Se o PT usou propina na campanha, Dilma será cassada pelo TSE

Noronha, relator no TSE, quer saber se houve ou não doação ilegal

Carlos Newton

No agitado dia a dia do noticiário político, uma das notícias mais importantes é a informação de que o corregedor-geral da Justiça Eleitoral, ministro João Otávio de Noronha, vai pedir ao Supremo Tribunal Federal o compartilhamento da delação premiada do dono da UTC, Ricardo Pessoa. A intenção é usar o que o empreiteiro disse ao Ministério Público Federal na ação de investigação eleitoral proposta pelo PSDB contra a campanha de 2014 da presidente Dilma Rousseff.

Como se sabe o empreiteiro Pessoa, que era coordenador do cartel da Petrobras, disse ter entregue dinheiro da propina para ser usado na campanha eleitoral do PT em 2014, a pedido do tesoureiro petista João Vaccari Neto. Se esta informação se confirmar, o TSE pode cassar o registro da chapa de Dilma Rousseff e Michel Temer, entregando na bandeja o poder à chapa do PSDB, de Aécio Neves e Aloisio Nunes Ferreira.

Até agora, permanece em segredo de Justiça a delação premiada de Ricardo Pessoa, homologada pelo ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo, que tem negado solicitações feitas por investigados na operação para ter acesso aos termos da colaboração.

Reportagem de Márcio Falcão na Folha revela que o entendimento do relator Zavascki é o de que a delação só pode ser tornada pública após haver a denúncia do Ministério Público Federal, pois envolve políticos com foro privilegiado. Mas Noronha não concorda: “Não pode ter sigilo para a própria Justiça. Isso está equivocado. A ação penal não é mais importante do que a eleitoral. É tudo Justiça”, afirmou à Folha o relator da ação no TSE. Além de solicitar a delação, o ministro quer que Zavascki autorize o empreiteiro a prestar depoimento à Justiça Eleitoral antes do fim do sigilo sobre a delação.

SILÊNCIO FORÇADO

No dia 14 de julho, Ricardo Pessoa compareceu ao Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, convocado a prestar depoimento sobre o caso. O PSDB pedia que o dono da UTC relatasse se houve doação eleitoral para a campanha da presidente com dinheiro oriundo do esquema de corrupção na Petrobrás. O empreiteiro, porém, permaneceu em silêncio, para não prejudicar o acordo de delação premiada.

A tradução simultânea disso tudo é a seguinte: o relator Noronha está agindo com elogiável independência. O governo vem fazendo o possível e o impossível para evitar que as revelações de Ricardo Pessoa sejam levadas em conta na Justiça Eleitoral, mas agora é só uma questão de tempo. Como diria Gonzaguinha, chega um momento em que não dá mais para segurar. Vamos aguardar.

8 thoughts on “Se o PT usou propina na campanha, Dilma será cassada pelo TSE

  1. Sr. Newton, todos usaram propinas para as eleições inclusive os do Partido da Ética.
    o Aético Nevers de tão ético que é, usou até dinheiro público para construir dois aeroportos em Minas Gerais, , um para seu titio do coração e outro para a Rainha da França…….
    Mas vão escapar de tudo porque são os novos SANTOS BRASILEIROS, na fila para o Papa os tornarem MILAGREIROS…..eh!eh!eh

    • Noticia ja desmentida e processo arquivado contra Aecio portanto e inoportuno seu comentario, uma coisa e uma coisa e outra coisa e outra coisa, estamos investigando o PT e seus comandados na eleição de 2014 Aecio Neves não participou do Petrolão, tem que ir por etapas, o que voces petistas sabem fazer e muito bem é atacar pra se defender, Juiz Moro ja tem as provas, arrumem provas contra o Aecio e denuncie ele ao MPF e Policia Federal, ai sim voce pode fazer este comentario

  2. A pergunta que ninguém esta fazendo: Quando e como o PT vai devolver o dinheiro que os membros do partido desviaram da Erário? Igual as Empreiteiras estão sendo penalizadas.

    Não é o caso de cassar o registro do PT?

  3. Enquanto insistirmos nessa visão limitando o combate a um único partido e não estendermos o combate à corrupção, o país continuará sendo esse rodizio de patifes.

  4. Basta o Juiz perguntar ao MPF, PF e ao Juiz Moro, e as provas virão aos borbotões ! Agora, pergunta também se o “jurista infringente” que afirmou à mídia que ela não ia sair de forma alguma, vai livrar a cara dela e rasgar as provas , vamos esperar, caso contrário iremos para Corte de Haia !

  5. As empreiteiras doaram dinheiro para tudo e para todos. Mas na visão imparcial e meramente jornalistica do CN, apenas o dinheiro doado ao PT é ilegal.
    Essa moralidade direcionada e sletiva não nos levara a lugar algum.

  6. Sr. Luiz Antonio, que partido da oposição teria poder para interferir nos contratos oferecidos pela pobre espoliada Petrobras? Se as empreiteiras deram dinheiro a todos os que tinham condição de chegar lá, é porque queriam assegurar-se de continuar no jogo. Simples assim.
    E, sr. Armando, talvez o Aécio tenha pensado em receber, no tal aeroporto, o jatinho que Lula e Dirceu compraram em nome de laranjas, com dinheiro roubado da saúde, da educação…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *