Reitor da UFRJ e diretor do Museu Nacional responsabilizam governo federal

museu001.jpg

O incêndio durou várias horas e faltou água nos hidrantes

Deu em O Tempo
(Estadão Conteúdo)

O reitor da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Roberto Leher, e o diretor do Museu Nacional, Alex Kellner, ao acompanhar o trabalho de rescaldo dos bombeiros no prédio nesta segunda-feira, dia 3, responsabilizaram o governo federal pela falta de recursos para a instituição. Eles disseram que a partir de 2015 foi desenvolvido um projeto de recuperação estrutural do edifício histórico, mas a liberação do dinheiro – cerca de R$ 21 milhões, do BNDES –  só saiu este ano. O museu foi destruído por um incêndio domingo, dia 2.

“Todos sabíamos que o prédio estava em condições vulneráveis. Eram necessárias intervenções sistêmicas”, disse Leher. “O Brasil precisa avaliar para onde estamos caminhando. Não existe nenhuma linha de financiamento dos ministérios da Educação e Cultura para prédios históricos tombados pelo patrimônio histórico. Sofremos queda brutal de orçamento, de R$ 140 milhões no custeio nos últimos quatro anos. É necessário que o governo federal olhe para o Brasil. Precisaremos de recursos importantes para recuperar o museu. No orçamento de 2019 a sociedade brasileira vai aferir se vamos ter ações objetivas ou se vamos sofrer até a próxima tragédia. Queremos compartilhar nossas lágrimas e nossa indignação.”

NECESSIDADE – O reitor disse que em 2015 foi colocada a necessidade de um novo sistema de prevenção de incêndios. Ao comentar se o acidente foi uma tragédia anunciada, afirmou: “Era um cenário muito provável. Prédios tombados precisam de recursos significativos, que nossos museus não têm. Sem dinheiro, todo o patrimônio público museal corre riscos”.

Do projeto de 2015 constava a necessidade de recomposição do telhado e de “patologias estruturais”. O sistema elétrico, no entanto, não estava em más condições, disseram o reitor e o diretor. Alex Kellner afirmou que seria leviano apontar o que se perdeu e o que se salvou, uma vez que sua entrada no prédio não foi liberada. 

À entrada do museu, é possível ver apenas o meteorito de Bendegó. Outros meteoritos já foram retirados. O diretor também não quis estimar qual a percentagem do museu que foi queimada. Um levantamento ainda será feito. Ele preferiu não conjecturar sobre a causa do incêndio. Kellner afirmou que não há registro de ocorrência de balões na história do museu.

BOM SENSO – “A responsabilidade é do governo federal, não adianta dizer que não. Tem que se falar diretamente. Se tivéssemos conseguido o terreno que pedimos aqui do lado, para o acervo, algo a mais teria sido salvo. Bastava bom senso. Só chorar não adianta. Nem manchete de jornais. O museu precisa de ajuda, já foi falado em diversas ocasiões. Isso é resultado de como tratamos nossa história”, definiu.

Kellner, há mais de 20 anos no museu, falou com emoção e indignação à imprensa. “Perdemos parte do acervo, que não façam com que o Brasil perca sua história. O Bendegó resistiu, e, da mesma forma, vamos resistir. O País está de luto. Seria uma irresponsabilidade querer que a UFRJ abarcasse tudo. Eu não estou mais pedindo o terreno da União. Mudou, estou exigindo. É barato, com R $ 200 mil se consegue. Já há uma década não existe investimento na manutenção. A ironia do destino é que o dinheiro (do BNDES) chegou. Só não deu tempo”.

O incêndio de grandes proporções destruiu o acervo do Museu Nacional, na zona norte do Rio, na noite deste domingo, 2. O fogo começou por volta das 19h30 de domingo e durou até por volta de 2 da manhã desta segunda-feira, 3. Após o exaustivo combate às chamas, prejudicado pela falta de água nos hidrantes da instituição, iniciou-se ainda de madrugada o trabalho de rescaldo.

56 thoughts on “Reitor da UFRJ e diretor do Museu Nacional responsabilizam governo federal

  1. NÃO FALEI O CULPADO E falta de recursos,

    Eles não são responsáveis por nada, nada, nada, nem deveriam estar recebendo para trabalhar.

    É esse o padrão de homem publico que administra nossa cultura.

      • Tudo é Temer, Temer isso, Temer aquilo… às vezes parece que o Impeachment mais serviu pra salvar a imagem do PT e jogar toda a merda que eles fizeram pra um bode expiatório.

        Só pegar os jornais, os cortes não vieram apenas no Governo Temer e sim na gestão da “Dilmãe”, mas daí aparece a anta apontando o dedo em seu Vice pelo incêndio.

        Já tivemos 3 incêndios fruto da péssima gestão desse reitor da UFRJ co-fundador desse partido PSOL que adoram apontar o dedo na cara dos outros e “lacrar”, mas aparentemente não tem competência nenhuma pra governar nada.

  2. O dinheiro só saiu neste ano. Quando foi? Já estamos em setembro. Não daria para ter feito alguma correção, por pequena que fosse, ao menos na fiação elétrica? Deve ter sido curto circuito.

    • Quanta ingenuidade, Mara…Curto? Mas que curto educado que esperou todo mundo sair e o museu fechar! Lembra do Estado islâmico que está destruindo toda a memória história e cultural no oriente médio? Não parece a mesma coisa, não? Lembre-se que essa seita esquerdista (PT, PSOL, PCdoB, etc…) e a Globo se curvam e lambem os sapatos dos muçulmanos… Abraço.

        • É preciso renovar as ideologia nas Universidades Federais e Estaduais, a educação de nossos filhos estão sendo manipuladas por ideologias.O que estamos assistindo em todo o Brasil é a má gestão destes ideologistas de plantão. No caso do Museu os gestores teriam que ser presos.MÁ GESTORES TEM QUE IR PARA CADEIA.

    • Instalação elétrica não se estraga sozinha não, não existe curto circuito por obra do alem, alguém fez merda, ou na execução ou na utilização da instalação.
      O mais impressionante é o incêndio em pouco tempo tomar toda edificação da frente ao fundo do térreo ao teto, é estranho.

  3. O cara é Reitor da Universidade FEDERAL para a qual foi delegada a administração do museu pelo governo FEDERAL, logo. ele é FEDERAL! Ou seja: a culpa é dele!

    Ele é o responsável. Se o Museu tivesse recebido um prêmio internacional, ele estaria lá para receber os louros.

    Além disso, é um militante da extrema esquerda e, como tal, está apenas cumprindo sua tarefa política culpando o governo.

    • .
      e, Vicente,
      você já pensou:
      o dinheiro do BNDES ”’só saiu este ano”’
      e o incêndio já comeu a documentação ”’do que foi gasto”’ !!!

      ora, ora,
      PSOL, PCdoB, PCB, acobertados pelo PT e pelo VICE do luizináço, dá nisso mesmo!

      depois, vão prender o desempregado que pensou em pegar uma lata de leite para o filho faminto !!!

  4. Repito, o patrimônio perdido neste museu é de interesse mundial e diz apenas ao Rio ou ao país. Seremos notícia por longo tempo em todo planeta, para vergonha dos que sabem o que é isso. Não me espantaria se agencias internacionais de investigação tivessem grande interesse no esclarecimento das causas. Não me espantaria em possíveis sanções internacionais

    • .
      desde quando ”’saiu”’ uma tal de CF-88, o Brasil está dominado e cada vez mais – vide 2003 até hoje ! – por maioria arrasadora de BANDIDOS !!!

      mera coincidência ?

      e mais,
      o comité de canalhas da tal onu não irá interessar-se por cultura; só pelo que pode dar dinheiro!

  5. Repetindo:

    Esses são alguns dos “ilustres e competentes” esquerdistas da UFRJ responsáveis pelo que aconteceu no Museu Nacional:

    Reitor: Roberto Leher – filiado ao PSOL;
    Vice-reitora: Denise Fernandes Lopez – filiada ao PSOL;
    Pró-reitor de graduação: Eduardo Gonçalves – filiado ao PCB;
    Pró-Reitor de Planejamento, Desenvolvimento e Finanças: Roberto Antonio Gambine Moreira – filiado ao PCdoB;
    Pró-Reitora de Extensão: Maria Mello de Malta – filiada ao PSOL;
    Pró-Reitor de Pessoal: Agnaldo Fernandes – filiado ao PSOL.

    (fonte. O Antagonista)

  6. Os responsáveis pelo museu são só no papel e quando recebem o salário? Saovrespinsaveis sim, ganham para isso. Típico de quem está pouco se lixando para nossa história e cultura. Se fosse um local do tipo a boate KISS em Santa Maria/RS, teriam morrido centenas de pessoas, e como lá, ninguém se responsabiliza. A culpa de ser do “loxa” mesmo.

  7. Para o Museu do “lula” o Minc da Dilma jogou mais de 11 milhões no lixo, pois a obra está parada. Agora os Psolistas, pcdobistas e assemelhados tentam esconder a verdade da péssima administração de esquerda durante 13 longos anos? Só que hoje tem internet, para quem não é fanático babão espumante. A história está aí:
    https://www1.folha.uol.com.br/poder/2015/07/1654595-obra-milionaria-do-museu-do-trabalho-esta-parada-ha-oito-meses.shtml

  8. Tristes e lamentáveis as imagens do incêndio que destruiu o Museu Nacional no Rio de Janeiro. Sabe-se agora que sucessivos governos negligenciaram os pedidos de socorro para a conservação e a manutenção deste patrimônio histórico. Faltaram verbas, sobraram alerta (nota: a palavra alerta não se flexiona. É incorreto escrever “alertas”). Ninguém deu atenção.

    Faz lembrar que, às vésperas de mais um 7 de setembro, o Museu do Ipiranga segue fechado desde 2013 e, se tudo correr bem, será reaberto apenas em 2022. Dez anos sem o mais emblemático e conhecido museu paulista, que guarda a memória da nossa Independência. Uma geração inteira de estudantes foi privada de conhecer mais este símbolo nacional negligenciado.

    Em 2015, o fogo também consumiu o Museu da Língua Portuguesa, na Estação da Luz, em São Paulo. Nada acontece por acaso. Vivemos um momento de absoluto descaso, estupidez e falta de espírito público de políticos que se ocupam apenas da dilapidação do patrimônio público.

    O Brasil não respeita o seu povo e a sua História. Governantes incompetentes e irresponsáveis cortam recursos de áreas que já são carentes, em vez de fechar os ralos por onde escoa dinheiro público em ilegalidades, privilégios e futilidades. Enquanto a Cultura e a Educação forem desprezadas neste País, não teremos constituído uma verdadeira Nação

  9. Para mim isso foi coisa da esquerda que já prometeu violência em vista da perda do poder político. Sindicalistas, Stédile, Black Blocs….
    E tem aquela também de não aceitarem a História como está e por isso fazem de tudo para destruí-la, moralmente ou como agora.
    Já até existe livros do MEC ensinando outra história do Brasil com viés marxista….
    e por aí vai.
    Para a esquerda, o hediondo encontra justificaiivas para sua prática : ainda há pouco na Nicarágua , em poucosm meses já assassinaram mais que a ditadura militar em 20 anos.

  10. Considerando as descriçôes do Vicente com as respectivas filiações partidárias dos “comandantes” do museu e ainda, que tivemos 14 anos de governo esquerdista, conclui-se que a culpa é toda deles pois, não havia antagonismo politico partidário entre ambos.
    A propósito, embora seja algo opcional ser partidário ou não de qualquer partido político, por quê toda essa gente é filiada a partidos e sempre aos de esquerda e de esquerda radical? Os que conheço destas seitas operam sempre no sentido de, primeiramente seus interesses pessoais e só depois os interesses públicos da instituição que lhes paga os salários.

  11. “Todos sabíamos que o prédio estava em condições vulneráveis. Eram necessárias intervenções sistêmicas”, disse Leher.
    Aqui está a confissão! Ora, o reitor deveria ter interditado tudo e denunciado à sociedade brasileira as condições. Não teria colocado em risco vidas e nem o patrimônio.
    Um sujeito irresponsável. Fazem greves, manifestações e cobranças para seus salários. mas para a guarda do patrimônio não.

    Por esta e outras tantas razões é que temos de construir presídios, muitos presídios.

    Tem de responsabilizá-lo e a todos aqueles que não cumpriram com seus mandatos. E o governo(s) federal também.

    Ouçam a entrevista abaixo e verão que, desde 2004, já sabiam da situação que explodiu ontem.
    https://soundcloud.com/radiogaucha/presidente-do-iphan-katia-bogea-fala-sobre-incendio-no-museu-nacional-no-rj-03092018
    A luta para manutenção e reformas iniciou em 2004!

    Agora, é choro sobre o leite derramado! Aré o próximo.

    • Vi parte da entrevista de um cara de cabelo lambido na grobo nius e na hora pensei esse cara tá tirando o uuu da reta, se responsável era teria de interditar total e por a boca no trombone, mas pra não perder a boquinha ficou calado, expondo publico e funcionários ao desastre.

  12. Me associo aos comentários de Peçanha, Daniela, Aranha, Ednei e Renato.

    É muito cômodo transferir a responsabilidade ao governo federal, esquecendo convenientemente a tão reclamada e autoatribuida “autonomia” da universidade federal.

    E que “governo federal”, cara pálida…?

    Analisando friamente o contexto e a cronologia dos fatos, fica clara uma verdade insofismável, e não adianta querer encobrir o sol com a peneira: o grande responsável é o desgoverno que vigeu no país até 2016. De lá pra cá muito pouco poderia ter sido feito numa situação tão complexa e de tal magnitude.

    E tem mais: não há como afastar de plano a suspeição de que possa ter sido algo provocado, realmente. Tem muitos ingredientes de ato terrorista nessa tragédia.

  13. A Globonews quer colocar a culpa em Temer, esquecendo que esse desmonte vem desde o primeiro governo do “bandido mor analfabeto e corrupto que tá preso em Curitiba” ! Deram vozes ao Reitor e todos os Dirigentes do Museu nomeados e colocados lá por Lula, Dilma e caterva, em todos os programas da Globonews, e, filiados ao PSOL. Abriram espaço para mostrar “pseudo alunos da UERJ” gritando Fora Temer, quando deveriam estarem gritando desde 2004 inicio do desmonte e desprezo pelo Museu e nossa História, pois eles estavam louquinhos para que tivesse um Museu para contar a “estória dos esquerdopatas corruptos lulopetralhas e sociedade dos vivaldinos bandidinhos petralhas” !!!! A Globonews coloca mentiras no ar e deveria colocar a realidade desde 2004, aquele “Otávio do Estudio i” é grotesco só faltou dizer que foram os Militares que colocaram fogo no Museu. Nesse instante pedí a Sky que tire do Pacote a Globonews que tá dando nojo de “jornalismo esquerdopata lulopetralha” !!! As impressões digitais dos Governos Lula e Dilma estão naquele incêndio de ontem à noite e não precisam provas ! O que é que o Reitor e Dirigentes do Museu Nacional fizeram nesses últimos 15 anos com os milhares de dinheiro que dizem ter recebido ???? Por quê desde 2004 pedem empréstimo ao BNDES e só agora chegou, quando sabemos que Lula e Dilma distribuíram dinheiro do BNDES com os Narcoditadores Corruptos da América Latina construindo Obras com o dinheiro do povo brasileiro nos países satélites do Foro de São Paulo ???? O Reitor e os Dirigentes não falaram disso por quê ????

  14. “Comandante dos bombeiros insiste: “Os hidrantes estão sem água” (O ANTAGONISTA)

    Brasil 03.09.18 15:58

    O comandante-geral do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, Roberto Rodadey, disse que não havia água nos hidrantes do Museu Nacional, como registramos ainda na noite de ontem.

    A Cedae, companhia estadual de águas e esgotos, negou por meio de nota: “A Cedae afirma que havia água. Não houve falta d’água em momento algum no local”.

    Rodadaey rebateu, em conversa com jornalistas:

    “Os hidrantes estão sem água, não tinha brigadista. Eu desafio vocês a irem lá e abrirem a pressão da água. Tivemos muitas dificuldades para apagar no primeiro momento por conta disso, tivemos que ligar para o presidente da Cedae.”

    A vergonha é sem fim.”

  15. Extraído de matéria da CSP:

    “Desde 2014 a instituição não vinha recebendo a verba de 520 mil reais anuais para sua manutenção e apresentava sinais visíveis de deterioração, como paredes descascadas e fios elétricos expostos”.

    Como manutenção não significa reforma estrutural, que uma edificação dessa natureza e com essa finalidade exige periodicamente, e a deterioração referida se dá ao longo do tempo, por óbvio que as responsabilidades vêm de longa data.

  16. Vendo o Brasil se desmanchar, me pergunto…

    Qual será a situação da Biblioteca Nacional?

    Que possuí um acervo único.

    Será que está livre de sofrer uma tragédia como a do Museu Nacional?

  17. E a ‘madama’ do Cabral???
    As joias que ela comprou com o roubo do Rio de Janeiro não pagam um alvará e um ano de preservação da Biblioteca Nacional?

    E o Lula? Cadê a grana que os petistas surrupiaram?
    Faltam alguns bilhões de Reais…
    Pra quando?

  18. O incêndio do museu é mais uma amostra de que este país está imensamente doente.

    Doente pela corrupção endêmica e disseminada por toda parte.

    Doente pela destruição dos valores de respeito: ao próximo; às leis; à família; aos professores; aos policiais; às forças armadas.

    Doente porque considerável parcela da população vive alienada, fugindo para as drogas, para as bebidas alcoólicas, e para diversas outras compulsões…

    Doente porque a política por aqui se tornou uma ciência de criminosos e parasitas da administração pública, na esmagadora maioria das esferas, e pelos quatro cantos do território nacional.

    Não se iludam, porque muitos outros desastres virão, daqui para frente.

  19. Não sou defensor do Temer jamais, porém essas pessoas que dirigiram este órgão nos últimos anos deveriam ter a sensibilidade e a coragem de dar nome aos bois mostrar a origem do descaso citado por certa candidata ao senado pela pobre Minas Gerais e que foi presidente da república durante mais de 6 anos e devido a sua plena incompetência reconhecida nada fez por esse órgão.”quem tem olhos pra ver e ouvido pra ouvir que vista a carapuça”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *