Retrospectiva literária: como foram suas leituras em 2020, quando sobrou tempo para ler…?

Júlia de Aquino, entre alguns livros que leu este ano

Júlia de Aquino
Instagram literário @juentreestantes

2020. Um ano inusitado, confuso e triste em diversos aspectos. No âmbito literário, houve pontos positivos e outros nem tanto. Apesar dos cancelamentos de eventos por conta da pandemia, editoras e livrarias aceleraram o processo de venda on-line, uma conquista para o mercado editorial.

Muitos autores e autoras pouco conhecidos ganharam espaço entre leitores; esses, em casa, se aventuraram a ler novos estilos e a descobrir novos nomes, além de olhar com mais atenção a estante cheia de livros não lidos. Nesse cenário, influenciadores literários ganharam ainda mais destaque e mostraram aos usuários de redes sociais outras tantas opções.

PREENCHER O TEMPO – Acima de tudo, foi um ano que possibilitou que olhássemos para dentro, para nós mesmos e nossos hábitos. Nesse sentido, os livros nos ajudaram a passar por esse momento complicado – tanto pela questão da ansiedade como para “preencher o tempo e o vazio” do isolamento social.

No que diz respeito à Literatura, qual foi sua “conquista literária” em 2020?

HÁBITO DE LEITURA – Falando por mim, certamente a maior conquista foi ter mantido o hábito de ler vivo, lendo um pouco todos os dias e semanas. Muito além de quantidade de livros, o ponto principal está na prática constante ao longo dos meses.

E mesmo quem ainda não chegou lá, conseguindo ler um pouco todos os dias, sempre há esperanças, principalmente para quem já conhece o mundo literário e sabe as maravilhas que ele nos proporciona. É um hábito que exige disciplina e repetição no início – assim como qualquer outro –, mas que com o tempo torna-se tão natural como beber água.

LIVROS DESAFIADORES – Mais uma vez falando pela minha experiência pessoal, foi um ano em que me desafiei mais. Escolhi livros mais densos, alguns até técnicos, e os famosos “calhamaços” – livros grandes e com muitas páginas.

Por exemplo, “It: a Coisa”, do mestre de terror Stephen King. Nunca prestei muita atenção nele por causa do tamanho (1.103 páginas), que me assustava. Nesse ano, porém, o peguei para ler – e adorei! Que surpresa boa! E assim foi com alguns outros títulos. E que continue assim em 2021!

LISTA COMPLETA DOS LIDOS 2020 – Com toda certeza, cada uma das leituras foi importante e me preparou para as que vêm por aí no novo ano. E mesmo aquelas que não se destacam muito, sempre trazem algo de bom. Mostro abaixo a lista completa das leituras completadas em 2020, em ordem, e os livros que estão em andamento:

  1. Como eu era antes de você – Jojo Moyes
    2. O perigo de uma história única – Chimamanda Ngozi Adichie
    3. A profecia da sereia – Clara Alves
    4. Depois de você – Jojo Moyes
    5. A história de Greta – Valentina Camerini
    6. A saideira – Barbara Gancia
    7. Ainda sou eu – Jojo Moyes
    8. O segredo do meu marido – Liane Moriarty
    9. Amigos para a vida – Andrew Norriss
    10. Beba poesia vol. II – Claudio Schuster
    11. Kkkrônicas – Milla Benício
    12. Sobre risos, drinks e dates – Nanda Pimentel
    13. Sobre risos, drinks e dates 2 – Nanda Pimentel
    14. Minha história – Michelle Obama
    15. Encantadores de vidas – Eduardo Moreira
    16. Amanhã hoje é ontem – Daniella Zuppo
    17. A seleção – Kiera Cass
    18. A garota que você deixou para trás – Jojo Moyes
    19. A elite – Kiera Cass
    20. Por que fazemos o que fazemos – Mário Sergio Cortella
    21. A escolha – Kiera Cass
    22. Sagrada família – Zuenir Ventura
    23. Quarto – Emma Donoghue
    24. A herdeira – Kiera Cass
    25. A coroa – Kiera Cass
    26. Comportamento do consumidor – Vários autores
    27. Crânio, coração e poesia – Carlos Augusto
    28. A luz que perdemos – Jill Santopolo
    29. It – A Coisa – Stephen King
    30. Mentes perigosas – Ana Beatriz Barbosa Silva
    31. O jeito Disney de encantar os clientes – Disney Institute
    32. A estrela de prata – Jeannette Walls
    33. Hibisco roxo – Chimamanda Ngozi Adichie
    34. As vantagens de ser invisível – Stephen Chbosky
    35. O festim dos corvos – George R. R. Martin
    36. O pequeno príncipe – Antoine de Saint-Exupéry
    37. A história por trás da História – Marcelo Lacativa
    38. A dança dos dragões – George R. R. Martin
    39. Canção de ninar – Leila Slimani
    40. O amor não se isola – Maria Beltrão
    41. Ideias que colam – Chip Heath e Dan Heath
    42. Traição em família – David Baldacci
    43. Na praia – Ian McEwan

EM ANDAMENTO
• Mulheres que correm com os lobos – Clarissa Pinkola Estés
• O voto feminino no Brasil – Teresa Cristina de Novaes Marques

TRIBUNA DA INTERNET – Além das leituras, foi uma honra começar a escrever semanalmente na Tribuna: a troca que temos aqui através dos comentários é realmente muito significativa para mim. Obrigada ao Carlos Newton, que acreditou nos meus textos e no meu amor pela Literatura, e a todos vocês, pelas dicas e participação constante nos posts!

No Instagram, publico diariamente no perfil Ju Entre Estantes (@juentreestantes), e para os que ainda não o conhecem, deixo o convite para me encontrarem por lá também!

Na semana que vem, mostrarei a lista e os detalhes das minhas cinco leituras favoritas de 2020. E quero saber de vocês: como foi o ano? Conseguiram manter o hábito da leitura? Leram algum livro há muito esquecido na estante? Presentearam com livros? Aguardo vocês nos comentários!

Abraços e ótimo 2021 a todos, com saúde, paz e… LIVROS!

Até a próxima!

17 thoughts on “Retrospectiva literária: como foram suas leituras em 2020, quando sobrou tempo para ler…?

  1. Julia, foi lançado o livro, de minha autoria, A NONA HORA, pela editora Viseu. Seria uma honra você ler essa obra, com a minha estreia no mundo das letras, e ver a sua importante opinião. O livro está à venda só pela Internet, em vários sites: Amazon, Americanas, eviseu.com e outras. Abraços.

    • Oi, Augusto! Que bacana!!! Parabéns pelo lançamento!!

      No momento eu não estou fazendo parcerias de leitura com autores pois estou envolvida em outros projetos e, por isso, não posso me comprometer. Mas vou tentar voltar com as parcerias no meio de 2021.

      De qualquer forma desejo muito sucesso em sua trajetória literária! E que venham mais lançamentos por ai =)

      Forte abraço e óitmo 2021!

  2. Julia, foi uma alegria para mim, e acredito que para todos os que gostam de ler, encontrá-la aqui na TI. Como sou, no dizer de um bom amigo, um “leitor caudaloso”, não farei lista de livros lidos, direi apenas que continuei meu hábito de leitura, li muitas coisas novas, de romances policiais a livros de science fiction aos livros que são chamados de “sérios” pelas pessoas que não sabem quanto têm de sérios os das outras duas categorias, revisitei amigos antigos nas estantes, pude continuar, graças ao Kindle, minha sequência interrompida da leitura de Proust e vim conhecer o Xavier de Maistre, em fim, pude continuar com um de meus vícios preferidos apesar da tensão e preocupações da pandemia, e ganhei (graças a você, obrigado 🙂 um novo amigo e promissor colaborador para escrever conosco nas Conversas do Mano. Estou lendo por estes dias o “Far from the madding crowd”, do Thomas Hardy.
    Um 2021 muito feliz para você, que continuemos nós todos a nos encontrarmos por aqui, e um abraço do Mano

    • Wilson, obrigada pelas palavras carinhosas!! Também foi muito legal conhecer você e todo o pessoal que está sempre por aqui =)

      Excelentes suas leituras, e mais ainda você ter mantido o hábito!!!!
      Fiquei muito feliz de ter apresentado você e o Carlos, um amigo queridíssimo e especial para mim!

      Nos vemos na semana que vem!
      Beijos e feliz 2021 para você e sua familia!

  3. 1) A TI melhorou muitíssimo com a sua chegada este ano. Falar de livros semanalmente é uma ótima. Parabéns !

    2) O livro que estou lendo atualmente é “Assim Falava Zaratustra”, de Friedrich Nietzsche, Editora Vozes, 402 págs.

    3) “Porque eu te amo, ó Eternidade”, pág.298, livro citado.

  4. Prezada Autora JÚLIA DE AQUINO,

    Como é bom termos aqui dicas e opiniões de Leitura como as de JÚLIA DE AQUINO – JU ENTRE ESTANTES.

    Eu sigo lendo a Bíblia, tanto a TORAH como o NOVO TESTAMENTO, alguns Livros de Exegese de Rabis Judeus, Biografias principalmente dos grandes Líderes, Economia Política e Sociologia.
    Gosto muito também de Relatório de Viagens e Aventuras.

    E assim vamos satisfazendo a Curiosidade.

    Nossas Saudações.

  5. Parabenizo Carlos Newton por ter oferecido à Júlia um espaço na TI, onde ela nos sugere títulos de livros para a nossa leitura, distração e aprimoramento intelectual.

    Inegavelmente, a articulista adicionou mais qualidade ao blog, e justamente uma página digna de elogios e mérito de sua autora.

    Quanto à minha leitura, confesso que estou sempre manuseando livros de História e Filosofia, pelos quais tenho uma certa obsessão.
    Atualmente, divido o tempo entre A Primeira Guerra Mundial, de Martin Gilbert e A Batalha pela Espanha, de Antony Beevor, abordando a Guerra Civil Espanhola.

    Quanto ao filósofo que mais me “identifico”, trata-se do mal-humorado Arthur Schopenhauer, cujo livro de sua autoria, O Mundo como Vontade e Representação, li dois dos quatro livros que compõem a magnífica e importante obra desse alemão:
    A Teoria do Conhecimento e A Filosofia da Natureza.

    E me vejo obrigado a reler certas partes porque o filósofo não facilita, isto é, algumas frases ou parágrafos precisam ser relidos para ser compreendidos e, mesmo assim, ainda saio em dúvidas se entendi ou não.

    Enfim, um conjunto de livros que demonstra a insatisfação humana consigo mesma, e a busca incessante ordenada pelo desejo de sempre ter e, quando realizado, o reinício dessa Via Crúcis do homem à procura de outros objetivos.

    Obrigado pela página sobre literatura, Júlia.

    Saúde, paz, sucesso e realizações, extensivos aos teus familiares.

    FELIZ ANO NOVO!

    • Francisco, muito obrigada pelas palavras e por ser tão participativo nos posts toda semana!

      Excelentes leituras! Gosto muito de ler sobre a I e II Guerra, e também gostaria de me aprofundar na Guerra Civil Espanhola. Ainda não tive oportunidade de ler nada de Schopenhauer, mas sua análise me animou para conhecê-lo!

      Muita saúde para você e os seus e até 2021! =)

  6. Julia, que ótimas dicas de Leituras, só faltou incluir nossos autores Classicos, como Machado de Assis, e os grandes escritores universal.
    Este ano tive a grata felicidade de reler a Divina Comedia, Memorias Postumas de Brás Cubas, O Pequeno Principe, poesias.

    Um Feliz 2021 de Paz, Saúde e muita Leitura.

  7. Francisco, muito obrigada pelas palavras e por ser tão participativo nos posts toda semana!

    Excelentes leituras! Gosto muito de ler sobre a I e II Guerra, e também gostaria de me aprofundar na Guerra Civil Espanhola. Ainda não tive oportunidade de ler nada de Schopenhauer, mas sua análise me animou para conhecê-lo!

    Muita saúde para você e os seus e até 2021! =)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *