Rodrigo Maia rebate Paulo Guedes e acentua distância entre o ministro e o Congresso

Resultado de imagem para rodrigo maia

Rodrigo Maia mostra que Guedes está sendo incoerente

Pedro do Coutto

Numa entrevista a Leandro Colon e Júlia Chaib, Folha de São Paulo de sexta-feira, o deputado Rodrigo Maia aprofundou as divergências de pensamento entre o Parlamento e o ministro Paulo Guedes. O presidente da Câmara dos Deputados se mostrou surpreendido com o pensamento do ministro, exposto na lista dos projetos de reforma que se encontram no Congresso.

A entrevista de Rodrigo Maia foi dada na sua residência em Brasília, uma vez que só retornará ao Legislativo na próxima segunda-feira. Como havia viajado para a Espanha, decidiu manter-se afastado de aglomerações.

QUASE NADA… – Num certo trecho afirmou-se surpreso com o raciocínio do ministro da Economia. “Guedes não tinha uma coisa organizada ou não quis falar. Se olhar os projetos, a curto prazo, tem pouca coisa que impacte a agenda de curto prazo ou quase nada”.

Segundo Rodrigo Maia, destaca a reportagem, as propostas econômicas em andamento no Congresso listadas por Guedes na terça-feira não resolvem a turbulência dos  próximos meses. Ressaltou também que Guedes, isso sim, pensou em transferir a responsabilidade para a Câmara sobre a suposição que a crise seria a não aprovação de sua agenda.

A matéria destaca também que os parlamentares ficaram frustrados com o ministro porque não ouviram medidas concretas no plano da economia.

CONVERSA FIADA – De fato, o ofício de Paulo Guedes contém uma relação empírica de proposições sem díscriminar suas etapas e seus efeitos para a retomada do crescimento econômico e social. 

Na minha opinião, o titular da Economia volta-se sempre para o corte de despesas e não aplica o mesmo entusiasmo quando se trata de aumentar as receitas federais, principalmente combatendo a sonegação de tributos que se destinam, no fundo, a promover de forma substantiva a redução dos problemas sociais da população.

CONTRADIÇÃO CLARA – Num dia, como aconteceu recentemente, por exemplo, ele anuncia liberação de parcelas do FGTS para incentivar o consumo no varejo. Em outro dia ele destaca a importância da PEC emergencial destinada a possibilitar a redução dos vencimentos do funcionalismo federal, acompanhada da diminuição da jornada de trabalho.

Ora, uma seta está voltada para incentivar o consumo. Ao mesmo tempo, outra seta aponta exatamente para comprimir a massa salarial e, portanto, o consumo que ele diz querer incentivar.

E agora, como acentuou Rodrigo Maia, uma nova contradição entre a teoria e a prática. O clima para o Executivo nos edifícios do Congresso não está bom. A prática, na realidade, estacionou no sinal fechado por Rodrigo Maia.

5 thoughts on “Rodrigo Maia rebate Paulo Guedes e acentua distância entre o ministro e o Congresso

  1. Rodrigo Maia, como a maioria dos parlamentares e funcionários públicos, vive no mundo delicioso da lua às custas do suor e miséria do povo brasileiro.
    Faz “politica” de botequim, discorda de Paulo Guedes porque sente-se afetado mas não deve saber o porquê.
    Se o monistro afrouxa o fgts e quer arrochar os salários, dos funcionários publicos, verdadeiras vergonhas às claras, está com toda a razão, e não há nenhuma contradição.
    Portanto a elevação de Maia à presidência da câmara foi uma jogada bem arquitetada da esquerda com o intuito de barrar qualquer avanço na área econômica, algo que seria benéfico às nossas aspirações mas não daqueles que perderam as eleições e ainda não se deram conta que permaneceram 24 anos no poder, de fhc a temer (com letras minúsculas que lhes são devidas), e no decorrer desse longo tempo levaram o país a situação que nos encontramos.
    Não votei em Bolsonaro, e não votaria, a não ser que meu voto fosse de minerva para derrotar luiz inacio e sua corja.

  2. Rodrigo e Alcolumbre, vocês dois, bem juntos,são os “Dilma Ruimself” do Cãogresso Nacional, o que de pior que já existiu nas Casas Legislativas Brasileiras, e não nos representa. Vocês e todo o Congresso Nacional estão longe do Povo Brasileiro e do Brasil, vocês conseguiram ser o restante da podridão lulopetralha que destruiu o Brasil, viraram sócios de toda ruindade que nos sequestrou e a cada dia nos torna reféns do STF e Cãogresso Nacional, humilhando o Povo Brasileiro, nos impingindo tristes momentos de nossa Vida e de nossa História, vocês foram salvos de negação total de uma Nação por causa do Coronavirus, mas, o Povo já não suporta vocês e Tofolli e os filhotes de Lula que o deixaram soltos para completar a sujeirada do “ParlamentaJudiciarismo” que querem implantar na marra e decretar de vez o fim do Brasil como Nação e Povo !! Vão ficar juntos de Lula, Zé Dirceu, Duque, Tofolli, Lewandovski, Gleise, Lindeberg Vacari, e outras figuras menores, abraçados como a escória de maus brasileiros que insistem em nos escravizar e nos tornar atrasados na História Republicana Brasileira !!! Um dia essa canalhada vai ter fim, masi de 15 milhões de desempregados e suas Famílias irão dar o troco que vocês merecem na História do Brasil….

  3. Esse Maia ….se sabe tudo, por que não produz ele mesmo programa para desenvolver o Brasil ?
    Tem autonomia para isso , mas em vez disso fica sabotando o governo do Bozo ..
    Na verdade os políticos são incompetentes , se estivessem em uma empresa privadas já teriam sido demitidos por mal desempenho e produtividade ..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *