Rússia e Qatar, Copas do Mundo de 2018 e 2022. E a corrupção na FIFA?

Helio Fernandes

Pela primeira vez  foram escolhidas no mesmo dia, a sedes de duas Copas de Futebol. Em plena acusação de corrupção sobre vários “especialistas da FIFA, ninguém tocou no assunto.

Diversos países queriam festejar e realizar o formidável acontecimento, portanto, nem ligavam se eram ou não eram corruptos.

O importante: todos os acusados votavam, corrupção pode ser discutida depois. O importante é vencer. A sede ibérica, franca favorita. A Rússia, tão sem possibilidades que Putin (ex-KGB, também acusadíssimo) disse horas antes: “Não vou a Zurich, não temos a menor chance”.

É um péssimo analista, inteiramente desinformado, a Rússia foi escolhida para realizar a Copa de 2018. Decepção total, mais na Espanha do que em Portugal. (Apesar de Portugal nunca ter sido candidato, a Espanha foi sede em 1982, volta 36 anos depois).

***

ÁRABES GANHAM 2002

A Copa de 2022 vai para o Qatar, franco favorito para tudo que necessite de dinheiro, são os maiores produtores de petróleo, para uma população mínima e miserável.

O estádio onde o Brasil jogou contra a Argentina, espetacular. O autódromo construído para a Fórmula 1 é realmente admirável. Tão bonito, tão luminoso, tão excepcional, tão deslumbrante, que parece projetado por Oscar Niemeyer. (Embora Celso Itiberê, autoridade no assunto, tenha dito tudo em matéria de beleza, mas concluindo que “não é funcional”.)

***

PS – Os árabes pagaram 200 milhões de euros para um clube da Inglaterra colocar na camisa apenas uma palavra: EMIRATES.

PS2 – São bem capazes de terminar as obras antes da Copa de 2014. Têm muito dinheiro e não admitem por perto, nenhum Ricardo Teixeira.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *