Rogerio Rosso, novo “governador” de Brasília, o mesmo que Arruda e Roriz

Vergonha, vexame, ultraje, confronto com a dignidade, desafio à opinião pública, acrescentem o que quiserem. 8 meses e 12 dias que o cidadão-contribuinte-eleitor terá que viver a angústia de saber quem é o mais corrupto. Roriz, que “renunciou” a 7 anos e meio do Senado? Arruda, que fez a mesma coisa, teve a segunda chance e jogou fora? E agora esse Rosso, tão demoralizado quanto os outros?

Ainda não foi apanhado, mas é tão desacreditado, desprestigiado, desprezado, que foi escolhido com base nessas três palavras. E um conceito-expressão: “Ele é um dos nossos”. É inacreditável. Ou fazem a intervenção ou Brasília irá de Rosso em Rosso, de Arruda em Arruda, de Roriz em Roriz.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *