Ronald Reagan e as drogas

Helio Fernandes

Em 1980 foi surpreendentemente eleito presidente dos EUA. Canastrão do cinema, delator da sórdida Comissão McCarthy, isso só poderia representar o “sonho americano”.

Logo em 1982, montou grande campanha contra a droga. Como os EUA têm o maior consumo interno (do mundo) dessa droga, achou que iria acabar com os traficantes. Em dois anos gastou mais de 300 BILHÕES de dólares (ainda estávamos longe da Era do TRILHÃO), não conseguiu coisa alguma.

Perdão, conseguiu. Concentrou a IMPORTAÇÃO e a DISTRIBUIÇÃO da droga, que ficou com os CHEFÕES, como aqui. Os traficantes das esquinas, que vendem pequenas doses aos milhões de usuários, CONTINUARAM.

***

PS – Só que o preço aumentou. Em certos casos, triplicou. Mas como os induzidos ao consumo (como a droga chamada cigarro) precisam do abastecimento, o que fazer?

PS2 – Tinham que arranjar dinheiro de qualquer maneira, as estatísticas mostraram. Os crimes aumentaram, cresceram até os suicídios. Reflitam sobre FATOS.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *