Regime político da Coréia do Sul é o melhor exemplo para os países subdesenvolvidos

Almério Nunes

As informações que colhi sobre as duas Coreias são suficientes para escrever muitos livros e, certamente, servem para um confronto direto com tantas teorias sobre Capitalismo, Capitalismo Ético, Capitalismo de Estado, Marxismo, Leninismo, Comunismo, Socialismo etc, tudo misturado.

Só passei a ouvir a palavra “Coreia” por causa da guerra que aconteceu lá, no início dos anos 50. A Coreia do Norte invadiu a do Sul… com a ajuda ostensiva da União Soviética… e então os Estados Unidos enviaram tropas para lá e… o resto é História.

Hoje a Coreia do Norte é um dos países mais loucos (???) do mundo. Um ditador morreu, seu filho com cara de retardado mental assumiu e o país prossegue fabricando bombas, comprando armas de todos os tipos da Rússia etc. Até que … “descobriram” que não têm comida, necessitam de ajuda externa para o povo sobreviver.

É uma situação que beira o surreal, mas no mundo em que vivemos, onde nada é claro o bastante… lá está a Coreia do Norte e seu ditador abobalhado (naturalmente um fantoche)… afrontando o mundo com um regime verdadeiramente ditatorial e extremamente sanguinário.

EDUCAÇÃO E IDH

Vejamos a Coreia do Sul. 86% (oitenta por cento) dos seus jovens estão nas faculdades. O governo responsabiliza-se pela Educação até a formação total dos estudantes. O analfabetismo não atinge sequer 0,5% (meio por cento) da população.

A Coreia do Sul está 69 posições acima do Brasil, no ranking do Índice de Desenvolvimento Humano – IDH, da ONU. Não tem recursos naturais. Em exportações de produtos e de serviços, a Coreia do Sul tem quase o triplo do Brasil. O investimento público em Pesquisa e Desenvolvimento da Coreia do Sul é três vezes maior do que o do Brasil. A renda per capita em 1970 era US$ 254. Em 2011 subiu para US$ 23,6 mil.

A Samsung é a maior empresa de tecnologia do mundo em faturamento, maior fabricante de celulares. Nasceu de uma pequena loja, fundada em 1938, e a família controla a empresa até hoje. A Samsung, se fosse um país, seria a 35ª economia mundial, maior do que a Argentina! O grupo opera também em Seguros, Transportes, Serviços, Finanças, Importação/Exportação, Arte, Música, Eventos etc.

A LG é a segunda maior fabricante de TVs no mundo. E a Hyundai apresenta o maior crescimento do mundo na fabricação de automóveis, guindastes, empilhadeiras e pequenos carros para transporte industrial. É a maior empresa do mundo em construção naval. Seu sedã médio Elantra desde 2011 desbancou mundialmente os japoneses Toyota Corolla e Honda Civic.

Estas três empresas receberam e recebem imensos recursos do governo e operam sob forte controle dele, assim como as demais.

BENEFÍCIOS SOCIAIS

“Investir em capital humano é o mais importante investimento que um país pode fazer”, é o lema da Coreia do Sul. Os benefícios sociais para os trabalhadores sul coreanos já estão sendo comparados aos dos países baixos e Alemanha, os mais elevados do mundo.

25% dos funcionários das empresas do país são PHD e ligados ao próprio governo. Os trabalhadores sul-coreanos extrapolam o horário normal. Obtém ganhos diretos pela produção obtida e não “pelas horas extras trabalhadas”, além dos benefícios previstos em lei. Todas as empresas do país seguem este procedimento.

A Coreia do Sul tem a melhor infra-estrutura do mundo. Sua taxa de natalidade vem encolhendo, de forma tal que em 2050 terá sido reduzida em 13%, em relação à de agora. A religião dominante é o Cristianismo, seguida do Budismo, mas a que mais cresce, de 1980 para cá, é a Católica. O Confucionismo, no entanto, é objeto de atenções mais do que especiais.

A Coreia do Sul encontra-se no estágio 1.0, segundo o governo. Rapidamente irá para o estágio 2.0, com o qual apresentará ao mundo muitos outros produtos já considerados como revolucionários.

O presidente é eleito pelo povo para um mandato de 5 anos. Cabe a ele nomear o primeiro-ministro. O Congresso é eleito e funciona como manda a Constituição do país.

Qualquer alocação de recursos públicos é supervisionada com mão de ferro pelo governo sul-coreano. Não há desvios nem malversações. Eles, os coreanos do sul, entregam-se à administração governamental… felizes!!! O Estado rege a Economia.

AMANHÃ

As gritantes diferenças entre a Coreia do Sul e o Brasil

 

43 thoughts on “Regime político da Coréia do Sul é o melhor exemplo para os países subdesenvolvidos

  1. Sr. Almério, bela e preciosa informação, duas nações, uma contra a humanidade e outra a favor, a dar exemplo ao Mundo dos dois extremos, o BEM e o MAL.
    A mentalidade da Coreia do SUL, se fosse seguida pelo Brasil, que tem a Natureza mais rica do Mundo, seria o grande celeiro do Mundo material e Espiritual.
    A Escolaridade/Cultura, é realmente a “Fonte da LUZ da LIBERDADE”, conforme Confúcio preconizava a milênios: Escola é Investimento, não despesa, aí está a prova.
    Ao citar o Cristianismo, como a Religião praticada pelo povo, acompanhada do Budismo, explica, o Conceito de fraternidade e respeito ao Próximo.
    Creiamos ou não, o Cristianismo, se através dos séculos, tivesse sido praticado em “Espírito e Verdade”, pela Humanidade, o Mundo não seria o que é hoje: BARBARO, onde a vida humana não tem valor, e o egoísmo seria uma fantasia.
    Mais uma vez, parabéns, é artigo para a MÍDIA DO BRASIL, PARA O NOSSO “ZÉ”, TOMAR CONSCIÊNCIA DO QUE É CIDADANIA FRATERNA.

  2. Muito insisti com o Almério em e-mails pessoais para que ele voltasse ao blog. Eis um dos resultados com o seu retorno:
    Excelente artigo abordando o desenvolvimento da Coréia do Sul, e suas indústrias poderosas.
    Igualmente os três comentários acima do meu, escritos com muita propriedade, do Isac, Luiz Felipe e Theo Fernandes.
    Da minha parte, continuo batendo na tecla que a diferença desses países altamente desenvolvidos reside na Educação.
    Enquanto o Brasil tiver a infelicidade de ser governado SOMENTE com a preocupação quanto à política e à ideologia, deixando de lado as áreas mais importantes para seu progresso juntamente com o povo, continuaremos a admirar o estágio alcançado por outras nações e imaginando as razões pelas quais não estamos no mesmo nível, porém sabendo de antemão que a inferioridade nossa reside no Ensino, no cnhecimento.
    Ora, exatamente as condições que nossos governantes nos negam CRIMINOSAMENTE porque sabem que dirigir uma população consciente, devidamente alfabetizada e uma parcela considerável do povo com curso superior, eles não seriam eleitos, pois perceberíamos a visível demagogia, a intenção em nos enganar, mentir, e de nos usar para que concretizassem suas intenções de permanência no poder e alianças que possibilitassem suas reeleições indefinidamente.
    Acho que este canto do mundo, a América do Sul, atrai gente desta espécie, de manipluar o povo, de pessoas se apresentarem como salvadores do mundo, e de tendência política e socialmente retrógrada, que foi banida de inúmeros países porque não tinham condições sequer de alimentar os cidadãos.
    E teimam, batem pé, e nós sofremos, e permanecemos na ignorância e vivendo em um país riquíssimo com um povo pobre material e intelectualmente!
    Se esta forma de nos governar está certa, deve ser como a letra da música interpretada por Gal Costa:
    “Quando você me ouvir chorar
    Tente não cante não conte comigo
    Falo não calo não falo deixo sangrar
    Algumas lágrimas bastam pra consolar
    Tudo vai mal, tudo
    Tudo mudou não me iludo e contudo
    A mesma porta sem trinco, o mesmo teto
    E a mesma lua a furar nosso zinco”…

  3. Para comparar o Brasil com a Coréia não pode esquecer de analisar os interesses da geopolítica americana na Ásia e na América do Sul. Somos um país que sempre foi conduzido por uma elite subserviente aos interesses internacionais. Portugal, França, Inglaterra, EUA,sempre mandando no Brasil. Para o povo nada, para o capital tudo. O povão brasileiro trabalha 12 h por dia onde 4 horas são perdidas no trânsito, isso não interessa porque o salário é baixo e o capital perde muito pouco.A classe média vai gastar milhões de dólares no exterior, políticos e empresários roubam dinheiro público e esconde em paraíso fiscal. Sempre que no Brasil tem oportunidade de mudança, vem um e dá o golpe para atrasar. A República brasileira começou com um golpe militar porque a elite percebeu que os abolicioniostas poderiam ser eleitos e mudar o Brasil. Em 1964 a mesma coisa, quando perceberam que a geração de Juscelino poderia mudar o Brasil,os militares, bancados pelos EUA, deram o golpe, se aproveitaram do isolamento geografico de Brasília para governar o Brasil afastados do povo, criando prática do político pouco ligar para o povo, porque o povo esta longe do poder. E eu não duvido se já não estão tramando pelas alcovas,combinando nos breus das tocas, mais um golpe, porque o povo brasileiro tem experimentado crescimento social jamais visto.

  4. Excelente análise feita por Almério Nunes.
    É incontestável. Sem apelação.
    Vamos seguir o exemplo da Coreia do Sul e acabar com este namoro ridículo com o comunismo decrépito.
    A verdade se baseia em evidências… Simples assim.

  5. Meu prezado Renato Lima,
    Prometi não comentar mais teus textos, mas também não me dá um soco na cara, meu!
    “porque o povo brasileiro tem experimentado crescimento social jamais visto.”
    Renato, se bem me lembro certa feita nos informaste que és engenheiro, então, por favor, eu te peço encarecidamente, EXPLICA-ME A FÓRMULA DESSE CRESCIMENTO SOCIAL QUE ALEGAS se estamos com o analfabetismo em EXPANSÃO!!??

  6. No mapa, Coreia do Norte faz fronteira com a China, em frente a Coreia do Sul está o japão. Não é à toa que a Coreia do Sul possui economia poderosa. O crecimento econômico da China precisava ser equilibrado. Os EUA tem frota armada, patrulham a região para manter seus interesses. Dizem até que forças americanas baseadas no oriente médio iriam se deslocar para Ásia para equilibrar com a Coreia do Norte. Se as duas Coreias juntarem-se será um país poderosíssimo.

  7. Francisco,eu não alego nada, está nas notícia s dos jornauis. Você não ouviu falar nos 111 milhões de pessoas da classe C. Pois bem esta é a classe que me refiro. 111 milhões é mais do que o dobro da população sul coreana.

  8. Classe C ganhando pouco mais de R$ 300 per capita?
    Você precisa pensar mais profundamente, “camarada”.
    Esta classe C é uma falácia.
    Quem acredita nisso é um fanático ideológico pró PT.

  9. A fórmula é a união familiar com o crédito. Uma família com 4 pessoas na idade produtiva pode ter renda próxima dos R$ 2 mil. Esta casa através do crédito pode se aparelhar e se motorizar. Com aparelhos, moto ou carro, sobra tempo. Com o tempo ganho, o povo tem aproveitado para se instruir melhor. Duvida ? Veja qual é o perfil de quem está passando em concurso público. Muitos já tem computador em casa. Francisco eu me oriento mais pelo que vejo nas ruas.

  10. Informação: qdo a Copa do Mundo foi na Coréia do Sul e no Japão, o goleiro Rogério Ceni, da seleção brasileira, declarou à revista Placar, 31/05/2002, sobre o sucesso da educação naquele país: “O preceito budista de que educação é a chave do sucesso está arraigado na mentalidade coreana”. Originalmente budista, com a chegada dos ocidentais, hoje, a maior igreja evangélica do mundo fica em Seul, é pentecostal, 1 milhão de membros, é a Igreja do Evangelho Pleno, do pastor Paul Yong Cho (vários livros dele já estão traduzidos em português), as presbiteriana e metodista tb são imensas. O primeiro culto começa às 5 da manhã, depois vão para o trabalho. Coréia do Sul e Japão, digamos… países sérios…

  11. O PT vem se dedicando, com a preciosa colaboração dos chamados “economistas da pobreza”, a erradicar a miséria por decreto.
    Estão a um passo de declarar o Brasil um país “sem miseráveis”. Está por um triz. Aguardemos.
    No Brasil petista, vivemos uma grande fantasia, com uma confusão desgraçada de números, onde a verdade é mera coadjuvante.
    Daqui a pouco, não restará mais um miserável no Brasil. Como?! Manipulação. Maquiagem dos números que venham a revelar suas mentiras comuno-petistas de avanço social.
    E a mídia?
    Como diz um jornalista famoso:
    “A imprensa brasileira, com medo da regulação e assediada por patrulhas internas e externas, está se tornando uma agente da ditadura do falso consenso: emburrece o debate, sataniza a divergência e lincha pessoas por delito de opinião. Ou: Beijo na boca não pode ser a outra forma do escarro.”

    Assim fazem com a inflação “pequenina”, a “aprovação” do governo (incrível!!) e blás. Mentiras, falácias ou meias verdades. Tudo a serviço do “bem”. O inferno são os outros (Sartre).

  12. Hebe,
    Perambulo por várias cidades do RS, e constato o elevado número de pessoas que não podem pertencer à chamada classe “C”, pois vivem na miséria quase que absoluta.
    Não creio que as pessoas não se dão conta da quantidade de favelas (não me reporto às comunidades, mas as casinhas de papelão e restos de madeira, levantadas da noite para o dia de forma irregular) existentes nas capitais dos Estados brasileiros, dos pobres e miseráveis que vivem à base de esmolas, que carecem de todo tipo de assistência, as cracolândias, os que buscam no lixo restos de comida para se alimentar.
    Não acredito que possamos classificar de “C”, os que residem nos sertões nordestinos, suas casas de barro, chão batido, catres como se fossem camas, e uma panela de ferro no fogão de barro e uma chapa de ferro, à lenha.
    Muito menos posso admitir que tenhamos uma centena de milhões de brasileiros nesta condição, caso contrário alguém esqueceu de acrescentar esses favelados e pobres que mencionei, que não são moradores de comunidades, repito, de condomínios populares, mas que estão abandonados nas ruas, nos grotões deste imenso País.
    Também não posso imaginar que nas palafitas à beira do rio Amazonas, aqueles moradores estão enquadrados como “C”, diante da falta de escolas, atendimento em postos de saúde, infraestrutura, a total ausência do Estado.
    E me vem à mente, agora, nesse exato momento, a quantidade de pessoas que estão transportando em seus carrinhos adaptados toda a espécie de papel, papelão, jornais, latas de refrigerantes, garrafas de plástico, peças de alumínio velhas, quinquilharias, para poderem vender às sucatas e arrumar uns trocos, que fazem parte da classe “C”.
    Também não compreendo que os carroceiros existentes nos quatro cantos desta terra, que se não fosse o cavalo passariam fome, que pertencem a esta famigerada e enaltecida classe “C”, se vivem em casebres nos arrabaldes das cidades, tanto faz se pequenas, médias ou grandes.
    E também me dou conta dos milhões de brasileiros que vão para seus empregos percebendo um salário mínimo mensal, que usam a bicicleta como seu meio de transporte, pelo simples fato que se pagassem ônibus não teriam dinheiro para comida, e que também estão fazendo parte desta classe “C”.
    Ora, mediante uma simples análise mais apurada e simples ao mesmo tempo os números não batem, não sintonizam com a realidade que querem nos empurrar goela abaixo.
    E os aposentados/idosos que moram em asilos coletivos na maior dependência da caridade alheia? Também estão nesta estatística da classe “C”?
    E os milhares de jovens de menor idade detidos em centros de reabilitação, sem pais, abandonados à própria sorte, moradores das ruas dos grandes centros, foram considerados igualmente da classe “C”?
    E os milhares de presos, Hebe? Pertencem à classe “C”, de cadeia?!
    Quando eu me exalto com certas alegações sem maiores cuidados ao serem apresentadas, vejo que tenho razão, pois esta quantidade de gente que mencionei sem qualquer salário ou ganho mensal, mas que vivem de biscates, do dia a dia, definitivamente não podem ser enquadradas nessas estatísticas muito mal feitas.
    Digo mais: levianamente tendenciosas, mentirosas, querendo mostrar um País inexistente, falso.
    Um bom dia, Hebe.

  13. Ainda não li todos os comentários, mas vou logo avisando: Sempre tem um (da esquerda fracassada) a dizer que nós, os carnavalescos, devemos nosso atraso aos EUA. Mas que desculpa esfarrapada.

  14. Senhor Francisco Bled,
    Se aí no Rio G. do S. tem toda esta miséria, imagine aqui no Nordeste. Dá pena!
    O Nordeste é como dizem sobre o Brasil. É uma mistura da Índia com a Bélgica. Claro que por aqui se tem os pequenos bolsões de fartura, mas num todo, vê-se muito mais pobreza e miséria.
    O senhor já esteve no Nordeste?

  15. João (O instruído),
    Sim, conheço o teu e o meu nordeste, pois muito antes de eu ser gaúcho sou brasileiro!
    Amo esta terra, razão pela qual a minha indignação pelos valores condenáveis que querem lhe dar, sibstituindo dois dos mais importantes que cultuávamos em passado recente:
    O Pavilhão Nacional, a nossa Bandeira, e nosso Hino Nacional!
    Justamente por ter percorrido o nordeste e de carro (!), três vezes, até Natal, RN, passando por vários Estados, e durante a década de sessenta, quando eu residia em Brasília e a construtora ganhou uma empreitada da Belém-Brasília, que eu ia de caminhão ou de caminhonete levar gêneros alimentícios para o Acampamento onde se instalavam os operários, mais diesel, gasolina e querosene para os antigos fogareiros, que citei o isolamento das cidades desta Região, o povo carente de recursos de toda ordem, e que se constatam nas reportagens das TVs quando a tradicional seca ou eventual cheia as colocam nas manchetes nacionais.
    E NÃO MUDOU MUITO NOS ÚLTIMOS CINQUENTA ANOS, não!
    Não há asfalto, saneamento básico, infraestrutura, escolas, hospitais, postos de saúde, evidenciando um descaso irresponsável do governo e seus ministérios específicos para o desenvolvimento do Nordeste e do Norte e da sua simples e humilde população, porém dotada de uma força indescritível, fé e determinação!
    Tenho paixões por este País, João, pois eu o conheço relativamente bem. Amo o nosso povo, que não é o das fotos das revistas, mas desdentado, pele enrugada, feio, mãos calejadas de trabalho braçal e costumeiro, pequenos agricultores, donos de armazéns modestos, que anda de ônibus, que chama a todos que desconhece de senhor, que é educado, respeitador e ordeiro.
    Admiro a resistência dos nordestinos que sobrevivem nas terras áridas, rachadas pela seca, nos sertões e caatingas. Somente um forte, alguém excepcional para residir nessas condições e ter família.
    Por isso que critico o governo de todos os tempos: anteriores e atual pelo desprezo a esta parte do Brasil; pela desconsideração; pelo abandono criminoso.
    Um abraço, João, o instruído, sim!

  16. Pelo que expôs o Francisco se não fosse o PT o Brasil estaria muito pior porque os que governaram antes do PT nada fizeram para combater a pobreza. Está provado que a extrema pobreza no Brasil diminuiu. Se ainda tem miseria é sinal que miséria era muito maior. Se achar que é mentira do PT ,cofira os índices fornecidos pela ONU.
    Os candidatos da oposição, aécio e eduardo campos, governam estados que possuem extrema pobreza. O que eles fizeram para combatê-la ?
    PS- Outro dia vi reportagem na globo news sobre a restinga , uma favela em Porto Alegre com mais de 130 mil moradores, vi um senhor contando a hitória da formação do favelão. Resumindo : Expulsaram o povo negro e pobre de porto alegre e jogaram-no na restinga como se fosse lixo. O jogador tinga, foi criado na restinga. O senador Paulo Renato Paim representa os negros e aquilombados gauchos que foram jogados no lixo pelos governantes gauchos descendentes de estrangeiros, que fugiram da europa com medo da guerra, como são racistas, expulsaram o povo negro para não se identificar com eles. O separatismo da elite gaucha é o culpado pela miséria do povo gaucho.

    • Quanta bobagem preconceituosa e xenófoba seu Renato Lima, favor se informar melhor. Os imigrantes europeus que participaram da formação do povo gaúcho, à exceção dos portugueses, foram alocados em terras distantes e inóspitas do estado. De discursos sem fundamento e cheios de vitimização já estamos saturados.

    • Quanta bobagem preconceituosa e xenófoba seu Renato Lima, favor se informar melhor. Os imigrantes europeus que participaram da formação do povo gaúcho, à exceção dos portugueses, foram alocados em terras distantes e inóspitas do estado. De discursos sem fundamento e cheios de vitimização já estamos saturados. Sobre o senador Paim, é provavelmente o maior demagogo do estado, toda eleição se reelege com a promessa de lutar pelos aposentados e simplesmente não o faz.

  17. Costa e Silva , 2 anos e 4meses de poder; Medici, 1 ano de poder; Geisel, 5 anos de poder . Total de anos que os generais golpistas gauchos governaram o Brasil é iguial a 8 anos. 8 anos foi o número de anos que o Lula governou o Brasil. Compara. Lula humilha os generais golpistas, despreparados de tudo.

  18. Caríssimo Francisco Bendl,
    É exatamente isso o que vemos.
    Aliás, nos reportando a célebre frase atribuída a Jesus: “quem tem olhos de ver que veja, quem tem ouvidos de ouvir que ouça”, percebemos que há cegos e surdos em demasia neste país.

    Ó céus, vivo no Rio de Janeiro, na cidade que amo, desde que nasci.
    Esta cidade já foi o estado da Guanabara e antes disso foi capital da República.
    Já trabalhei na periferia com os muito pobres e alguns bem miseráveis.

    O PAM de Irajá era a sucursal do inferno. Fiz relatos comoventes à direção (por escrito e os encaminhei ao CREMERJ) em busca de medicamentos e exames simples para o atendimento primário daquela população (eram 3 favelas adjacentes).
    Certa vez fiquei 6 horas buscando atendimento, rodando de ambulância numa sexta-feira à noite, em busca de um endoscopista para uma infeliz criança de 5 anos que engolira um botão. Ambulânciadepredada, com 1 farol, problemas no freio etc e tal.
    Não encontrei. Não existe tal especialista no serviço público. Todos pedem demissão devido aos salários aviltantes e às péssimas condições de trabalho.
    Quando cheguei ao Hospital Miguel Couto pedi que um anestesista fizesse uma intervenção. Ele disse que faria, mas a criança poderia vir a óbito, pois não era o procedimento indicado.

    De repente o chefe da Pediatria do hospital (hoje demissionário) disse: ” Não posso ser mais um a escrever que não temos endoscopista e assinar o atestado de óbito dessa criança. Me recuso.”
    Então pegou seu celular e ligou para um amigo da UTI da Lagoa, que se encontrava num momento de lazer e pediu: “Sei que é quase meia-noite, mas estamos com uma criança aqui, sangrando, morrendo, que precisa de um endoscopista. Por favor me dê uma ideia onde encontrar na rede pública um colega seu. Ela vai morrer.” O médico, do outro lado da linha, deu várias sugestões que foram rechaçadas por serem inexequíveis (num determinado hospital havia até equipamento, mas sem o profissional, por exemplo). Então disse: “Vou passar na UTI da Lagoa agora. Pegarei o equipamento e chegarei aí em 1 hora. Mantenham a criança viva.”
    Então fui até a ambulância, onde me aguardava a mãe daquele serzinho e confortei: “Achamos um médico especialista indicado. Ele vai sobreviver.”
    A mãe chorando me contou: “Sabia que Deus o ajudaria. O pai dele é bandido sim, mas estamos frequentando a igreja. Deus vai ter piedade de nós.”
    E o tal médico, riquinho sim, burguês, da zelite, mesmo sem receber 1 tostão e não pertencendo à rede pública, não só salvou aquela criança, como também outras 3 que chegaram logo depois. Coincidência, hein?
    Fiquei sabendo disso por conhecer os médicos da rotina daquele hospital.

    Desculpe-me este relato meio longo, Francisco Bendl, mas é só pra dizer, que a Saúde só piorou.
    Aquele PAM, que não tinha estrutura mínima para funcionar, hoje é um hospital do mesmo jeito: sem remédios básicos e sem exames simples para tornar o atendimento minimamente digno.

    Aliás o número de leitos desativados no governo petista é estarrecedor: mais de 30 mil.
    Não há vagas nas UTIs. Os Hospitais da rede pública estão todos sucateados.
    E ainda temos que ouvir loas à contratação de médicos sem revalida e sem concurso, e ainda por cima num regime de escravidão. Loucura total. Isso é Brasil petralha. O pior de todos que conheci nos meus 30 anos de atividade profissional.

    Voltando a tal classe C:

    As favelas estão por toda parte e essa tal classe C de 300 reais é típico do populismo reinante.
    Eles não merecem crédito algum. Só nos envergonham.

  19. Não vou entrar nesta seara, Renato Lima, a respeito do teu comentário sobre os governantes gaúchos.
    Tu não conheces a história da minha terra, portanto, eu desperdiçaria o meu tempo.
    Entretanto, te aconselho a leres mais a respeito, de modo que não passes por desconforto ou constrangimento diante dos que sabem sobre o meu Estado e a sua história verdadeiramente incomparável.
    Aliás, Hélio Fernandes – Newton pode confirmar, se puder e quiser – escrevia eventualmente em seus artigos que, se desejássemos conhecer a História do Brasil, ela deveria iniciar pelo Rio Grande do Sul!
    Quanto à Restinga – fico indignado quando não pensam antes de testemunhar o que desconhecem -, trata-se de um bairro de Porto Alegre, o maior da capital gaúcha.
    Neste local residem pessoas de todas as classes sociais e cores de pele, Renato!
    Certamente esta “reportagem” que viste ou ouviste sobre a “favela” da Restinga é torpe, caluniadora, mentirosa!
    E peço que o Fallavena, que é gaúcho e reside em Porto Alegre, confirme o que estou te informando. A título de comprovação, Ronaldinho Gaúcho, possui na Restinga, sul da capital, uma de suas mansões espalhadas pelo País e mundo.
    A Restinga tem vida própria. Existem bancos, escolas, hospitais, postos de saúde. É servida por ônibus, lotações, táxis, e se chega e sai deste bairro de várias formas.
    Tu precisas averiguar melhor quando abordas regiões que desconheces, Renato.
    Eu, por exemplo – Laco Silva certa feita me aconselhou exatamente o que faço agora contigo -, não me meto onde não sei, principalmente sobre características e detalhes de cidades onde não morei. Claro, conheço bem o Rio, São Paulo, Curitiba, Florianópolis, Brasília, Salvador, Recife, e centenas de cidades do interior desses Estados, mas não emito parecer sobre elas porque não estou diariamente convivendo com seus problemas e peculiaridades.
    O povo negro não foi expulso de Porto Alegre, que afirmação criminosa!
    Não sei de onde tu és, Renato, mas este Estado que estás escrevendo inverdades de forma infantil, foi o primeiro a ter um presidente da Assembléia negro, e teve um governador também negro e recentemente, o Collares, do PDT/RS.
    Paim escreveu um livro tendencioso sobre a Revolução Farroupilha, distorceu a verdade, e não poderia falar mal da Restinga como se esse bairro fosse uma espécie de gueto de negros.
    Se ele afirmou esta idiotice ou qualquer outra pessoa, cuspo-lhe na cara pela mentira torpe, e pouco se me dá se senador da República, haja vista que a razão e a verdade estão do meu lado e de braços dados!
    Ora, “exportar para o favelão da Restinga 130.000 negros”, o meu Estado primeiramente teria uma revolução entre os gaúchos e, depois, uma merecida intervenção federal!
    Que barbaridade!
    Quanta desinformação. Quanta demonstração deste analfabetismo funcional, mesmo para quem ostenta diploma de curso superior!
    Peço que o jornalista Mendeslki que, volta e meia, comenta os temas postados neste blog incomparável, que me auxilie nesse desmentido que se faz necessário, neste ultraje ao Rio Grande, neste conceito odioso e deplorável que somos racistas!
    Então, mediante teu raciocínio escandaloso, as antigas favelas do Rio, que eu as conheci enquanto embrionárias na década de cinquenta, a população branca do Rio os mandou para cima dos morros?!
    Os demais Estados da Federação enviaram para a Bahia a população negra que puderam, pois o estado baiano tem a maior concentração de negros do Brasil!?
    Qual foi o último governador negro do Rio?
    Da Bahia?
    Do Distrito Federal?
    Então aponta o dedo para ti mesmo e te confessas racista, pois JAMAIS o Brasil teve um presidente negro, e tu és radicalmente contra a candidatura de Joaquim Barbosa, se não estou enganado (antes que surja algum outro “sabido”, NILO PEÇANHA era mulato, e não negro)!
    Tá vendo?
    Evidentemente que não posso te acusar de racista, mas eu poderia, se mal intencionado fosse, colocar esta dúvida para outras pessoas que pegassem esta nossa discussão pela metade.
    Olha, Renato, abaixo estou te enviando um link onde tu verás imagens desse “favelão” que escreveste.

    https://www.google.com.br/search?q=fotos+do+bairro+restinga+em+Porto+alegre&tbm=isch&imgil=nl-uKhpB3OP31M%253A%253Bhttps%253A%252F%252Fencrypted-tbn2.gstatic.com%252Fimages%253Fq%253Dtbn%253AANd9GcTysFLuprpe_YYlXqFYU5XKXcMKIcqBB_4vvZyACECa0fh-btcR%253B250%253B350%253BFR13QN-Xax_X1M%253Bhttp%25253A%25252F%25252Fpt.wikipedia.org%25252Fwiki%25252FRestinga_(Porto_Alegre)&source=iu&usg=__dinM2_Y39oRLlNrBn2_h3WWIG3Y%3D&sa=X&ei=2rgMU4XYGsuNkAfUy4CADQ&ved=0CC4Q9QEwAA&biw=1396&bih=639#facrc=_&imgrc=nl-uKhpB3OP31M%253A%3BFR13QN-Xax_X1M%3Bhttp%253A%252F%252Fupload.wikimedia.org%252Fwikipedia%252Fcommons%252Fthumb%252F0%252F05%252FRestinga_bairro_Porto_Alegre.JPG%252F250px-Restinga_bairro_Porto_Alegre.JPG%3Bhttp%253A%252F%252Fpt.wikipedia.org%252Fwiki%252FRestinga_(Porto_Alegre)%3B250%3B350

    Independente da defesa que fazes do PT, e desta comparação extremamente ridícula que não vou participar porque absurda, entre os generais gaúchos e o governo de Lula – não te esqueces que o ex-presidente era muito próximo aos militares, conforme denúncia de Tuma Jr, simplesmente um delegado da Polícia Federal, e que Lula não o desmentiu oficialmente -, sei que és uma boa pessoa, e retornarás a este espaço democrático para desfazeres esta afirmação que depõe contra ti mesmo, ao classificares um bairro POPULAR de favelão e gueto de negros ou coisa que o valha!
    Nós, os comentaristas, leitores e frequentadores da Tribuna da Internet, temos de nos respeitar, recíproca e mutuamente, quando postamos nossos pensamentos, idéias e conceitos, sob pena de demonstrarmos imaturidade e sectarismo doentio e condenável, se contrários à realidade.
    Espero que não te enquadres nesta condição delorável, por favor.

    • Francisco, sou gaúcho de Porto Alegre e confirmo tudo o que disseste. Sou leitor diário da Tribuna e até o momento não havia feito comentário, mas a desinformação (má fé quem sabe?) do Sr. Renato Lima é tão grande, que não pude deixar “passar batido”.

      • Caio Efron, meu conterrâneo,
        Alegro-me com a tua participação neste blog incomparável.
        Deves comentar os temas postados, chê, pois somos poucos gaúchos neste espaço democrático, pelo menos para equilibrar as estações.
        Obrigado pela tua proveniente intervenção.
        Um abraço, meu caro.

  20. Minha cara Hebe,
    Teus comentários deveriam ser sempre longos, pois aprendemos cada vez mais ao ler as tuas palavras sempre bem informadas, e dotadas de conhecimentos que elevam o nível deste espaço democrático, razão pela qual eu o denomino de incomparável, exatamente porque possui comentaristas da tua estirpe.
    Ora, Hebe, não há quem não saiba que os números que o PT apresenta são manipulados.
    A Tribuna da Internet apresentou certa feita temas que abordavam exatamente esta classificação falsa sobre a classe “C”, elaborada como artifício de enganar incultos e incautos que estariam melhorando de vida!
    Causa-me revolta a confusão que fazem entre ter o que comer e um pouco mais de dinheiro nos salários, que possibilita carne uma vez por semana, como se fosse uma promoção social, uma elevação de categoria.
    Com base nesse raciocínio obtuso, então o mendigo que ganha esmola diariamente, com os trocos ele come, e ainda lhe sobra algum no fim do dia, classe “C” para ele!
    Esquecem propositadamente de divulgar que esta “melhora” é fictícia. Comer é vital, lógico, mas na razão direta que alimentamos o corpo, temos também de dar de comer à… mente, ao cérebro, à cultura, à intelectualidade.
    “Mente sã em corpo são”, dizia o filósofo.
    Legal, o brasileiro diminuiu a sua fome, o salário mínimo inquestionavelmente melhorou, ele tem crédito – incostitucional o desconto em Folha, mas o PT jamais permitiria que os banqueiros corressem riscos com os pobres em caso de inadimplência, então cuspiu na Carta Magna em seu Art. 7º- São direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, além de outros que visem à melhoria de sua condição social:
    X – proteção do salário na forma da lei, constituindo crime sua retenção dolosa -, mas e os estudos?
    A Educação?
    A Saúde?
    Segurança?
    Deixamos de lado por que temos agora comida na mesa?
    Então essas pessoas vieram ao mundo na condição de, viver para comer, tão somente?!
    O PT está condenado milhões à mediocridade? À ignorância por um prato de comida?!
    Estamos diante de um dos maiores crimes lesa-pátria da História!
    A confirmar tal aniquilamento intelectual do povo brasileiro, o ANALFABETISMO aumentou!
    Nem comento mais o analfabetismo funcional, haja vista ter extrapolado qualquer dado estatístico possível e imaginável.
    Escreve mais, Hebe.
    Um abraço.

  21. Nenhum país é exemplo para o Brasil, que tem suas próprias realidades. Só macaquitos querem nos impor modelos estrangeiros. Muito menos um país OCUPADO MILITARMENTE POR TROPAS ESTRANGEIRAS deve servir de exemplo a ser seguido pelo Brasil. Desgraçadamente, muitos são aqui entreguistas até sem se darem conta, tão contaminados que foram pela propaganda norte americana que se seguiu à Segunda Guerra.

  22. Francisco, não foi o nobre senador Paulo Renato que disse que a restinga é um favela de negros expulsos de Porto Alegre, quem disse foi um entrevistado morador da restinga. Duvida, entra na internet e resgata o programa. Está lá, na Globo News, para quem quiser ver e ouvir a entrevista. Conheço muito bem o Rio Grande do Sul, viajei muito para lá. Porto Alegre, Três de Maio,Santo Angelo, Caibaté, Candiota, Bagé, Livramento. Outras cidades que não me lembro mais. Tenho amigos gauchos. Na Amazônia tem muitos gauchos e gente do sul que migraram na época da ditadura para plantar em Rondônia e no Acre. Conheço a história e a cidade de Placido de Castro no Acre. Meu companheiro sou um viajante, conheço o Brasil de norte a sul. Saiba, meu mano , uma viajem vale mais que mil livros. É vendo e comparando que se conhece.

  23. Em se tratando de Educação, laco Silva, os paises mais desenvolvidos servem, sim, de exemplo para que os imitemos!
    Digo mais:
    Tornaram-se desenvolvidos justamente por terem oferecido Educação e Ensino adequados às suas populações, que devolveram ao país em pesquisa, ciência e tecnologia.
    Que tenhamos programas de estudos diferentes, lógico, salários dignos aos mestres, respeito a eles, salas confortáveis e dotadas de instrumentos que facilitem o aprendizado, esportes, lazer, computadores, laboratórios, banheiros limpos e decentes, atendimento médico, dentário e psicológico, não me venhas dizer que não serve para nós, por favor!
    E quais são as escolas públicas que oferecem esta qualidade?!
    Repito:
    O único político que introduziu um tipo de ensino semelhante a esse que citei acima, Brizola, foi excomungado pelos atuais governantes e parlamentares, que não lhe seguiram nesta linha imprescindível ao progresso de uma nação e de seu povo.
    Então, laco, lamentavelmente, diante desta ausência de parâmetros de qualidade na Educação Pública Brasileira, que resgatemos exemplos de fora para nossa vergonha, e tratemos de pôr em andamento a devida revolução cultural que tanto necessitamos, mesmo que copiada do exterior!

  24. Já estou farto de lhe informar que o nosso problema educacional,de saúde, salarial aos respectivos profissionais na área, assim como do fator previdenciário nas aposentadorias do Regime Geral se devem às PRIORIDADES do modelo econômico imposto. Nossa realidade está nesse pé, estado de coisas. Nada a ver com Coréia do Sul, Cuba, Israel, Iran ou baralho a quatro. Temos condições de resolver, desde que haja CONSCIÊNCIA POLÍTICA, MOBILIZAÇÃO, ESPÍRITO PÚBLICO E PATRIOTISMO. Não precisamos importar modelos e idéias de ninguém, exceto tecnologia de ponta e enquanto continuarmos a bater cabeça com torcidas por interesses estrangeiros.

    • Bom, de certa forma estou cansado de ouvir as mesmas desculpas, que impedem que avancemos nesta área específica. Ora, se estamos tão amarrados ao sistema financeiro, que não podemos dar um passo adiante para o nosso desenvolvimento, então mudemos o nome do Brasil, inclusive, denominando-o de Pátria do Cifrão ou algo parecido.
      Só não posso acreditar que um miserável prefeito, se quisesse, estaria impedido de abrir em seu município uma escola em tempo integral, dotada de recursos modernos e salários dignios a seus professores, que o “sistema” colocaria abaixo esse educandário!
      Por que não interrompe o ensino nas escolas particulares modelos?
      Nessas pode a Educação e Ensino serem de qualidade?
      Nessas alturas o Solon tem as suas razões quando se manifesta a favor do fuzilamento de traidores desta nação!
      Que o modelo enconômico que nos impuseram seja então alterado, modificado. Posso entender que a ignorância da população não clame por essas modificações, mas a sociedade consciente poderia bater pé e exigir a atenção devida à Educação, contaminando as demais pessoas com tais exigências.
      Exemplifico:
      Nessas eleições darei o meu voto aos candidatos que desfraldarem a bandeira da Educação, que se comprometerem com a escola em tempo integral.
      Posso votar errado, pois eles são mentirosos, enganadores, mas acrescentarei outro dado: a “virgindade” nas eleições.
      Além do compromisso com a Educação, repito, que jamais tenham sido eleito antes, sem os vícios da turma que se reelege, que dominam o Congresso com suas más intenções e objetívos espúrios.
      Mas tratarei de driblar esse adversário que não permite que eu jogue, que eu desenvolva minhas habilidades, talentos e vocações.
      Nesse aspecto, Laco, pelo menos reclamo, e não me deixo vencer pelas adversidades, oferecendo uma saída por mais frágil que seja, mas a possibilidade de se encontrar uma luz no fim deste túnel escuro e sem fim!

      • Então, vai dar seu voto a todos, porque é moda em campanha eleitoral os candidatos de fixarem em educação e saúde. Prometem até mais verbas e cumprirem a CF. Depois, eleitos, APROVAM DOCEMENTE CONSTRANGIDOS (royalties para o Helio Fernandes) que a ÁREA ECONÔMICA CONTINGENCIE ESSAS VERBAS para superavit fiscal e prioridades ao mercado financeiro.

  25. Prezados Amigos ..Comentaristas… Usem a lógica….meus caros a lógica.

    O Prezado Sr. Laco Silva …está de parabéns por suas colocações …assino embaixo quando
    ele afirma que somos uma nação que nada depende de comparações com nações
    menores ( em sentido riquezas naturais ).

    Esse papo de comparar a situação da coréia do sul …. já está se tornando uma conversa
    sem a devida lógica.

    TODOS que estudam a história sabe muito bem que a Coreia só está nesta situação devido
    ao interesse programado do EUA…nesta região após a II Guerra..é por isso que os EUA
    financiaram o desenvolvimento da Coreia do Sul dentro de um contexto único de dar com uma
    mão e tb retirar com uma outra ( afinal quase todo o território da Coreia do Sul NÃO PASSA
    de uma base militar dos EUA …).

    Queria ver essa Coréia do Sul se desenvolver com todo o capital própio pós II Guerra …
    Não iria andar com moto próprio um KM ….seria uma naçãozinha de merda …sem recursos
    naturais e sem din din…

    Mas como os EUA tem ó “dolar” como dominação internacional…financiou para seus
    interesses ocultos essa tão “badalada” coreia do sul… Tudo para ficar com um “porta aviões”
    terrestre nas costas da CHINA e da antiga URSS (atual Russia)…portanto a cousa
    é muito mais profunda do que ficar comparando o Brasil com a Coréia.

    PS.. Agregado a isso devemos levar em conta a formação social da Coréia …são situações
    totalmente relevantes para entender a situação atual.

    Este assunto ainda exige uma análise mais longa…vamos focando com o tempo…

    YAWHE SEJA LOUVADO SEMPRE ..

    Carlos de Jesus -Salvador -Bahia

  26. Francisco Bendl,
    Louvo sua paciência na tentativa de levar luz a certas mentes.
    Não adianta. Trabalho de sísifo. Não tem fim.

    Eles também me lembram a fábula do cordeiro e do lobo.
    Lembra? Para o lobo o cordeiro era o culpado da água estar suja. E ponto.
    Contra a força da ideologia cega não há argumentos.

    Um abração.

  27. Hebe,
    Grato pela tua compreensão.
    Na verdade uma das minhas intenções neste espaço democrático não é impor o meu pensamento, mas dialogar, debater, se necessário.
    Não quero mudar as idéias de ninguém, no entanto, assuntos que são óbvios não podem ser colocados em situações de inalcançáveis, imutáveis, intocáveis.
    Não estou comparando o Brasil com a Coréia do Sul, longe disso – causa-me surpresa a dificuldade de se entender este detalhe! -, mas constatando a forma como a Educação é tratada em alguns países, que deveríamos fazer o mesmo, a meu ver.
    Ora, enquanto não oferecermos um Ensino de qualidade ministrado em locais onde os alunos se sintam confortáveis, seguros e dispostos a estudar, continuaremos patinando nesta lama que nos prende se querermos avançar, sair desta estagnação, e pelo simples fato de que não sabemos como sair desse atoleiro!
    Queremos um País desenvolvido?
    Então, tratemos de investir no Ensino, única forma de solucionarmos as razões pelas quais continuaremos a ser uma nação eternamente emergente, que jamais atingirá o progresso porque não possui gente preparada e com conhecimentos que nos deem a domínio da tecnologia e das ciências.
    Um bom descanso Hebe, e até amanhã.

  28. Carlos de Jesus,
    Discordo frontalmente quando afirmas que os resultados na Educação alcançados pelos coreanos do sul são decorrentes de que este país é uma base militar americana!
    Argumento simplório, pueril, que desmerece o baiano que conheço.
    Se os Estados Unidos possuem vinte mil homens nesta nação para ajudá-la a se defender, caso o Norte queira invadi-la, desprezas os CINQUENTA MILHÕES de habitantes que compõem o Sul.
    As escolas não são americanas; as indústrias de automóveis que competem com as dos Estados Unidos são do próprio país; a Coréia tem poderosas indústrias, que são originárias dela mesma.
    A pergunta lógica só pode ser uma:
    Conquistariam esse desenvolvimento tecnológico e científico sem que A POPULAÇÃO ESTUDASSE?!
    Os americanos poderia ter um milhão de soldados estacionados na Coréia do Sul, porém, se a população não tivesse uma Educação de qualidade oferecida pelo governo essa presença seria inócua para o progresso dos coreanos.
    Por outro lado, vamos supor que tenhas razão, que os causadores dessa educação de qualidade seja investimento americano.
    Então, Carlos, devemos elogiar os estadunidenses por esta brilhante iniciativa em favor dos asiáticos!
    Só não entendo a crítica que menospreza a Coréia e sua indústria de ponta, que absolutamente é consequência do desenvolvimento dela mesma, de suas indústrias, do seu povo, da sua organização, dos objetivos que foram traçados para que atingisse o patamar hoje desfrutado, de um fantástico país e de um povo trabalhador, educado e cônscio de seus deveres e direitos.
    Lamento profundamente que não posso dizer o mesmo do nosso amado Brasil e, principalmente, dos incapazes, incompetentes e sucessivos governos que jamais se preocuparam conosco neste particular.
    Quanto ao atual governo petista, este está nos dando de presente – fruto da sua administração capenga e mal formulada – o AUMENTO DO ANALFABETISMO!
    E critica-se a Coréia do Sul?!

  29. Meu prezado amigo ..Chicão ..dos pampas sulinos…. Calma meu amigo… não fiques
    Escandalizado … O que escrevi é fruto de análise lógica dos interesses envolvidos desde
    da II Guerra meu nobre amigo… E peço a vc caro amigo..que apenas use sua lógica volitiva …não
    fiques somente nos limites da letra morta ..procure entender que as situações geopoliticas
    de cada estado …vai sempre se posicionar aos interesses maiores envolvidos, ou vc pensa que
    os EUA jogam “dinheiro” fora ? Tão claro como a luz do sol…é certo que não meu caro.

    Como eu disse os EUA ..por terem o “papel e a tinta” podem imprimir quantos dólares
    for necessário para promover seus interesses geopoliticos… Vc gosta de usar a lógica meu caro ?
    Se gosta : Então veja o que os EUA fez com a “desenvolvida Coréia” dando-lhe os dólares
    necessários para que essa nação ficasse lhe “devendo” os devidos favores (ser uma base militar)
    mas sabendo os EUA ..que os Coreanos são regidos por uma forma de sociedade e vida baseada
    na honra …eles jogaram os seus dólares em cima desta forma de cosmovisão…e o resulatdo
    é o que vemos na Coréia do Sul … Agora compare o que os EUA ..fez com a COLOMBIA
    na questão do atual PANAMÁ..que sempre foi da COLOMBIA uma intromissão com uma só
    posição ou seja os EUA ..na questão da COLOMBIA …eles só tiveram uma visão se aproveitar
    e expoliar a COLOMBIA de uma parte do seu território fomentar uma rebelião e impor uma
    nova nação no caso o PANAMÁ ..para servir somente aos seus interesses geopoliticos de dominação
    e neste caso que lhe exponho meu caro irmão maragato …NÃO houve a mesma intenção que
    os EUA fizeram na Coréia do Sul. Pelo contrário a nação do PANAMÁ ..deve submissão eterna aos
    EUA , e nada de investimentos como estes fizeram na Coréia do Sul … Da mesma forma com a
    nação da COLOMBIA …que teve uma parte do seu território “roubado” para que este virasse
    uma CANAL ..só para servir aos interesses geopoliticos dos EUA … Entendeu a onde quero chegar
    meu nobre amigo ..?

    Portanto as questão dos Estados Nacionais meu velho irmão sulista …ultrapassa questões complexas
    destes próprios Estados, a nação EUA ….APÓS a sua “ordem interna sangrenta” despontou o Século XX
    como uma NAÇÃO unida internamente e com a VISÃO E A INTENÇÃO de dominar TODOS os demais
    povos … E para cada um destes eles iriam “utilizar” metódos diferentes com diferentes intenções.

    Se vc se der o trabalho de ir mais a fundo nesta questão compare as diversas ações dos EUA ….
    nas diversas nações e povos desde do inicio de sua independencia até aos dias de hoje…
    veja o que ocorreu … A NAÇÃO MEXICANA foi roubada na CALIFORNIA, ARIZONA E TEXAS…
    só para lhe citar…que TUDO tem objetivo geopolitico.

    Portanto a visão de que a coréia do sul é essa “cocada” toda que pregam ..é fruto de uma
    manobra inteligente dos EUA …. E não poderia ser pior do que foi feito ….POIS assim como
    eu lhe escrevi os EUA ..não jogam dinheiro fora e sabem muito bem “investir” para preservar
    seus interesses geopiliticos.

    Tenho acompanhado seus escritos meu irmão sulista…e vejo que o nobre “procura” jogar a
    culpa das mazelas atuais dos Brasileiros no sistema politico ora vigente…Confesso que poderia
    taxar seus argumentos de “Argumento simplório, pueril, que desmerece o baiano que conheço”
    citação que o nobre me colocou, mas creio que não é este o caminho.

    Mas vou de novo a pedir que vc utilize a lógica meu irmão … Foi o sistema atual politico dominante o organizador de nossa sociedade RACISTA , DISCRIMINADORA E ELITISTA ?

    Foi o sistema politico atual que “criou” as tais “regiões politicas do Brasil” ? Foi o sistema politico
    atual que REGIONALIZOU só em uma parte da NAÇÃO todo o modelo Industrial e Comercial ?
    Foi o sistema politico atual que FINCOU as bases do nosso modelo economico e social ?

    Essas e outras perguntas eu poderia lhe fazer meu nobre irmão sulista…Mas o espaço não nos é
    permitido, para lhe mostrar que o buraco é muito mais “embaixo” …Não defendo nestas linhas
    as cousas macabras que o atual sistema politico vem fazendo em nossa NAÇÃO, mas por dever de
    lógica temos que ver que a situação e modelo atual não é culpa só do sistema ora vigente.

    A nossa formação como NAÇÃO E SOCIEDADE desprezou ..a GEOPOLITICA …..para fortalecer
    Nossos interesses internos e externos…agora nos dias hodiernos perdemos o “bonde” de sermos
    CABEÇA…

    É o que penso…..

    Abços Chicão …

    YAWHE SEJA LOUVADO…SEMPRE..EM YESHUA

    Carlos de Jesus -Salvador -Bahia

  30. Meu amigo Carlos de Jesus,
    O tema versa sobre a Coréia do Sul, suas empresas, indústrias, seu desenvolvimento.
    Afirmei que tal progresso só poderia advir de uma única maneira: EDUCAÇÃO.
    E concluí que eu gostaria que o Brasil tivesse a mesma preocupação que os coreanos quanto à qualidade de ensino existente nas suas escolas públicas, evidentemente cada país com seu programa curricular específico.
    Então surgiram comentários discordantes, e abordando outras razões que, a meu ver, não eram pertinentes ao assunto, haja vista que o objetivo da diferença de opinião ia além do aspecto educacional.
    Estou centrado na Educação, e tu amplias o debate ingressando no comportamento americano nas suas relações exteriores, que não é o que estamos comentando.
    Igualmente questionas a respeito do racismo, elitismo e sobre discriminação existente no Brasil, que também não era a proposta em questão.
    Enfim, fugiu-se ao tema principal.
    Na razão direta que tu tens as tuas convicções, que eu as respeito e a maioria apóio com firmeza, o meu pensamento se volta aos últimos doze anos de governo que tivemos – e não interessa o passado porque não pode ser recuperado – que muito pouco foi feito em benefício da Educação e, justamente, por um partido que se intitula em defesa do social e popular!
    Essa contradição do PT com relação ao Ensino fraco e sem qualidade que é oferecido às crianças e jovens brasileiros, eu a confrontei com a Educação coreana do sul em face do desenvolvimento daquela pequena nação e seu alto grau tecnológico, consequência exclusiva – e não de políticas – do Ensino, que se coloca à disposição tanto na Coréia do Sul quanto nas demais nações que hoje desfrutam de um progresso e qualidade de vida muito superior à nossa!
    Não adianta, Carlos, ficarmos remoendo os tempos de antanho, como se dizia na minha época, mas buscar nesta etapa soluções que resgatem um passado que tradicionalmente vem nos condenado à ignorância, inclusive quanto à existência do racismo em solo brasileiro por culpa dessa falta de Educação e Ensino, e menos pelos aspectos sociais e políticos que trouxeste à baila.
    Que o PT não tem culpa de certos ítens ainda em não resolvidos e graves é indiscutível, mas não posso isentá-lo de omissão irresponsável se não trouxe à mesa de negociações com a sociedade – onde somos frágeis e que impedem o nosso desenvolvimento – propostas para amenizar ou solucionar de vez as razões pelas quais continuamos estagnados nas áreas mais importantes, fundamentais para não termos o progresso tão ansiosamente almejado e abominavelmente mal planejado!
    Ora, meu irmão baiano, a própria incapacidade do governo advém da falta de Educação, de Ensino condizente e de qualidade!
    Já ouviste os discursos da presidente Dilma e seus erros imperdoáveis que comete contra o nosso idioma?
    Lula nós o perdoávamos porque era um homem iletrado, simples, que não concluiu o Ensino Fundamental, mas a presidente tem curso superior, motivo pelo qual ao querer fazer uma comparação ao proferir um discurso – tá no Youtube – ela se saiu com uma “pérola” dizendo que a pasta de dente saía de dentro do dentifrício, querendo dizer do tubo, pois dentifrício é a própria pasta de dente, e repetiu esta afirmação ridícula!
    Encerrando, Carlos de Jesus, se a nossa presidente expõe cruelmente as nossas deficiências nesta área crucial para nosso desenvolvimento, não preciso ir mais longe nesta argumentação que apresento para culpar o PT como um governo que involuiu a sociedade brasileira porque PERMITIU criminosamente que aumentasse o ANALFABETISMO, evoluísse os índices de nosso analfabetismo funcional em decorrência, DIFICULTANDO sobremaneira que o Brasil progrida por conta de uma Educação e Ensino deficientes, que nossos dois últimos presidentes são exemplos clássicos e, por coincidência, em seus extremos:
    Lula porque não estudou, independente da sua falta de vontade ou por questões pessoais ou, até mesmo, por não haver à disposição um programa educacional que o motivasse a voltar à sala de aula e, a dona Dilma, mesmo com um diploma universitário embaixo do braço, que comete as suas atrocidades contra a “ultima flor do Lácio, inculta e bela” (Olavo Bilac).
    O nosso problema maior, Carlos, que antecede aos teus que apontaste, reside na EDUCAÇÃO!
    Um forte abraço, meu irmão nordestino.

  31. Sim, compreendi que seu interesse é EDUCAÇÃO. Mas, introduziu Brizola como parâmetro. Aí é até válido porque corresponde a uma realidade nacional. Mas, todos nos sabemos que ele foi LIMITADO A UM ESTADO DA UNIÃO, DEPENDENTE DA ÁREA ECONÔMICA FEDERAL, E SÓ TEVE RECURSOS PARA CONSTRUIR ESCOLAS INTEGRADAS PARA APLICAR COM O DARCY RIBEIRO, EM SEUS PERÍODOS DE GOVERNADOR NO RIO, O QUE HÁ DÉCADAS JÄ HAVIA SIDO PRECONIZADO PELO EDUCADOR ANISIO TEIXEIRA E MESMO ASSIM NO NÍVEL BÁSICO. Lembro também que durante seus intercalados períodos de governança, sua base parlamentar nunca se insurgiu de forma coesa contra CONTINGENCIAMENTOS DE VERBAS DA EDUCAÇÃO ditadas pela área econômica no plano federal, embora pessoalmente ele tenha tido choques com a área econômica do governo Sarney em seu primeiro mandato e quase nenhum na dos governos Collor e Itamar, quando seu assessor econômico Cesar Maia “costeava a cerca” descaradamente. Temos grandes quadros técnicos na área educacional no país, mas que se deparam com limitações na área econômica federal frequentemente.

  32. Meu prezado Irmão das Fronteiras do Sul …Chicão….Saúde e paz…

    Não amado irmão , se vc atentar bem no que lhe escrevi veras que não fugi do assunto não , apenas
    pontuei outras situações que se encaixam no tema proposto ( Prosperidade da Coréia do Sul ),
    que versa uma nação sem recursos naturais, uma nação que não planta o que come, uma nação que
    que precisa que outros platem para que seu povo possa comer (frutas, carnes etc..etc.. ) não PODE
    SER essa cocada TODA . Sem contar que tem seu “rabo” eternamente PRESO aos EUA.

    Foi neste contextoi que lhe pontuei que essa nação nada seria em termos potenciais macros de
    ser alguma cousa, afinal TUDO que a Coréia do Sul hoje tem é digna dos “dólares” americanos
    Que a domina com no contexto GEOPOLITICO da regiaõ para os seus interesses, afinal
    meu nobre irmão se os EUA … “amassem” mesmo o povo Coreano como um TODO, teria levado
    seus exércitos até a TODA peninsula E NÃO SOMENTE até o limite do paralelo 38, ao fazerem isso
    mostrou que seus interesses eram apenas GEOPOLITICOS e nunca de proporcionar a UNIÃO total
    do povo Coreano.

    Portanto essa situação economica da CS ..deve-se muito mais aos “dólares” americanos impressos
    a seu bel prazer conforme preconiza bretton Woods…Então os EUA…”investiram” pesadamente na
    CS…e “ORDENOU ” onde este investimento deveria ser alocado ( Ensino, Ciência e Tecnologia ) para com
    isso TIRAR proveito de seus interesses GEOPOLITICOS. Só para vc ter uma idéia do que é os interesses
    GEOPOLITICOS dos EUA … Compare o que os EUA NÃO fizeram no VIETNÃ , e veja o que FIZERAM
    na COREIA ( CORÉIA DO SUL ), Se me permite: A questão do VIETNÃ , chegou ao ponto que seus
    interesses GEOPOLITICOS , não eram semelhantes aos da PENINSULA COREANA… Então vemos
    que se os COREANOS DO SUL hoje vivem um modelo baseado no extremo capitalismo Industrial financeiro e uma forte instrução do conhecimento intelectual do seu povo isso se deve NÃO
    somente por eles serem “Honrados e trabalhadores”. ( Pois se deres uma análise LÓGICA do tema
    veras que há povos (nações) tão honradas e com um povo trabalhador ).

    Portanto nobre amigo sulista… Há vastissimos interesses ‘ocultos” por de trás destas nações que
    foram beneficiadas pelos “DÓLARES GEOPOLITICOS” dos EUA … Veja que logo ali “ao lado da peninsula” tem uma outra NAÇÃO duplamente “abençoada” com os “dólares’ dos EUA e note que
    assim como a CS ..a NAÇÃO DO JAPÃO desfruta do mesmo “desenvolvimento” que após a II Guerra
    foi lhe DEDICADO… afinal o contexto GEOPOLITICO prevaleceu para ambos…

    Nada disso acima que escrevi, denota desprezo pelas NAÇÕES CITADAS com relação ao seu povo,
    QUERO apenas levantar o DEBATE LÓGICO de que estas duas NAÇÕES destruidas por
    GUERRAS , foram LEVANTADAS , ORIENTADAS E DIRECIONADAS para um modelo GEOPOLITICO
    de interesse dos EUA …. Não havia interesse dos EUA … que os “DOLARES GEOPOLITICOS” destinados
    tanto para a CS como para o JAPÃO , fossem apenas para sustentar um povo preguiçoso, idiota e
    corrupto, NADA disso , ao DIRECIONAR seus “dólares geopoliticos” os EUA …PEDIRAM que condições
    ao LONGO do tempo fossem seguidas e cumpridas, pois para ELES nada SERIA mais
    DESTRUTIVO do que ambas as NAÇÕES fossem envolvidas em DISCÓRDIAS INTERNAS E SUB DESENVOLVIMENTO que pudessem “levantar” algum pseudo “messias” dos tipos tão vistos nas Nações Meso e Sul americanas (CAUDILHOS DITADORES, GENERAIS AVENTUREIROS ETC..ETC. )
    Embora estes tipos terem sido “grandes amigos” das diretrizes GEOPOLITICAS DOS EUA ..para essas
    REGIÕES , ESTES foram verdadeiras quintas colunas…

    Como eu disse nobre amigo Chicão …Esse assunto é muito mais muito mais profundo do que apenas
    ficar comparando situações economicas e socias entre nações…há de se ater que acima destas
    existe uma NAÇÃO que tem a “TINTA E O PAPEL” para imprimir a “moeda” internacional e com isso
    ditar através de suas “bolsas” o preço do milho, da aveia, do trigo, da carne..do aço…e etc..etc..
    e para PIORAR …possui um poder letal e dizimador para quem atente ir contra seus interesses
    GEOPOLITICOS…

    Com relação a tua posição de que o sistema vigente dominante na politica do Brasil ser
    responsável pela continuidade da situações macabras de nossa nação …eu respeito sua
    posição em parte embora creia que HÁ MUITA COUSA JÁ FEITA desde da fundação da república
    até aos dias hodiernos que INVIABILIZA nossa prosperidade como NAÇÃO.

    Abraços e segue o debate dos temas ….Nacionais e internacionais…

    YAWHE SEJA LOUVADO… SEMPRE .. EM YESHUA

    Carlos de Jesus -Salvador -Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *