Renda média do brasileiro recua e entre os mais pobres é agora de apenas R$ 177

Crise se agrava e milhares de famílias não podem comprar  gás

Pedro do Coutto

Uma pesquisa realizada pela PUC do Rio Grande do Sul em parceria com o Laboratório da Dívida Social, com base em dados do PNAD do IBGE, revela que a renda do trabalho média dos brasileiros e brasileiras caiu em julho para R$ 1326, sendo que entre os 40% mais pobres encontra-se estacionada somente em R$ 177 por mês. A reportagem é de Leonardo Viceli, Folha de S. Paulo desta sexta-feira.

Como se constata a renda média de R$ 177 por mês vai se refletir na fome porque tal valor não é suficiente para que o grupo social possa adquirir os alimentos de que necessita. Os dados focalizados referem-se ao mês de julho e assinalam um recuo de cerca de 10% em relação à média dos três meses anteriores. A pesquisa, na minha opinião, assinala a dimensão da crise social que está se agravando no governo Jair Bolsonaro.

RETRAÇÃO – Os preços estão subindo, o IBGE aponta uma inflação de 10% para o período de setembro de 2020 a setembro de 2021 e os salários estão sendo reduzidos pois sequer conseguem acompanhar o índice inflacionário oficial. As consequências do consumo de tal política são inevitáveis. A retração atingiu já o comércio de varejo cujo acesso não inclui obviamente as famílias cuja renda média é de R$ 177.

O levantamento se fixou nas vinte maiores metrópoles brasileiras. E, se nas metrópoles os índices são esses, imaginem como serão os que se referem às áreas rurais onde ainda existe uma escravidao pouco disfarçada, como  Antonio Houaiss e eu acentuamos em “Brasil – O fracasso do conservadorismo”, livro de trinta anos atrás.

DIREITOS SOCIAIS – Um aspecto que influi e contribui para iludir o quadro de desemprego que se eleva a mais de 14 milhões de pessoas é o emprego informal que em alguns momentos apresenta crescimento, como é o caso dos meses finais do ano em função das vendas de Natal. Mas o emprego informal, como acentua Fernando Canzian, Folha de S. Paulo, termina prejudicando a obtenção de direitos sociais, como é o caso da aposentadoria pelo INSS e do acesso ao FGTS.

A situação, em síntese, ressalta que o recuo da renda média deixa claro que não está ocorrendo a reativação da economia como costuma dizer o ministro Paulo Guedes. Falta perspectiva e um novo horizonte aos que vivem de salários. São esses, no fundo, os que sustentam o consumo, não só no Brasil, mas no mundo todo. Infelizmente, pagam a conta de fracassos como os que dominam o atual governo brasileiro.

PATRIMÔNIO ECOLÓGICO – Nicola Pamplona, na Folha de S. Paulo, Glauce Cavalcanti e Stephanie Tondo, em O Globo, e Fernanda Nunes, no Estado de S. Paulo, edições de ontem, focalizam com grande destaque o leilão para explorar áreas de reservas de petróleo, incluindo de forma surpreendente o Arquipélago de Fernando de Noronha e o Atol das Rocas, ambos no Rio Grande do Norte. A perfuração de poços marítimos nas águas de Fernando de Noronha configurariam um absurdo, um atentado à ecologia e um desastre em matéria de proteção ao meio ambiente. Nenhuma empresa se habilitou, nem a Petrobras.

Nos leilões de quinta-feira só foram negociados cinco lotes, todos da Bacia de Santos. Quatro em investimento único da Shell e um quinto da Shell também, mas em parceria com a empresa colombiana Ecopetrol. Portanto, ficou preservado o santuário ecológico de Fernando de Noronha e o Atol das Rocas.

SANTUÁRIO DE PAMPULHA  – No início desta semana, o Vaticano concedeu à Igreja da Pampulha erguida quando Juscelino Kubitschek foi prefeito de Belo Horizonte, com base num projeto de Oscar Niemeyer com um painel de Cândido Portinari, o título de santuário. Por uma coincidência do destino, o prédio da ONU apresenta também em seu salão principal um painel “Guerra e Paz” de Portinari.

A Igreja da Pampulha esteve interditada durante 15 anos, de 1943 a 1958, quando o Papa era Eugênio Pacelli, ultraconservador, personagem central de “O Papa de Hitler”, de John Cornwell. Em 1958 Pio XII faleceu e foi sucedido por João XXIII. Hoje, a bela e pequena capela da Pampulha faz parte do patrimônio mundial e cultural do Vaticano.

Nada como o tempo para estabelecer os avanços entre os quais os da cultura universal. Basta dizer, acrescento, que até hoje nenhuma obra de arte que tenha sofrido interdição ou restrição, com o passar do tempo, não tenha sido liberada integralmente. Os exemplos são muitos e os fatos revelam que nas tragédias, os fatos da vida real superam o que se denomina de ficção.

11 thoughts on “Renda média do brasileiro recua e entre os mais pobres é agora de apenas R$ 177

  1. Todos os dados econômicos, sociais e ambientais deste desgoverno são catastróficos. Este cidadão e sua corja, jogaram o país e maioria da população no buraco. No governo de Lula, mesmo com toda corrupção, o Brasil chegou à ser a sexta economia do planeta, tínhamos o pleno emprego, alimentos em abundância, elevação real dos salários e eramos referência de políticas ambientais. Após o golpe branco, arquitetado por atores externo e contando mais uma vez, com o apoio dos vira- latas internos, nós restou está tragédia chamada Bolsonaro. Em todo tempo do seu desgoverno, este cidadão falou somente uma verdade: nada é tão ruim que não possa piorar lei de Murphy) ; a cada dia que se passa no Brasil, com este cara e sua corja no Poder, podemos comprovar está máxima.

  2. Os preços dos combustíveis estão uma imoralidade, um descalabro, uma vergonha.

    Aumenta o preço das carnes, das frutas , e tudo mais.

    E o povão da periferia, como fica?

    Esse presidente da Petrobras é um sádico psicopata…

  3. Esse governo foi a pior desgraça que aconteceu ao brasileiro.Muito pior , muito mesmo do que o governo da Dilma.

    Gasolina à sete reais é um verdadeiro absurdo e ninguém diz.

    O presidente da Petrobras tem carro à disposição,combustível de graça e outras regalias .Não está nem aí para o povo brasileiro sofredor.

  4. O cavalo bagunçou o país!!!!!

    Nunca foi administrador.

    Nem as “Rachadas” ele administrava. Quem administrava era a ex-mulher, que deu para o bombeiro.

    Como disse um militar que está sendo inquirido:

    “Bolsonarista está sendo enrabado e está rindo”.

  5. Esse governo foi a pior desgraça que aconteceu ao brasileiro.Muito pior , muito mesmo do que o governo da Dilma.

    Gasolina à sete reais é um verdadeiro absurdo e ninguém diz nada

    O presidente da Petrobras tem carro à disposição,combustível de graça e outras regalias .Não está nem aí para o povo brasileiro sofredor.

  6. Ah, se os liberais se revoltassem contra as mamatas da classe dominante como se incomodam com qualquer migalhas pra pobre.

    Liberal não é contra Estado. É contra Estado fornecendo dignidade pra pobre. Assim, encarece o custo da mão de obra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *