Ricardo Teixeira – Dunga

Demitiu o técnico pelo site, cumprindo ordens que recebeu pelo telefone. Nada surpreendente, ele é subserviente para cima, inconveniente e inconsciente para baixo.

O treinador da seleção mostrou total e completa instabilidade, ao declarar publicamente: “Só decidirei meu futuro, depois de conversar com Ricardo Teixeira. Posso até continuar comandando a seleção”.

Inacreditável. Então o Dunga (“auxiliado” pelo Jorginho) não percebeu que ninguém, mas ninguém mesmo, queria que continuasse? Ao contrário do que muito acreditavam, a incompetência do treinador não é apenas congênita, é também adquirida.

A Copa de 2014

O ainda presidente da CBF, (até quando?) declarou antes mesmo da eliminação: “O Brasil me deve o fato da Copa de 2014 ser no Brasil”. Mente desvairadamente, tenta de todas as formas iludir a opinião pública, para isso usando e corrompendo a CBF.

O Brasil realizou a Copa de 1950, por causa da Segunda Guerra Mundial. Nenhum país da Europa tinha condições de sediar o acontecimento, que naquela época nem era acontecimento.

Ricardo Teixeira nasceu em 1948, fez agora, 62 anos. Assumiu a CBF em 1989, corrompe o órgão, portanto, há 21 anos. Em 2014, estarão se completando 64 anos da primeira Copa no Brasil. A Alemanha realizou a primeira Copa em 1974, e sediou a segunda em 2006, portanto apenas 32 anos decorridos.

***

PS – O Brasil, que participou de todas as Copas, e que já ganhou 5 títulos, por que teve que esperar 64 anos?

PS2 – O Brasil não organizou a Copa antes, justamente por causa de Ricardo Teixeira. Negociava o apoio dos votos brasileiros, e ia adiando nossa participação.

PS3 – Agora, os fatos se inverteram; a negociação foi feita diretamente com o presidente Blatter, em troca do apoio do Brasil a mais uma eleição do atual dirigente da Fifa.

PS4 – Blatter, malandríssimo, combinou com Teixeira: “Serei reeleito em 2011 (ano que vem), e em 2015 será a tua vez”.

PS5 – Blatter tem garantida (?) nova eleição em 2019, Teixeira não fará oposição. Nesse ano será a sua vez. Estará com 70 anos. Enquanto isso, é poderoso no Brasil, domina o presidente da República e governadores, zomba da CPI do Congresso.

PS6 – Ia esquecendo: o assessor de cavalaria continuará, só o que ganha de mordomias e “corporativismo”, uma fábula. E é intermediário solícito do patrão. Que República.

NÃO DEIXE DE LER AMANHÃ:

A “pacificação” das favelas do Rio não passa de um
acordo feito entre o governador e os traficantes, que podem “trabalhar” livremente, desde que não usem armas nem intimidem os moradores das comunidades

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *