Roberto Jefferson volta para casa, em regime aberto

Jefferson também ganha benefício. Enquanto isso, Marcos Valério…

Aguirre Talento

Folha

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luís Roberto Barroso concedeu pedido do ex-deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ), condenado no mensalão, para passar do regime semiaberto para o aberto. A decisão foi divulgada nesta sexta-feira e ocorreu após aval do Ministério Público para o pedido. Jefferson havia sido preso em fevereiro do ano passado e cumpre pena no Rio.

Jefferson foi condenado no processo do mensalão a sete anos de prisão por lavagem de dinheiro e corrupção passiva. Sua defesa sustentou que ele atingiu o cumprimento de 1/6 da pena, necessário em lei para a progressão do regime. Para esse cálculo, considerou que ele está trabalhando externamente desde outubro de 2014.

“A documentação que instrui o pedido comprova o cumprimento do lapso temporal, o bom comportamento carcerário e o pagamento da pena de multa”, disse o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao dar parecer favorável ao pedido.

Com a mudança para o regime aberto, ele pode passar as noites em casa, em vez de dormir em um estabelecimento prisional, mas tem algumas restrições, como não poder ir a bares.

25 thoughts on “Roberto Jefferson volta para casa, em regime aberto

  1. A injustiça contra o ex-deputado Jefferson que seguia preso, enquanto que seus cúmplices do PT se encontram soltos, foi desfeita.
    O correto é que amargassem na cadeia até o fim de suas vidas, mas como o STF está a serviço do Executivo e depois para o Legislativo, portanto, CONTRA O POVO, o ex-presidente do PTB está livre do presídio.
    Entretanto, Valério continua preso, nessas alturas configurando que os ministros da nossa mais alta corte não foram imparciais quando dosaram as penas que os acusados sofreriam.
    Muito mais graves foram os crimes cometidos pelos parlamentares e dirigentes petistas e demais partidos envolvidos porque em função pública que o empresário, pois este agia em consonância a Zé Dirceu, o meliante, o criminoso, o mentor intelectual do mensalão.
    Que o ex-deputado aproveite o que lhe resta de vida, e escreva um livro contando A VERDADE sobre o golpe contra a Constituição onde ele foi um de seus artífices.

    • Você disse, Francisco Bendi, o que eu gostaria de dizer, mas não tenho o dom da palavra. Sempre achei uma aberração a prisão de Roberto Jefferon. Muitos acharam também, mas a Justiça quis continuar sendo injusta com quem denunciou o mensalão. Não interessa argumentos nenhum para a denúncia, o que interessa é que o brasileiro ficou sabendo de tudo. Não fosse ele, Dilma não seria a PresidentA hoje.

    • Oi Bendl, ando pensando ultimamente, que esta Constituição foi feita por gente muito competente para o lado deles, das “zelites”, dos parlamentares. Observe que para tudo eles tem uma brecha, uma saída, uma interpretação e é dificílimo fisgar um peixe graúdo e quando fisga logo vem uma lei bonachona que coloca o sujeito em casa. Quando são multados, quem paga a multa é o fundo partidário e continuam numa boa…

  2. O Roberto Jefferson escreveu o livro NERVOS DE AÇO, no qual conta passagens do mensalão.
    Bom livro para aqueles que querem saber como a trama capitaneada pelo PT foi urdida.

  3. Gente…
    Calma… Menos…
    São todos farinha do mesmo saco. Tudo veio a tona, apenas porque brigaram entre si na partilha do botim.
    Infelizmente, temos que reconhecer que o sistema político e consequentemente a gestão da coisa pública no Brasil está podre e vai demorar muito para sairmos dessa.
    Somos uma Nação rica. Muito rica! E somos um povo muito pobre sob muitos aspectos. Principalmente nos serviços públicos oferecidos ao povo. Todos de péssima qualidade e não condizentes com a grandeza da nação brasileira.

  4. -Como o tempo passa, deputado.

    -Quem ontem te viu de 38 na cinta, ARROGANTE, PREPOTENTE e sempre com o DEDO EM RISTE, características dos SERES que se consideram IMORTAIS e geneticamente superiores aos demais, tais quais o Sérgio Mota, e quem hoje te vê, deputado!

    -Bastou um simples “capricho de uma mutação no DNA” para que o senhor se apanhasse entubado e se colocasse, novamente, entre os mais simplórios dos SERES VIVOS!!!
    Bastou apenas aparecer um MAGISTRADO que honrasse a importante função pública para que o senhor caísse do MONTE OLIMPO; e só não caiu algemado e com fotografia de frente e de perfil por causa das nossas atuais autoridades, simpatizantes de BANDIDOS e preocupadas com a “reinserção social” e COM o “constrangimento ilegal” das pessoas da tua marca, que trataram de regulamentar, a tempo hábil, o uso desse meio de contenção e de identificação de bandido, provavelmente prevendo algum “efeito colateral” da nossa frágil democracia!

    -Quantos anos o senhor acha que ainda tem pela frente? Aproveite esse curto tempo para fazer algo útil para os seres humanos com os quais o senhor gritava como se fossem gado – e que ficarão aqui após a tua partida. Ao contrário da memória do Tomás Bastos, pelo menos terão uma BOA LEMBRANÇA do senhor.

    • Prezado Francisco Vieira Brasilia – DF
      maio 15, 2015 10:23 pm

      Não se vanglorie da desgraça alheia, nunca se esqueça que você também tem um DNA e que o câncer e muito democrático. Não se pode confundir uma doença com política.

    • Por que não te calas? Nem ele, nem você, nem eu, sabemos quantos anos temos pela frente! Repito o que disse Ricardo: “O câncer é democrático”

  5. Uma grande aberração foi a prisão de Roberto Jefferson. Não foi ele, Dilma não seria nunca Presidente, nem PresidentA do Brasil. Por ironia das autoridades, ele levou mais tempo de prisão, embora um homem operado de Pâncreas, estômago e figado. Nada foi levado em consideração, embora eu ache que só o fato de ter denunciado, deveria merecer agradecimento das autoridades – porque o povo brasileiro reconhece seus méritos. Que tenha Paz Roberto Jefferson! Cuide de sua saúde!

  6. Jefferson nunca foi santo e acho que não deixou de sê-lo, mas, justiça seja feita, o Brasil deve um grande favor a ele. Sua prisão em regime fechado enquanto dirceus, genoínos e que tais flanavam livres, leves e soltos era uma aberração.

    Quanto ao comentário de Francisco Vieira, não surpreende, vindo de quem vem.

  7. Até hoje, lembro do discurso do Jefferson, defendendo-se no plenário do Congresso, da cassação que já era inevitável, e uma das frases que mais marcou, foi sua definição, dos partidos dos trabalhadores, ” porcos macros ” , dito e feito. Acertou na mosca, e o nosso Pais, desmantelou, de tanta roubalheira. Nós brasileiros, ficamos surdos e burros, que pena!!! Roberto Jefferson, não deveria nem estar preso(delação premiada), foi ele que deu as primeiras pistas, da malignidade do PT. Partido este, que já deveria ser extinto e expurgado, devido aos crimes de Lesa Pátria, infringidos contra esta Nação.

  8. Senhores,

    Justamente por saber da BREVIDADE DA VIDA é que procuro tratar todos da mesma maneira, mesmo que, em alguns casos, haja a necessidade de reverência ao cargo ocupado pela pessoa; mas isso não impede que trate os demais com respeito. Sei que estou aqui apenas em uma breve passagem e que daqui não levarei nada – nem mesmo lembranças.
    Também tenho consciência da CERTEZA DA MORTE e que ela pode chegar a qualquer momento, em qualquer idade e de milhares de formas diferentes. Ninguém é melhor do que ninguém, em se tratando da fragilidade da vida. Foi assim que aconteceu com o jovem filho do governador: saiu para dar um passeio de helicóptero e voltou para casa em um ataúde! Quem poderia imaginar? Um jovem com toda uma vida pela frente!!!

    E é por isso que procuro fazer o que é certo hoje, pois não sei quantos anos, ou meses, ou dias, ou horas, ainda terei para olhar para o sol e para poder ajudar alguém, para abraçar os meus entes queridos ou para tratar bem as pessoas que estão a minha volta. Como uma formiga, sei que o que ficará de mim para as próximas gerações será apenas a minha contribuição, feita através do trabalho, até o dia de hoje, para a bem-estar do “formigueiro” chamado Brasil. Até mesmo as lembranças da minha existência serão apagadas com o passar dos séculos.

    Ora, o que o ladrão faz é justamente o contrário do que as pessoas que constroem alguma coisa fazem: como parasita, toma para si o que é de outro e/ou da sociedade e fruto dos esforços e do trabalho destes! O ladrão não soma, diminui. Se a sociedade fosse formada apenas por pessoas da igualha desse senhor ainda estaríamos morando em cavernas, um roubando o tacape do outro!

    EU? TER PENA DE LADRÃO?
    -Eu tenho pena das crianças que estão nas ruas, sem futuros, drogadas e anestesiadas sob o sol escaldante porque o dinheiro destinado à educação delas foi roubado pela quadrilha desse senhor;
    -Eu tenho pena dos trabalhadores, das crianças, dos idosos e dos recém-nascidos que já vi morrer, à míngua, com um tubo enfiado no nariz, sozinhos, sobre uma cama imunda, nos cômodos do Hospital Regional de Taguatinga e/ou no Hospital Regional da Asa Norte, Distrito Federal, por falta de UTI ou de médicos, porque o dinheiro destinado à saúde foi embolsado pelos amigos desse senhor!
    -Eu tenho pena das pessoas que trabalham cinco meses em cada ano, somente para pagar impostos, sem direito à educação, à saúde ou à segurança para que a turma desse senhor fique rica!
    -eu tenho penas das mulheres, meninas e moças que andam espremidas e abusadas por vadios, diariamente, nos transportes públicos, para que a classe desse senhor possa andar de jatinho!
    -Eu tenho pena das viúvas e órfãos produzidos pela IMPUNIDADE reinante neste lugar chamado Brasil, por consequência das leis serem feitas por pulhas iguais a ele.

    ORA, QUE TENHA UMA MORTE HORRÍVEL!
    Se ele tiver uma MORTE IGUAL às mortes dos milhares trabalhadores que ele roubou (e que já presenciei) NÃO TERÁ SIDO FEITO JUSTIÇA aqui na terra. Será um estorvo a menos entre as pessoas de bem. Uma carga morta a menos para ser carregada!

    Abraços.

  9. Senti falta de comentário veemente do Carlos Newton, não só contra a legislação que permitiu a liberação do mensaleiro collorido Roberto Jefferson, muito menos contra o procurador e o ministro que determinou a sua soltura, consoante reverberou todas as vezes em que o benefício fora deferido a petistas. Espero que o ódio pessoal que o CN vem devotando aos petistas se esvaia antes da sua credibilidade como veterano jornalista.

    • Concordo com sua preocupação, Paulo Sérgio. Também tenho medo de que o fracasso me suba à cabeça, como está acontecendo com a dona Dilma, que dá até pena. Era melhor ela voltar para casa, de onde jamais deveria ter saído.

      CN

  10. não apoio este governo da Dilma mas não podemos nos enganar R. Jeversson e M valério já faziam o mensalão com com o PSDB no governo FHC. como o PSDB não tem luta popular e visa o nosso Pais pro intereses do Estado Unidos e da elite e o mensalão era acobertado e pra derrubar o governo usaram o R. Jerferson pra fazer o mensalão e convidar o PT e depois denunciar pra desistabelecer o governo. e deu certo só q o R Jeferson pensava q os poderosos iriam encoberta-lo, mais foi traído e dançou junto com todos. temos q derrubar todos esses não só o PT q só é filho da corrupção, e o PMDB que nunca foi eleito pelo povo mas estão sempre governando a mais de 40 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *