Ronaldinho, de falta, completa um fim de semana feito sob medida para Patrícia Amorim

Carlos Newton

Este fim de semana foi de glória para Patrícia Amorim , a presidente do Flamengo. No sábado, a seção de esportes do jornal “The New York Times” publicou uma extensa matéria sobre a trajetória dela, até se tornar a primeira mulher a comandar o clube esportivo com maior número de torcedores no Brasil (e no mundo inteiro, a reportagem deveria ter acrescentado).  

A matéria com Patrícia Amorim foi feita por Alexei Barrionuevo, correspondente do jornal americano em São Paulo, que veio ao Rio entrevistar a dirigente do Mengão e pessoas próximas a ela.

A matéria trata da volta por cima de Patrícia com a contratação de Ronaldinho, após um ano marcado pelo Caso Bruno, problemas com Adriano e preconceitos que colocaram em xeque sua competência para o cargo. Em nenhum momento fala do maior problema do Flamengo, a dívida colossal, que se tornou um assunto tabu. E a única coisa que se sabe é que já passa de R$ 400 milhões.

No domingo, em sua primeira disputa de título no Flamengo, Ronaldinho Gaúcho decidiu a partida, fazendo um golaço numa cobrança de falta. Assim, num resultado bem apertado contra um time sem maior expressão, o Flamengo derrotou o Boavista de (Saquarema) por 1 a 0, se tornou campeão da Taça Guanabara e vai disputar a final do Campeonato Estadual, que tem jornalista esportivo que ainda chama de Campeonato Carioca.

Quanto a Ronaldinho, vamos aguardar para dar uma opinião melhor sobre ele. Será que ainda vale quanto pesa? Ou vale quanto ganha, num clube endividado? Veremos.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *