Santo Agostinho e a força política da esperança face à situação atual

de

Ilustração do Duke (O Tempo)

Leonardo Boff
O Tempo

Vivemos tempos de grande desamparo social. Ocorreu uma espécie de terremoto, desta vez não provocado pela natureza, mas pela própria política. Houve um golpe da classe dos endinheirados, ameaçados em seus privilégios pelos beneficiados pelas políticas sociais dos governos do PT. Usaram para isso o Parlamento, como em 1964 os militares. A deposição da presidente Dilma Rousseff, eleita democraticamente, serviu aos propósitos dessas elites econômicas (0,05% da população, segundo o Ipea), que implicavam ocupar os aparelhos de Estado e assim garantir seu status histórico-social feito à base de privilégios e negociatas.

A corrupção, primeiramente detectada pelos órgãos de espionagem dos Estados Unidos e repassada a nosso sistema jurídico, permitiu instaurar um processo judicial que levou o nome de Lava Jato. Aí se detectou a trama inimaginável de corrupção que atravessa as grandes empresas, das estatais às privadas, os fundos e outros órgãos, dentro da lógica do patrimonialismo. A corrupção identificada foi de tal ordem que escandalizou o mundo. Chegou a quebrar Estados da Federação, como, por exemplo, o Rio de Janeiro.

DESCALABRO TOTAL – A consequência é o descalabro político, jurídico e institucional. É falacioso dizer que as instituições funcionam. Todas elas estão contaminadas pela corrupção. A Justiça é vergonhosamente parcial, especialmente o justiceiro Sergio Moro e boa parte do Ministério Público, apoiados por uma imprensa reacionária, sem compromisso com a verdade.

Essa Justiça revela uma fúria incontrolável de perseguição ao ex-presidente Lula e a seu partido, o PT, o maior do país. A vontade é de destruir sua incontestável liderança, desfigurar sua biografia e impedir que seja candidato. Força-se uma condenação, fundada mais por convicções do que por provas materiais, o que impediria sua candidatura, que goza da preferência da maioria.

SEM ESPERANÇAS – A consequência é um sofrido vazio de esperança. Mas importa resgatar o caráter político-transformador da esperança. De santo Agostinho, talvez o maior gênio cristão, grande formulador de frases, nos vem esta sentença: “A esperança tem duas filhas queridas: a indignação e a coragem; a indignação nos ensina a recusar as coisas como estão aí; e a coragem, a mudá-las”.

Neste momento, devemos evocar, em primeiro lugar, a filha indignação contra o que o governo Temer está perpetrando contra o povo, os indígenas, a população do campo, as mulheres, os trabalhadores e os idosos. Se o governo ofende o povo, este tem direito de evocar indignação e exigir sua saída, pois é acusado de crimes de corrupção, é fruto de um golpe e, por isso, carece de legitimidade.

SEGUIR NA LUTA – A filha coragem se mostra na vontade de mudanças, não obstante os enfrentamentos, que poderão ser perigosos. É ela que nos mantém animados, nos sustenta na luta e pode levar-nos à vitória. Importa seguir o conselho do Quixote: “no hay que aceptar las derrotas sin antes dar todas las batallas”.

Uma dessas possibilidades é evocar o primeiro artigo da Constituição, que reza: “todo o poder emana do povo”. Governantes e políticos são apenas delegados do povo. Quando aqueles atraiçoam, o povo tem direito de tirá-los do poder, mediante eleições diretas.

O “Fora, Temer, e diretas já” não é mais um slogan de grupos, mas das multidões. A filha coragem deve exigir, por direito, essa opção, a única que garantirá autoridade e credibilidade a um governo, capaz de nos tirar da presente crise. E as duas filhas da esperança poderão fazer sua a frase de A. Camus: “Em meio ao inverno, aprendi que bem dentro de mim morava um verão invencível”.

19 thoughts on “Santo Agostinho e a força política da esperança face à situação atual

  1. -UÉ???
    -O PT teve TREZE ANOS para acabar com o analfabetismo, com a desigualdade de renda, com a superlotação dos presídios, com a parcialidade da justiça e com o capitalismo selvagem!!!
    -E o que o PT fez?
    -Governou com os bandidos empresários capitalistas, com as multinacionais capitalistas, com os políticos ladrões, com os banqueiros donos do capital e com os agiotas internacionais – TUDO EM DOLAR!!! – além de defender e aumentar a DESIGUALDADE existente entre os ricos e os pobres causada pelo foro privilegiado.
    Ou será que as atuais crianças e adolescentes que estão nas ruas nasceram no governo do FHC (cúmplice do Lula, diga-se logo), ficaram em “animação suspensa” por dezoito anos e foram descongeladas somente agora, no governo do VICE DO PT?

    Abraços.

    • 1) Gostei do “governo do Vice do PT”. Fatos são fatos…

      2) Respeito o Teólogo, mas ele diz que “Santo Agostinho, talvez o maior gênio cristão”.

      3) A Cristandade tem tantos ótimos Santos e Santas que ao criticar Temer o Teólogo escorregou na temeridade…

      4) A meu ver, por exemplo, um dos meus grandes amigos é o Doutor da Igreja Antonio de Lisboa, tb conhecido como Santo Antonio de Pádua, que faz aniversário na próxima terça-feira.

  2. O país não podia ser conduzida por Dilma devido ao seu retardamento intelectual e também pela falta de caráter. Mas, Temer tem menos condições ainda de conduzir o país, principalmente, pelo seu caráter. Que país no mundo é conduzido por um corrupto que sobram provas de seus crimes. Acho que nem nas ditaduras comunistas seria permitido. Além de criminoso, é ditador costumaz usando a máquina pública para calar as pessoas. Eu acho que o país jamais foi conduzido por uma criatura tão sem caráter nos seus quinhentos anos.

  3. É lamentável lê a posição do Boff um teólogo se posicionar em defesa do Partido dos ditos trabalhadores, que tanta corrupção fez e deixou fazer, que tentou cercear direitos de pessoas e a imprensa de se manifestar, que tentou e tentará criar um sistema Bolivariano Cubano Soviético em nosso País, sinceramente Boff vai pra Cuba ou pra Rússia ou pra Venezuela,; aqui não.

  4. O bom do Boff é que não é necessário ler o que ele escreve para criticá-lo. O Boff está sempre na contra-mão da história e como se diz, totalmente obsoleto.

  5. Alguns questionamentos aqui interessante:

    1 sergio mouro justiceiro: ai desta nação se não fosse o trabalho de juiz.
    2 condenação por convicção de lula: vai dizer q lula não e dono do triplex e do sitio em Atibaia, q os filhos deles não se enriqueceram por meios ilegais. Isso e achar a nação brasileira de troxa.
    3 legado do Pt: quebraram a petrobras , mais 13 milhões de desempredados, onde esta a pátria educadora? Falam se tamtam na distribuição de terras pq não a fizeram.
    O Pt ficou por 13 anos no poder teve a oportunidade de fazer e fez o contrario. Vamos parar com hipocrisia.

  6. Nunca mais li as asneiras do Boff.
    Concordo com o comentarista Paulo2,
    basta ler os comentários para saber que o velho continua o mesmo comunista invejoso.

    Alias todo comunista é um invejoso, além de se achar melhor do que os outros e do que a sociedade em geral, pois acredita que seria capaz de formar um mundo melhor se as suas ideias fossem seguidas.

  7. COITADO DESSE BOFF! CONQUANTO SEJA UM INTELECTUAL,ENXERGA MUITO POUCO ALÉM DO SEU PRÓPRIO NARIZ. BOFF DEVERIA ESCREVER DIZENDO,DO ALTO DE SUA INTELECTUALIDADE,QUE NÓS ESTAMOS É SEM NINGUÉM EM QUEM O POVO POSSA CONFIAR. TODOS OS “LIDERES” ESTÃO COMPROMETIDOS COM OS ESQUEMAS CORROMPIDOS QUE CONTROLAM O PODER NO BRASIL.

    • Pastor Paulino, peço-lhe que não use maiúsculas. É uma regra para todos os comentários, não podemos fazer exceção. Temos poucas regras, apenas três. 1) Respeitar a opinião dos outros, criticando sem ofender; 2) não usar palavras e expressões chulas; 3) não usar maiúsculas.

      O senhor reclamou de censura. Indaguei a que se referia, mas não respondeu.

      Abs.

      CN

  8. Me desculpem PQP de novo este idiota e alienado com o mesmo papo esfarrapado:

    ”Houve um golpe da classe dos endinheirados, ameaçados em seus privilégios pelos beneficiados pelas políticas sociais dos governos do PT.”

    a única política social que estes ladrões fizeram foi encher o bolso de dinheiro, fruto do assalto que fizeram neste País.

    Quem roubou a Petrobras, a Eletrobras, os fundos de pensões os larápios que integram principalmente o pt.

    Será que este cego não vê o que aconteceu e esta acontecendo neste País, fruto de uma quadrilha que assumiu o poder em 2003.

    Se Jesus Cristo ainda fosse vivo não conseguiria curar a cegueira deste alienado.

  9. Sr. Boff , o seu PT pariu Sergio Cabral , que quebrou o Rio de Janeiro . O seu PT quebrou a PETROBRAS . O seu PT inventou a JBS , Eike Batista , Sete Brasil, todos envolvidos em corrupção. O senhor pode enganar os seus seguidores messiânicos. Mas quem tem um mínimo de discernimento não cai mais nessa conversa fiada ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *