Renato Lima e as coisas que irão desaparecer de nossas vidas

Renato Lima

Existem muitas coisas importantes para nós e que irão desaparecer de nossas vidas, e isso vai acontecer mais rápido do possamos imaginar. Confira algumas delas:

1 – Os correios

Email, Fedex, DHL e UPS têm praticamente dizimado a receita mínima necessária para sustentar os correios. O que chega pelos correios são contas e mensagens que não interessam.

2 – O cheque

A Grã-Bretanha já prepara o terreno para acabar com o cheque até 2018. O processamento de cheques custa bilhões de dólares por ano ao sistema financeiro. Cartões e transações online levarão o cheque à extinção.

3 – O jornal

A geração mais nova simplesmente não lê jornal. Quanto a ler o jornal online, prepare-se para pagar por isso.

4 – O livro

Você pode navegar em uma livraria online e até mesmo ler um capítulo pré-visualizado antes de comprar. E o preço é menos da metade de um livro real.

5 – O telefone fixo

A menos que você faça muitas chamadas locais, você não precisa mais do telefone fixo. Você pode mantê-lo porque sempre teve, mas está pagando encargo duplo para este serviço.

6 – A boa música

Esta é uma das partes mais tristes da história da mudança. A indústria da música está morrendo uma morte lente. Não apenas por causa dos downloads ilegais. É a falta de oportunidade para a nova música inovadora chegar às pessoas que gostariam de ouvi-la.

7 – Televisão

As pessoas estão assistindo TV e filmes transmitidos a partir de seus computadores. As pessoas já podem escolher o que querem assistir on-line.

8 – Coisas que você possui

Muitos bens que usamos e possuímos nós poderemos descartá-los no futuro. Eles podem residir na “Nuvem”. Apple, Microsoft e Google estão terminando os seus últimos lançamento em nuvem. Isso significa que quando você ligar o computador, a internet vai ser incorporada ao sistema operacional. Se você salvar alguma coisa, ela será salva na nuvem. Neste mundo virtual , você poderá acessar sua música, seus livros, ou qualquer coisa do gênero a partir de qualquer computador portátil.

9 – Privacidade

Se já houve um conceito de podermos olhar para trás com nostalgia é a privacidade. Ela acabou. Há câmeras na rua, na maior parte dos edifícios, você pode ter certeza que 24 horas por dia, 7 dias na semana , “eles” sabem quem você é e onde você está. Se você comprar alguma coisa, o seu hábito é colocado em um zilhão de perfis e os seus anúncios serão alterados para refletirem seus hábitos. “Eles” vão tentar levá-lo a comprar algo mais.

###
NOTA DA REDAÇÃO
Depois de nos mandar essa interessante lista de coisas que vão sumir de nossas vidas, infelizmente Renato Lima também resolveu desaparecer. É uma pena, porque Renato Lima já demonstrou que adora a Tribuna da Internet e tem prazer em navegar por aqui, cumprindo sua duríssima missão de defender o governo e o PT. Agora, teremos de aturar seus substitutos, que odeiam a TI e não demonstram o menor senso de humor. Volte logo, Renato Lima, imploramos a você. (C.N.)

15 thoughts on “Renato Lima e as coisas que irão desaparecer de nossas vidas

  1. Mais um ENGANADOR PETRALHA

    COREIOS
    Faliu na era pt

    CHEQUE
    nuncaantesnainuncaantesnahistoriadessepais
    os banqueiribanqueiros ganharam tanto

    JORNAL
    Na era petralha NÃO PODE IMOIMPRENSA LIVRE

    LULLA, O ENGANADOR DA BOA FÉ DA POPULAÇÃO
    nunca leu um livro

    TELEFONE FIXO
    FHC privatizou a telefonia e hoje
    temos mais celulares do que habitantes

    A BOA MUSICA
    Para os petralhas a unica coisa que deve existir é a ROUBALHEIRA

    TELEVISAO
    Vide tv brasil

    COISAS QUE VC POSSUI
    Lulladrao diz que é tudo do mst

      • Ninguem desta TI comunga odio, apenas usa seu direito como cidadão de mostrar a realidade do Brasil,infelizmente o Sr Renato é parte do lado negro que esta destruindo nossa esperança e nos como seres humanos integros, continuaremos lutando por um Brasil mais humano,honesto e fraterno para nossos filhos e netos ok?

        • Waldemar, Sig provavelmente diria que há algum mecanismo de projeção envolvido e, pela outra resposta ao seu comentário, tambem de racionalização. Por isso que quase já não leio essas sessões. Mesmo a favor do que você pensa, é um tremendo desrespeito um sujeito já começar expressando sua opinião com ódio e xingamentos.

  2. O premio nobel de economia Schupeter concebeu o conceito de “destruição criativa”, onde mostra que muitas vezes um conceito, um invento, que perde o uso, que se torna obsoleto, enseja o surgimento de um um outro, novo, superior. Os exemplos são inúmeros, como a máquina de escrever substituída por computadores, o código Morse substituído por outros códigos como o código ASCII, e dezenas de outros inventos que foram suplantados por ideias novas.
    Muitas artefatos resistem ao tempo, por exemplo a câmera fotográfica de filmes, por proporcionar resultados excelentes, não superados por câmeras digitais, sendo que elas continuam em voga. O lápis é outra invenção que não foi superada, pois até hoje não se inventou algo melhor para fazer um sketch, ou registrar uma ideia em papel.
    O maior exemplo de superação, para mim, é o Homem. Ele teve o seu início nas savanas da África, vivia apoiado nos pés e nas mãos. As suas mãos serviam como apoio. Tempos depois, levantou, perdeu o apoio das mãos e adquiriu uma nova ferramenta, as mãos, que simplesmente transformaram o planeta.
    Que sejam bem-vindas as destruições criativas, pois elas mudam o mundo para melhor.
    PS. Não concordo que o livro será suplantado. Não concordo que a boa música desaparecerá. Talvez vivamos um momento de apagão cultural no Brasil, mas o mundo é vasto.

  3. Se isto for verdade que ele não irá mais fazer comentários, será um grande alegria para todos que participam deste site. Acho que ele irá pousar em outro monte como fazem as moscas. Ele esqueceu de citar também que irão desaparecer: os petralhas e a mula ambulante, pois no final o que vence é a verdade. Este caras são tão ruins, eles copiam uma coisas e não citam a fonte, Valeu Alessandro. Já foi tarde este cara, na certa deve ter arranjado um cargo em alguma estatal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *