Resposta ao comentarista José Antonio, que defende as fábricas de cigarros, perdão, a indústria da morte.

José Antonio: “Fuma quem quer. E se o Jóquei Clube tivesse que indenizar os que jogam nas corridas?”

Comentário de Helio Fernandes:
Você diariamente tem que exibir sua tolice e burrice, mostrar que é do contra. “Não “fuma quem quer”, como você afirma, sem entender coisa alguma. Desde os mais distantes dos tempos, as cigarreiras (ou a indústria do tabaco) influenciavam, direta ou indiretamente, o hábito de fumar. E os adolescentes eram as maiores vítimas. Parecia bonito fumar.

Agora, no mundo inteiro, a compreensão ganhou maior espaço, só não conseguiu impressionar você, um pobre e desprezível pseudônimo. Procure argumentos razoáveis, e será respeitado. Comparar as centenas ou até milhares dos que jogam nas corridas, com os milhões que se sacrificam e morrem por causa das cigarreiras, só leva ao descrédito. Você pode dizer: “Não me atinge”. É verdade, pseudônimo é inatingível.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *