Saiba qual é a mais potente arma já criada, na visão poética de Fagundes Varela

Poeminha Amoroso | Poema de Cora Coralina com narração de Mundo Dos Poemas  - YouTubePaulo Peres
Poemas & Canções

O poeta Luís Nicolau Fagundes Varella (1841-1875), nascido em Rio Claro (RJ), indaga qual é a mais forte das “Armas”, a mais firme, a mais tremenda, e nos surpreende com a conclusão a que conseguiu chegar.

ARMAS
Fagundes Varela

– Qual a mais forte das armas,
a mais firme, a mais certeira?
A lança, a espada, a clavina,
ou a funda aventureira?
A pistola? O bacamarte?
A espingarda, ou a flecha?
O canhão que em praça forte
faz em dez minutos brecha?
– Qual a mais firme das armas? –
O terçado, a fisga, o chuço,
o dardo, a maça, o virote?
A faca, o florete, o laço,
o punhal, ou o chifarote?
A mais tremenda das armas,
pior que a durindana,
atendei, meus bons amigos:
se apelida: – a língua humana.

2 thoughts on “Saiba qual é a mais potente arma já criada, na visão poética de Fagundes Varela

  1. Desculpas, in memoriam, ao Fagundes Varela. Discordo dele, pelos menos aqui no Ocidente, a arma mais fulminante e devastadora é o Deus inventado e estatuído pelos judeus!
    Bacamarte é a arma de Bolsonaro, já que consta no “sobrenome” do seu irmão siamês, Simão Bacamarte, protagonista do romance, O Alienista, de Machado de Assis.

Deixe uma resposta para Antonio Rocha Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *