Sarney, o cara-de-pau do ano: Façam o que eu digo, mas não façam o que eu faço…

Carlos Newton

Em entrevista a Fernando Rodrigues, da TV Folha/UOL, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), defendeu uma mudança na lei para impedir que ex-presidentes da República continuassem na política. Ou seja, quer implantar o modelo norte-americano.

“Nós devíamos ter, no Brasil, uma legislação que não permitisse a nenhum ex-presidente da República que voltasse a qualquer cargo eletivo”, sugeriu o político maranhense, de 82 anos, que foi presidente da República de 1985 a 1990. Em seguida, fez exatamente o que agora quer impedir que seus sucessores façam: disputou e venceu, pelo Amapá, três eleições sucessivas para o Senado. Em 2015, quando termina seu atual mandato, terá completado 24 anos no Senado.

Sarney assumiu como deputado federal, pela primeira vez, em 1955. Portanto, está há 57 anos no Congresso, exceto pelos anos em que foi governador e Presidente da República, e mais um ano no interregno do final do mandato presidencial e a primeira eleição ao Senado.
Quem adorou a entrevista de Sarney foi o ex-presidente Lula, que dorme, acorda, almoça, janta e dorme de novo, sempre sonhando em voltar ao Planalto. O senador Fernando Collor também gostou muito da entrevista. E a presidente Dilma fez uma daquelas suas caras & bocas. Ninguém a suplanta nesse particular.
This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *