabalhista atual funciona, esse maldito contrato zero hora… Simplesmente, não funciona! Sinceramente, passar por isso? Preferiria ir viver com uma tribo de índios e as onças, no Araguaia…

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
André Cardoso mora na Inglaterra, mas não se desliga do Brasil. Sabe que nosso país não pode imitar leis trabalhistas adotadas em nações mais desenvolvidas e que oferecem garantias reais à população. Os parlamentares brasileiros cometeram um crime hediondo contra os trabalhadores, pois o resultado será o aumento das desigualdades sociais e da criminalidade. É isso que André Cardoso está nos explicando. (C.N.)

49 thoughts on “Reforma trabalhista é um erro e vai acelerar a “venezuelarização” do Brasil

  1. Brasileiro que vive lá fora, tem seus ganhos lá e também paga lá seus impostos não tem condições de de dar pitacos nas coisas internas do pais.
    É muito cômodo, viver no primeiro mundo, onde desfruta de toda a modernidade, mas achar que sua terra de origem, deva se manter no atraso.
    O que é bom para a Inglaterra, não presta para o Brasil, porque? afinal a nossa economia não se equivale a inglesa? Ou é receio que podemos ultrapassar seu pais hospedeiro?
    Tem que reformar tudo, o Brasil não pode mais ficar parado no tempo.

    • Quem falou que contrato zero hora e bom pra Inglaterra? Quem?
      Leia a matematica da coisa numa postagem mais abaixo para entender como se contem o povo britanico anestesiado, embriagado…

      A coisa esta jovem, acabou de nascer no Brasil….
      Espere ate conhecer as sequelas que essa reforma vai deixar….

    • Brasileiro como eu, Siróca Santos, dá pitaco nas coisas do Brasil quando bem entender. Não sou menos Brasileiro que voce…

      Meu sangue Brasileiro está estampado nas moedas brasileiras, ilustrado (sem camisa) no quadro atrás dos deputados Rodrigo Pacheco, Sergio Zveiter, Marcos Rogerio, em primeira imagem, neste exato momento que escrevo, no ‘O Estado de Sao Paulo’ (segue o link abaixo)…
      Nem por isso sou mais ou menos brasileiro que voce…

      Afirmo aqui, de experiência própria, o texto aprovado da reforma trabalhista é a volta a escravatura… Acredite, se quiser, ou espere pra ver, que verá.

      http://img.estadao.com.br/fotos3/1150×650/CCJ_CAMARA-dusek-estadao-1150.jpg

      • Quando surgiu a figura das férias, a patrãozada esperneou geral…
        E tb quando surgiu o 13º salário…
        Quando surgiu o salário mínimo, de novo reclamaram…
        Quando foi proibido o trabalho infantil, de novo reclamaram, pois contratavam crianças para pagar menos…
        Quando a jornada de trabalho foi reduzida para 8 horas, mais esperneio da patrãozada, que fazia trabalhar 12 horas e em alguns casos até 16 horas POR DIA!!!

    • Parar no tempo?
      Com essa Deforma Trabalhista maligna, nós vamos é VOLTAR no tempo uns 100 anos, ao início do século passado.
      Tempo em que o patrão fazia com o empregado o que quisesse, literalmente…
      Não havia férias, seguro desemprego, 13º salário, salário mínimo.
      Tinha gente que trabalhava 16 horas por dia, quietinho e sem reclamar, senão…

    • Com certeza você é empresário ou é puxa-saco de um.
      Para defender coisas que só seriam possíveis se existisse máquina do tempo, jogando o país 100 anos no passado, só mesmo nessas duas hipóteses.
      Se você for empregado, só não é um idiota perfeito porque ninguém é perfeito.
      Isso, continue apoiando a Deforma, para voltarmos à Revolução Industrial ou ainda à época da Casa Grande e Senzala.
      Quando não havia direito nenhum, nem mesmo a CLT havia, essa que falam que é “obsoleta”.
      Com certeza você é patrão, com os olhos brilhando de ganância, querendo multiplicar os seus lucros e a miséria do trabalhador.

  2. FGTS é aquilo que o governo toma do trabalhador, reajuste abaixo da inflação e utiliza em maracutaias no tel FI FGTS gerando propinas milionárias para os políticos. MELHOR INCORPORAR AO SALÁRIO.

  3. JUSTIÇA TRABALHISTA é aquela que consome 20 bilhões dos brasileiros a cada ano para achacar os empregadores com reclamações trabalhistas que geram 10 bilhões a cada ano para os reclamante. MELHOR FECHAR E JOGAR OS 20 BI DESDE UM HELICÓPTERO PARA A POPULAÇÃO.

  4. PREVIDÊNCIA PÚBLICA é aquela que toma dinheiro dos trabalhadores e paga 30 mil para aposentadoria dos políticos e 1 salário para os pobres mortais. TEM QUE ACABAR COM ISSO É INCORPORAR AO SALÁRIO.

  5. A desgraça que grassa na Venezuela é resultado da má administração Chavista e do atual idiota Maduro. O mesmo ia acontecer com o Brasil estivesse o PT ainda no poder. Note bem: Quem levou o Brasil ao caos atual foi o PT nos seus 13 anos de desgoverno.
    Having said that, permita-me discordar do senhor, caro redator, quanto as condições de trabalho criticada pelo morador da Inglaterra. Não é o empresário que deve dar segurança ao operário – é a educação que prepara o trabalhador para ser importante no mercado de trabalho. O filho da tia do meu vizinho trabalha nos Estados Unidos e conhece bem as condições de trabalho a que se refere o ilustre brazilian-british do artigo em foco: o entregador de pizza, por exemplo, é mais solicitado nos horários de pico e fatura cerca de 36 reais por hora. Entretanto a gorgeta engorda os seus ganhos substancialmente para custear um College e quiçá um curso de especialização posteriormente. Se o entregador de pizza terminar o College e fizer um curso especial em outra área (como computação) o seu salário dá um salto estratosférico. É issso que conta: é a capacidade de subir na escala social, é a capacidade de lutar e vencer – o que não existe no Brasil de nosotros.
    O que me intriga é nos revoltarmos diante de uma legislação moderna que nega uma política ultra-socialista, enquanto permanecemos indiferentes as sujeiras dos nossos representates (inclua a título de exemplo as emendas parlamentares bilionárias e as mordomias dos políticos canalhas, e tantas outras ofensas vindas até mesmo de ministros boca-mola do STF).
    Note uma outra coisa importante, seu redator, “hope is not a strategy”. Para nos tornarmos um povo valoroso é preciso luta e sacrifício. Mas isso a gente discute depois de fevereiro “que tem carnaval”!

    • Os problemas da Venezuela não podem ser creditados só a Chavez e Maduro, sem desculpar com isso os defeitos deles. A tentativa de golpe contra Chavez em abril de 2002 tornou impossível qualquer diálogo político no país, que se tornou cada vez mais dominado por ódios de classe. Mesmo que a oposição venezuelana chegasse ao poder, não conseguiria reorganizar o país, por falta de vontade de conciliar.

  6. “O empregado trabalha por 1 hora, fica parado por 5 horas e retorna para mais 1 hora de serviço antes de voltar pra casa.”

    Ainda que seja uma premissa válida, ele não demonstrou sua validade.

    Eu poderia dizer que tenho uma ‘prima’ na Inglaterra que ganha muito bem e por consequência, eu desmontaria a premissa do articulista e introduziria a minha. Neste caso também não terei demonstrado coisa alguma.

    Mas se é isso que o André está explicando, que “Os parlamentares brasileiros cometeram um crime hediondo contra os trabalhadores, pois o resultado será o aumento das desigualdades sociais e da criminalidade”, qual a razão de apelar para o sistema inglês e fazer uma comparação que não demonstrou?

    E tem uma agravante, não disse e nem tipificou o que é ‘crime hediondo’ nesta questão trabalhista.

    Se pretendeu me convencer, deixou-me mais à deriva ainda.

    • Trabalhador avulso do Bob’s, Av Paulista, Janeiro de 2018

      Sob as diretrizes da nova lei trabalhista o “funcionário” 0 hora e chamado para trabalhar no horário de pico, das 12: ás 13:00 , recebendo R$4.50 pela hora trabalhada….
      Depois fica a merece do patrão, esperando quanto for preciso já que e impraticável retornar ao lar por risco de perda da “boquinha” como funcionário, ou de ter outro funcionário chamado para trabalhar em seu lugar.
      Chamado novamente para o serviço, das 17:00 ás 18:00 .
      Ao terminar o serviço daquele dia, obteve um rendimento de R$9.00

      Mas custou R$8.00 o transporte pra ir e voltar do trabalho.
      Rendimento real de 1 dia de serviço empregado com contrato 0 hora = R$1,00

      E não ganhou nem meia porção de batata frita do Bob’s porque a norma especifica intervalo de descanso somente após 4 horas de trabalho/dia, e ‘sanduba’ grátis após 5 horas de trabalho/dia

      E ainda por cima, e obrigado a votar….

  7. Artigo com argumentações surreais. parece que foi escrito num papo em mesa de bar. Venezuelização do país? Alguém trabalhar apenas uma hora das 11 às 12? Três quartos em Londres por 3 mil REAIS?
    É graças a este tipo de argumentação que os textos mais absurdos são aprovados. Espaço para críticas certamente a reforma trabalhista tem, mas com propriedade e coerência. Os pontos que não funcionarem nesta reforma podem ser modificados por MP ou com outra votação no ano que vem. Tudo pode voltar a ser como é hoje, basta o novo congresso de 2019 decidir. O que não pode acontecer é os sindicatos perderem o seu din-din, não é?

    • A lei trabalhista que passou significa justamente isso:
      Poder ao empregador para tratar ao empregado assim, usa-o por 1 hora no período matutino, manda parar, e depois de 5 horas determina que retorne ao trabalho por mais 1 ou duas horas…

      Aqui na Inglaterra já e assim…
      Não é para os ingleses que se trabalha assim por aqui…
      Inglaterra é fachada, as empresas já são Chinesas, ate brasileiras (Burguer Kings da vida)… Os Ingleses só administram.

      Quer um exemplo? A Natura querendo abocanhar a The Body Shop! Hah!!!
      A Body Shop não vale mais NADA, e uma Natura cai num conto desse???

      Casas de 3 quartos custam isso fora de Londres, não mencionei Londres no texto. Há lugares 1000 vezes melhores que Londres para viver aqui.

      O que não sacaram foi a matemática da coisa:
      Das £600 do aluguel o governo banca £560, mais os £90 mensais de desconto no imposto e mais os £80 por filho menor de 16 anos, trabalhando 15 horas somente por semana no mínimo de £7.66 hora (£460 ao mês) dá um total de £1230 ou mais de R$5.000,00 ao mês.

      Pião com Contrato Zero Hora trabalha na verdade a R$87,00 por hora….
      Vive duro,mas não falta nada…
      Sao poucos os que os Ingleses permitem alguma ascenção aqui…

      Aquele tipo de vida, no final do ano sobram 12 papeis impressos escrito ‘holerit’ pra computar como ganho…
      Vida de escravo moderno.

      E com todos os outros benefícios, inclusive comida barata, se comparado ao Brasil, ai esta a pizza!
      Faliu o Reino Unido mas ninguém quebra nada porque ninguém esta de barriga vazia, ou sem teto, sem saúde….
      Como vai ser no Brasil??

  8. PERGUNTAR OFENDE ?

    1- Alguém sabe de algum caso de ingleses imigrantes que chegaram ao Brasil fugindo da exploração na Inglaterra e em busca da proteção das leis trabalhistas tupiniquins ?

    2- Porque o autor do texto preferiu deixar sua Pátria com suas leis trabalhistas protetoras e tornou-se imigrante nas terras da rainha onde a relação empregado / empregador beira e escravidão ?

    • E RESPONDER?

      1- Não sou imigrante em busca de proteção nenhuma.
      Meu pai me ensinou que um homem tem que fazer tres coisas:
      Construir uma casa
      Plantar uma arvore
      Constituir família, ter filhos

      Cumpridas todas, plantei mais umas 200 frutiferas no meu Sistema Agroflorestal na Mata Atlântica onde trabalho restaurando e remineralizando o solo da ‘floresta mais importante do Mundo’, e como tenho o tempo de 3 anos até as primeiras podas resolvi acompanhar meus filhos terminarem seus anos acadêmicos em escolas e universidades de verdade.
      Conviver com a família enquanto os filhos cursam universidades ranqueadas entre as 2% melhores do mundo nao me tornou um despatriado, a nao ser que voce conheça outra declaração dos Direitos Humanos…

      Quanto a sua pergunta numero dois, vou ser breve, nada de comentar as terras de “betinha”…

      Duas palavras bastam: Robin Hood.
      Ja ouviu falar?

      Andar num asfalto sem buracos e viver sem medo para criar os filhos com o melhor do melhor, da pra considerar um pouquinho de exílio, e ate uma escravidaozinha dessas que mencionei acima, R$80 pratas a hora, 15 horas por semana, da ate pra enganar que se esta no sossego do gambá!!!!

      PS: na mata Atlântica consideramos o sossego do gambá aquele lugar exuberante que irradia energia boa e multiplica vida como agua, onde a fartura e tamanha que nem o gambá leva porrete, vive no maior sossego….
      Poucos são os Brasileiros que conhecem isso, hoje em dia…

      Por sinal, a maioria dos Brasileiros vive onde fica/ficava a mata Atlântica…
      Olhe em sua volta, o que você vê??

      Talvez o ambiente seja tão estranho, tao ‘estrangeiro’ ao original, como é estar do outro lado do oceano…

      • Infelizmente os políticos brasileiros, que muitos defendem, roubaram o dinheiro que possibilitaria ao Brasil termos dessas escolas e universidades tão bem ranqueadas, com ensino de primeira, como as daqui….

        Infelizmente tive que trazer os meus filhos para estudarem (e se formarem) longe do Brasil,
        embora livres dessa endemia acadêmica (também embrenhada em todo contexto social brasileiro) onde as pessoas atacam umas as outras pessoalmente ao invés de se aterem ao objeto da discussão…

  9. Repete a mesma cantilena dos que defendem o atraso no Brasil. Antes deveria mostrar um único país onde as leis são tão atrasadas como no Brasil E QUE ESTEJA DANDO CERTO. Parece aquela turma que viu o fim do emprego no país quando os bancos instalaram as primeiras caixas de auto atendimento. Deixem o passado pra trás gente, ou então fiquemos atrasados com ele.

      • JOCA BOBOCA

        E as “leis” que havia antes de Vargas?
        Quais eram?
        Sem salário mínimo, sem férias, sem 13º salário, sem FGTS, sem aposentadoria, sem seguro-desemprego…
        Jornada diária de até 16 horas…de segunda a sábado, e às vezes até aos domingos…
        Assim é que seria “muderno”, nénão?
        Ruim com a CLT de Vargas, muito pior era antes sem ela.
        Pergunte pra qualquer louco de qualquer hospício se não é verdade o que eu disse.

        PATRÃO DETECTED…

  10. “Os parlamentares brasileiros cometeram um crime hediondo contra os trabalhadores, pois o resultado será o aumento das desigualdades sociais e da criminalidade.”

    A caquexia da Tribuna é manifesta, principalmente quando o assunto diz respeito a alguma coisa relativa ao trabalhismo. É incrível que ainda hoje existam fãs incondicionais de Getúlio, o ditador que atrasou o Brasil 15 anos – se não mais – em relação ao mundo civilizado.

    É uma pena que gente com tanta cultura se prenda a um passado tão improdutivo e distante, defendendo um futuro nada promissor para o Brasil.

    • Juscelino também é ídolo nacional. Destruiu o sistema ferroviário brasileiro. Fez pacto com as montadoras de automóveis do tio sam entupindo o país de estradas e asfalto. E “criou” o sobrepreço e a propina em mega escala, construindo Brasília.

      • Aranha,

        Acho que pela primeira vez vou discordar do teu comentário, respeitosamente.

        Juscelino não destruiu o sistema ferroviário, até porque não existia!

        Se nas décadas de quarenta, Estados Unidos e Europa andavam em trens a diesel, o Brasil somente retirou de linha as máquinas a carvão no fim da década de cinquenta!

        As bitolas dos trilhos era diferente em praticamente cada Estado.

        No RS, estreitara-na, de modo que uma invasão argentina não pudesse ser feita pelos trens, mas nos isolou do resto do país!

        Lembro que a ferrovia era estatizada, jamais foi privatizada, onde poderia receber os avanços e progressos de trens modernos, mais rápidos e mais confortáveis.

        Juscelino, ao construir Brasília, rasgou esta nação em estradas, e apresentou o Sul ao Norte, o Centro-Oeste ao Nordeste, e levou oportunidades de crescimento e desenvolvimento ao povo e Brasil.

        Ora, lembro que o primeiro automóvel e montado no Brasil foi o fusca, em 59, quando a partir desta data a indústria automotiva teve a sua explosão.

        Por outro lado, a verdadeira questão de não termos o trem devidamente implantado neste país, de dimensões continentais não é ocasionado pelas montadoras, mas pelos governos, que perderiam bilhões de reais JAMAIS OFERECIDOS À POPULAÇÃO PARA FISCALIZAÇÃO, quanto às multas aplicadas, impostos sobre os veículos, gasolina, peças, pneus, enquanto que o trem pela quantidade de de passageiros, velocidade e conforto, diminuiria a indústria da multa, as arrecadações de impostos, taxas, emplacamentos, sobre-placas, fortunas incalculáveis arrecadadas que NÃO SABEMOS O QUE É FEITO DESSE DINHEIRO!!!

        Obviamente que o trem jamais será incentivado neste país governado por ladrões e incompetentes, traidores e inúteis, pois se a Índia, a nação dos contrastes, tem na estrada de ferro a maior malha do planeta, e é menor que o Brasil, a pergunta é lógica:
        E nós??!!

        Bom, a nós nos cabe somente obedecer e outorgar poderes, lógico.

        Um abraço.
        Saúde e paz.

        • Caro Bendl,
          Juscelino priorizou o transporte rodoviário pois queria crescer rápido, 50 anos em 5. Implantar um sistema ferroviário num país gigante demanda tempo. Porém no Rio de Janeiro existia a Estrada de Ferro Central do Brasil que, para a época, já era muito capilarizada. Foi abandonada e parou de operar em 1969. Veja a rede que ela possuía: https://pt.wikipedia.org/wiki/Estrada_de_Ferro_Central_do_Brasil#/media/File:EFCB_History.JPG
          Não acuso Juscelino de ter tomado este rumo para ter vantagens financeiras. Para mim foi uma questão de ego pessoal de um estadista que tinha carisma. E com isso, à sua volta, o sobrepreço correu solto e as “oportunidades” para se ganhar dinheiro construindo Brasília gerou uma nova casta de políticos milionários.
          Realmente você tem razão quando aponta o desinteresse do estado, nestes anos todos, em mudar o modal rodoviário para ferroviário. Mas o mal começou naquele momento quando as montadoras ganhavam o mundo e “faziam o diabo” para crescerem. O apoio à ditadura de 64 foi a continuação desta estratégia de se implantarem no mundo (petróleo + indústria automobilistica). Vide Transamazônica e outras mega obras rodoviárias.
          Enfim é um prazer debater contigo.
          Abs

      • Juscelino inaugurou o naior bordel da história da humanidade ao fazer Brasília. Ficasse a sede do governo no Rio os corruptos a esta hora seriam eunucos!

        • Olha, Tosen Sacs, gosto dos teus comentários, mas este deixa a desejar pelo reducionismo quanto à classificação de Brasília, absolutamente INOCENTE pela atuação dos parlamentares, apenas VÍTIMA!

          Muito antes de culparmos a construção desta capital federal, e as oportunidades que ofereceu para milhares de trabalhadores à época, deveríamos era cerrar fileiras contra o parlamentar, este o grande mal nacional, a peste instalada, o câncer brasileiro!

          Digo mais:
          DA MESMA FORMA SERIA O RIO, caso continuasse como capital do Brasil, pois caráter e personalidade, honra e dignidade não estão atrelados a locais, mas dentro do próprio indivíduo e educação que recebeu de seus pais.

          Certamente nossos “representantes”, se estivessem na Cidade Maravilhosa, o expediente seria na praia, e seus gabinetes nos bares de Ipanema e Leblon!

          Um abraço.

  11. No princípio, antes de Getúlio, para o trabalhador era o caos!

    Getúlio fez uma comissão para estudar a legislação trabalhista e compilar aquelas regras num único texto de lei.
    As leis criadas no governo de Getúlio Vargas determinaram:
    – criação do salário mínimo e da carteira de trabalho;
    – jornada diária de 8 h;
    – direito a férias anuais remuneradas;
    – descanso semanal e direito à previdência social;
    – regulamentação do trabalho do menor e da mulher.

    Não podemos misturar os aspectos políticos da Era Vargas com os avanços nas Leis Trabalhistas, que concederam ao trabalhador brasileiro direitos e normas importantíssimos.

    Se a época é outra, se estamos em dificuldades, a verdade precisa ser dita conforme a realidade e as intenções dessas alterações, que visam proporcionar à classe empregadora muito mais flexibilidade nas relações com seus empregados, na razão inversamente proporcional que retira do cidadão a proteção que não permite o trabalho se tornar escravo do capital, pelo fato de se conseguir uma colocação abrindo mãos de direitos que existem há setenta anos!

    O que se deve discutir antes das reformas trabalhistas é o modo como os parlamentares e magistrados auferem seus ganhos milionários, recebem proventos nababescos, somados a penduricalhos imorais, ilegais e injustificáveis, da mesma forma que o custo do Legislativo para o povo brasileiro exaurido na sua capacidade de pagar impostos, desempregado e inadimplente, vê-se diante da possibilidade de perder garantias trabalhistas que jamais poderiam ser modificadas, principalmente aquelas que contemplam os acordos ter mais validade que a lei, ocasionado um caos sem precedentes nessas relações.

    O objetivo dos poderes constituídos é deixar mais ainda o brasileiro fragilizado, sem anteparos legais, de modo que mais ainda aceite os roubos e explorações que tem sido alvo, e oferecer uma discussão nacional que amenize os crimes cometidos pelos Legislativo e Executivo, obviamente chancelados pelo STF!

    A ideia é retirar de cena a corrupção, a desonestidade, a traição, e trazer à tona um debate sem qualquer razão, sem necessidade alguma, porém submetendo mais ainda o cidadão aos caprichos de uma classe política abjeta, deletéria, falida ética e moralmente, e que age prestando serviços humilhantemente à base de propinas para seus senhores, o empresário sonegador, ladrão do país, que será o grande beneficiário desse golpe contra os direitos trabalhistas!

    • “No princípio, antes de Getúlio, para o trabalhador era o caos!”

      O problema é que colocaram o Getúlio no formol (CLT). Aí o mundo mudou, a lusitana rodou, e ficamos com o gordinho de Alegrete.

      Tentei uma única vez ser empresário. Estou aberto a receber críticas de meus pares: pode muito bem ter sido por falta de vocação empresarial. Mas a reclamação da mão pesada do Estado (impostos) e da CLT (sou advogado, Santo Deus! É um cipoal legislativo) parece ser um desespero geral.

      Quer esquentar um conversa entre empresários, faça defesa da CLT.

      Quer criar problemas com empregado, critique a CLT.

      Fato: nestes 70 anos a coisa foi engessada.

      PS. Se tiver outra coisa melhor no lugar desta que foi aprovada, vamos aguardar melhor ou um pouquinho mais para o fim do ano que vem?

      Sugestão.

  12. A lei trabalhista tem como base a “Carta del Lavoro”, de Mussolini então coisa boa não é. Contudo visto como está atual “cenário político” brasileiro em todos os escalões essa nova lei ( e qualquer outra que eles fizerem) coisa boa também não vai ser. A verdade é que eles querem mexer em tudo sem mexer no ESTADO. Enquanto não diminuírem o ESTADO nada muda no país. O ESTADO só anda crescendo a cada ano, por isso cada vez mais estamos perto da Venezuela e numa melhor perspectiva da Grécia!

    • Hawke,

      Não seria este o caminho adequado para se criticar as Leis Trabalhistas criadas por Getúlio, por favor!

      Se antes não havia norma alguma que regulasse o empregador e empregado, tanto faz a sua origem, pois tivemos a implantação de um conjunto de leis que beneficiou o brasileiro.

      Uma questão que me deixa pensativo, diz respeito à omissão dos posteriores governos até os dias de hoje, que permitiram que este código fosse ultrapassado, e não aperfeiçoado ou remodelado conforme o tempo.

      Bem sei que o PT nada poderia fazer porque nada fez para o povo e Brasil enquanto no governo Lula e Dilma, pois envolvido somente em roubos, falcatruas, estelionatos, propinas – atuação de uma quadrilha nunca antes vista na história dos povos no mundo inteiro!!!

      CASUALMENTE, ENQUANTO ESCREVO ESTE COMENTÁRIO, NO CANTO INFERIOR DIREITO DO MEU MICRO APARECE A NOTÍCIA QUE LULA FOI CONDENADO A NOVE ANOS E MEIO DE CADEIA!!!!

      O meliante agora vai conhecer os Direitos Humanos, que devem protegê-lo, pois os criminosos, bandidos, estupradores, pedófilos, esta organização os ampara nos crimes que praticam.

      Lula será mas um delinquente neste sentido.

  13. Aumente o salário mínimo para dez reais por mês. O resto pode deixar por nossa conta. Pode tirar todos os outros benefícios que ainda assim sairemos no lucro. Agora pagam esse salário miserável, em que as pessoas fingem que vivem, ainda querem produtividade.

  14. Só sei que a fome vai ser grande.
    Já somos a Venezuela, será que ninguém percebe isso?
    E vou dizer desde quando: DESDE QUE O TAL DE LEVANDOVSKI LIMPOU O KHÚ COM A NOSSA CONSTITUIÇÃO!!!!
    COMO NINGUÉM ESPERNEOU E NEM SE OUVIU NENHUMA GRITARIA, OS MALANDROS SE DERAM CONTA QUE PODEM FAZER O QUE BEM ENTENDEM COM AS NOSSAS LEIS!!!!
    SIMPLES ASSIM…
    Atenciosamente.

  15. Fico pensando no que leva as pessoas a criticar o autor do artigo, inclusive com ofensa pessoal (ao invés da obra), se o mais evidente é o pós reforma, ou seja: na Inglaterra a Lei trabalhista, apesar de considerada “ruim” é extremamente compensada pelo assistencialismo do governo; no Brasil, teremos uma Lei trabalhista (agora ruim) aliado a um assistencialismo já péssimo!!!
    Isso é Venezualização…

  16. A verdadeira intenção desse parlamento venal, corrupto, ladrão e incompetente é desvalorizar o povo!

    Quantos menos direitos que tivermos, menos iremos protestar ou clamar contra o modo como estamos sendo tratados porque sem base legal!

    Reside nesse modo de se analisar as intenções e objetivos dos parlamentares a realidade com as Leis Trabalhistas e Reforma Previdenciária, cujas mudanças visam fortalecer o empresariado, justamente o sonegador, aquele que enriquece deputados e senadores com propinas, arruinando-nos de vez.

  17. Sr. André,

    Já estamos “venezuelando” há algum tempo
    Basta dar umas voltinhas pela Cidade do EfeágáTucanistão, esta maravilha para se “viver” como diz um de nossos. comentaristas.
    A Venezuela está entre nós.
    Agora, esperamos a Áfricanização do Páis, onde entre facões e peixeiras brigando por um pedaço de bife nos Supermercados….

    Abraços.;

  18. Caro C. Newton,
    Obrigado por destacar meus comentarios neste post.
    Imagino que este assunto ficara melhor esclarecido á medida que as coisas melhorem, e parte desse pessoal, os 14 milhões de desempregados retornem ao mercado de trabalho, assinando essa novidade jurídica: Contrato Zero Hora…

    Estarão contratados a partir de data X até uma data Y pré-acordada, com a ‘possibilidade’ de trabalhar N horas por semana….

    Passarão dias, semanas, sem serem chamados…
    E quando chamados cumprirão 5 a 10 diárias no mês…
    Nessas 10 diárias, 2 delas somente cumpridas integralmente por 8 horas, todas as outras de 3 a 4 horas…

    E receberão em 30 dias (serviços)….

    Vai dar uma sensação de que nunca voltaram ao trabalho…
    Vai dar um trabalho impossível de realizar sobreviver com o dinheiro desse novo tipo de emprego.

    • Nós é que agradecemos seus textos brilhantes, André. Precisamos de quem nos dê esclarecimentos sobre reformas que nos empurram goela abaixo, sem discussão adequada. Agora vem aí a reforma da Previdência, para favorecer a Previdência Privada, que é algo inexistente. Não passam de fundos de investimentos, que não dão a menor segurança ao associado incauto.

      Não ligue para as críticas. Realmente há quem ache formidáveis essas reformas, mas desconheço os futuros benefícios que alegam.

      Abs.

      CN

  19. Lembro do inicio de todas essas mudanças, promovia-se a Globalização o tempo todo, as pessoas cada vez mais aceitando as “corporações como Estado (governo) efetivo” , o negócio era se tornar independente e vender o ;creme dental colgate; no seu quintal, livre de patrão…

    Eu vivia na Nova Zelândia em 1993-94, olhava aquele monte de gente empreendendo em Auckland, cada um com seu negocio próprio aberto… PARA AS MOSCAS!!!!

    Eu olhava em volta e tentava entender, so a livraria tinha movimento de pessoas, o resto todo parecia um deserto….

    Deu certo? Dá certo? Tudo depende do tipo de governo que se tem….

    No Brasil não temos governo.
    O que temos são GRANDES HOMENS.
    Daqueles que com uma loja de armarinhos com 4 metros de fachada numa ruazinha do interior de Minas Gerais consegue, vendendo meias, criar meia dúzia de filhos BRILHANTES, diplomados e seguindo carreira digna em Multinacional (estirpe de gente que não há igual em nenhum outro lugar no mundo).

    Daqueles que enfrentam 200km de congestionamento numa sexta feira chuvosa no centro de São Paulo dirigindo um taxi, e para tanto terá que trabalhar 12 horas no dia só para pagar a gasolina e o frete do carro, para depois então sobreviver mais umas 3 horas de serviço começando a ganhar o quinhão de $ que será seu…

    E, agora, vendo um tanto de Brasileiros acreditando que essa reforma trabalhista é um avanço, imaginando que os desempregados terão possibilidades de qualificarem-se e cobrar 2 mil reais por um serviço de encanador….

    Triste informa-los mas o tempo do Brasil passou.
    Quando podíamos ter avançado as reformas, nada fizemos, fomos roubados primeiramente no dinheiro que poderia ter sido usado para tornar tudo real, e finalmente (tragicamente) no tempo, tempo em que a faixa etária da população brasileira era jovem…. Isso nao terá conserto, passou… Infelizmente

    Seremos uma sociedade (população) velha elm breve, sem recursos para pagar o servico qualificado do encanador de 2 mil reais….

    A única saída (pra não me embrulhar ainda mais no que estou falando) esta em deixar tudo esclarecido, constatado, deixar o exemplo prendendo os vigaristas que destruíram o Brasil nas ultimas décadas, faze-los pagar pelos crimes, firmemente, sem essa ladainha midiática, e, na medida do possível, resgatar toda a riqueza roubada da nação Brasileira….

    Que parem de se enganar, desligando suas TVs os ‘Meirelles’ deixam de ter os holofotes apontados para eles, toda mentira cai….
    Ainda temos a Terra (se prendermos o Maggi a tempo), a agua (idem) e o brio de sermos Brasileiros….

    Se eu estivesse ai no Brasil agora ( respondendo a alguns merrequeiros que me insultaram acima) nao estaria escrevendo neste blog, estaria provavelmente preso, porque passa da hora de encher esse governo ‘Lula e derivados atual’ de porrada…

  20. PS: Licença para deixar aqui um transcrito do meu texto original que transformou-se neste post publicado pelo sr Jornalista titular da T. I.:

    AndreBR julho 12, 2017 at 4:33 am , em:
    “Reforma é aprovada no Senado e os direitos trabalhistas serão mitigados”
    Posted on julho 11, 2017 by Tribuna da Internet:

    Temer fala em construção de um país mais competitivo, o que será obtido através da nova forma escravagista moderna: o contrato zero hora…

    Em um pais civilizado (UK), onde todos não passam de porquinhos cor de rosa amestrados, a coisa mal funciona…
    Portanto esperem!
    Quando os Brasileiros sentirem na carne do que se trata trabalhar com contrato zero…
    Nem quintuplicando a policia, nem o exército segura!!!
    Vamos venezuelando, sob o a capa dracúlea da mentira, da enganação….

    Desde quando imitar modelos fracassados e sinônimo de competitividade???

    Acabou…

    _____

    Contrato zero hora, funciona?

    O salário mínimo no UK é de R$32,00 por hora

    O ônibus pra ir ao serviço custa R$14,00 ida e volta

    A grande maioria dos empregos disponíveis para o povo esta no setor de serviços: alimentação, varejo, etc…
    O empregador, visando lucro, precisa do empregado somente no horário de pico, no almoço, por exemplo…

    Chama o empregado para trabalhar a partir das 11:00;
    Ao meio dia o dispensa, dizendo que só precisará do empregado novamente as 5 da tarde quando retoma o movimento…
    E no contrato zero hora tá lá ‘acordado’: obedeça ou chamamos outro…

    O empregado trabalha por 1 hora, para por 5 horas e retorna para mais 1 hora de serviço antes de voltar pra casa…

    O tempo ocioso e perdido na rua, pois retornar para casa e de volta ao trabalho é proibitivo:
    2 passagens ida e volta custam R$28,00, quase a metade dos R$64.00 que ganhará no dia…

    O resultado disso no Brasil??
    Terão que fechar todos os bares e padarias, porque essa massa ociosa não vai poder comprar um pão de queijo sequer….

    Terão que acabar com a venda de bebida alcoólica no territorio nacional….

    Terão que instituir um estado exces
    ção e segurança máxima, como nos filmes, como nos paises dos quais querem imitar as leis … Bem-vindos à escravidão moderna.

    ____

    Respondendo, como funciona:

    O aluguel de residência de 3 quartos que custa em media R$3.000,00 ao mês na Inglaterra, o governo paga R$2.700.00 de auxilio moradia.

    O Imposto pago pra cidade é, em geral (para trabalhadores de baixa renda) de R$5.000,00 por ano, e o governo desconta R$4600,00 se o trabalhador tem baixa renda devido a contratos zero hora

    Os filhos tem escola integral e alimentação gratuita até chegarem á Universidade, incluindo ai a quantia de R$340,00 mensais que toda criança recebe por mes desde o nascimento até os 17 anos (child benefit), e continua a receber até a universidade, se estiver estudando(bursary).
    Isso vale para qualquer família com renda abaixo de R$250.000,00 anuais

    E tem mais, programas de apoio, medicamentos grátis, tratamentos de saúde grátis, segurança, respeito nas ruas, e por aí vai…

    E nem assim o esquema trabalhista atual funciona, esse maldito contrato zero hora …..

    Não funciona!

    Sinceramente, passar por isso? preferiria ir viver com uma tribo de índios e as onças, no Araguaia…

    Quem constrói em cima desses parâmetros de competitividade, merece falir…
    E, os donos do ‘modelo’, faliram.

    André Cardoso

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *