Se Lula não disputar, Joaquim Barbosa poderá ser um candidato muito forte

O ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Joaquim Barbosa

Barbosa pode ser o primeiro presidente negro

Carlos Newton

Está chegando a hora da verdade, com a definição dos candidatos à Presidência da República diante da inexorabilidade da impugnação de Lula da Silva, que é apenas uma questão de tempo. Para muitos pretendentes, mais do que nunca é importante ter espaço na televisão, porque a maior parte do tempo estará reservada para PT, PMDB e PSDB, e isso faz com que os candidatos lutem desesperadamente por coalizões, caso contrário podem ter o mesmo espaço destinado ao célebre deputado federal Enéas Carneiro, criador do Prona, ou até menos, como é o caso de Jair Bolsonaro e Marina Silva, que estão em segundo e terceiro lugares em todas as pesquisas.

Em 1989, Enéas tinha 15 segundos a cada bloco. Projeção da Folha de S. Paulo para o tempo a ser distribuído entre os candidatos em 2018 mostra Marina com 12,8 segundos e Bolsonaro com 10 segundos em cada bloco – um à tarde e outro à noite, nas terças, quintas e sábados dos 37 dias que antecedem o 1º turno. É desanimador.

COALIZÕES– A necessidade de fazer alianças eleitorais com outras legendas atinge todos os candidatos, indistintamente. O presidente do PDT, Carlos Lupi, busca aliados para Ciro Gomes (CE), que deve ter 34 segundos a cada bloco. Os maiores tempos de TV são do PT, com 1min35,7s em cada bloco, do PMDB, com 1min25,5s e do PSDB, que tem 1min18,5s. Mas todos querem mais…

Essas coligações só vão mesmo se concretizar no decorrer de 2018, mais próximo ao registro das candidaturas, que começa e termina em agosto. Até lá, será uma guerra de bastidores, em que vai rolar muita conversa e… muito dinheiro, porque é assim que funciona.

SEM LULA – A mais do que provável impugnação da candidatura de Lula, que já tinha passagem comprada para o segundo turno, muda inteiramente o quadro e abre uma enorme possibilidade para um suposto concorrente que ainda nem decidiu se vai ou não se candidatar. Trata-se de Joaquim Barbosa, ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal.

Conforme assinalou aqui na “Tribuna da Internet” o jornalista e advogado José Carlos Werneck, a candidatura de Barbosa já era viável desde 2014, mas naquela altura dos acontecimentos a Lava Jato ainda não havia avançado muito nas investigações específicas sobre Lula, que tinha muita força e conseguiu reeleger Dilma Rousseff.

Mas agora o quadro muda inteiramente de figura. Quatro anos depois, Joaquim Barbosa pode ser um candidato fortíssimo, porque está destinado a herdar considerável parcela dos votos que iriam para Lula, mesmo que o PT não apoie a candidatura do ex-presidente do STF.

HUCK E LULA – Barbosa pode se lançar pelo PSB, em coligação com o PPS, que ficou sem candidato desde a desistência de Luciano Huck e não está aceitando a autocandidatura do senador Cristovam Buarque.

Segundo o IBGE, os negros (pretos e pardos) compõem a maioria da população brasileira, representando quase 54% da população. Embora haja quem diga que Nilo Peçanha foi o primeiro presidente negro do Brasil, não é bem assim. Ele era mulato de pele clara. Mas o ministro aposentado Joaquim Barbosa é raça pura. E isso vai valer muito na próxima eleição, se os dirigentes do PSB conseguirem convencê-lo a sair candidato.

###
P.S
. – Eleitoralmente, Joaquim Barbosa é como Luciano Huck. Se for candidato, vai tirar votos de todos os demais, inclusive de Lula e Bolsonaro, que por enquanto são os preferidos. (C.N.)

38 thoughts on “Se Lula não disputar, Joaquim Barbosa poderá ser um candidato muito forte

    • José carlos,

      Por favor, não entra nessa de que somos isso e aquilo.

      Não é verdade!

      Querem que tenhamos essa característica à força, colocando na nossa mente que somos preconceituosos, mas não existe nação que viva melhor com as diferenças que o Brasil!

      Não somos racistas neste nível que querem nos classificar, e muito menos como os homossexuais desejam para nos atingir, homofóbicos.

      Um abraço.

      • O país é extremamente corrupto (R.J.), dominado por ricos delinquentes (M.B), dentro dessas balizas qualquer um pode ser o que quiser neste país.

        • Borelli,

          Logo, esta mistura de etnias, essa miscigenação, tem sido a fortaleza desse povo, cujo sangue não é de vira-latas, outra expressão infeliz, mas de uma população forte, decidida, que não se abala por tão pouco!

          Um abraço.
          Saúde e paz.

    • Discordo do povo e a elite brasileira serem isso, caso contrário o Barbosa não seria nem juiz.
      Penso que ele não tem credenciais para ser presidente, como o lula também não tinha e não tem, mas existem as urnas eletrônicas que aceitam tudo, até voto de eleitor que não existe.
      Enfim, é um candidato muito fraco para que o Brasil precisa, ficaria mais adquado a ser candidato a deputado, mas estadual.

  1. Sei não senhor Newton.
    Num país como o nosso, que é um verdadeiro balão cheio de “surpresas”, em sua maioria, porcarias, fico com a pulga atrás da orelha.

    Com um judiciário desse que nós temos, tudo pode acontecer, até coisa nenhuma…..

  2. Barbosa teve a sua oportunidade, e a desdenhou.

    Preferiu assistir o desastre brasileiro com a reeleição de Dilma em Miami, pouco se importando com os clamores do povo, que o queria presidente da República.

    A menos que soubesse de como andávamos – o mascaramento dos números pela Dilma, a situação financeira do país, o “pibinho” -, que seria motivo mais do que suficiente para resolver essas questões que se mostrariam gravíssimas, e que redundaram no impeachment de Dilma, merecidamente, ou seja, Barbosa deveria ser patriota, e não o foi, pelo contrário, acovardou-se, acocorou-se, fugiu da raia.

    Pode até alcançar boa votação, pode, pois se trata de um nome fora deste meio político, abjeto e deletério, porém falta-lhe densidade eleitoral, e penso que em certas regiões não lograria êxito nesta possível empreitada.

    • Dizem que no mensalão esse Batman tupiniquim ganhou trinta milhões. Para aliviar o chefe, e hoje vendo um discurso alinhados com pessoas estranhas não teria grande chance.

  3. ” Segundo o IBGE, os negros (pretos e pardos) compõem a maioria da população brasileira, representando quase 54% da população. Embora haja quem diga que Nilo Peçanha foi o primeiro presidente negro do Brasil, não é bem assim. Ele era mulato de pele clara. Mas o ministro aposentado Joaquim Barbosa é raça pura. E isso vai valer muito na próxima eleição, se os dirigentes do PSB conseguirem convencê-lo a sair candidato.” A próxima eleição do partidarismo eleitoral, do golpismo ditatorial e dos seus tentáculos, velhaco$, porra-loucas, que levaram o país à bancarrota e a desesperança total, está em aberto, face ao descrédito de todos os responsáveis ou irresponsáveis pelo $istema político podre. E nesse contexto, em tese, J.B. teria sim chances iguais ou até melhores que os demais concorrentes, tendo em vista o apelo publicitário no sentido do primeiro afrodescendente presidente do Brasil, à moda Obama, mas, no caso do Brasil, seria apenas mais um presidente de massa falida, a renunciar ou a ser rendido pelo congresso bandido. Pelo amor de Deus, acordem, Senhores e Senhoras, parem de tratar câncer em estágio de metástase à base de leite. O país demanda uma Revolução Redentora, e não de mais eleições em prol do continuísmo da mesmice do $istema político podre. Os partidos revelaram-se o próprio câncer maior da nação, infelizmente.

    • O partidarismo eleitoral, o golpismo ditatorial e seus tentáculos, velhaco$, não tem mais condições morais , nem técnicas e muito menos isenção suficiente para continuar dando as cartas e jogando de mão neste país. O ciclo de poder desses caras está encerrado, acabou, e a única opção que temos é a Revolução Redentora, ou a eterna escravidão, ou a morte pela raiva de não poder esganá-lo$.

  4. Boa tarde.

    Não demonstrou firmeza ao deixar o STF. Deixará o Brasil se encontra pauleira ou largará a presidência como Jânio Quadros?
    Carlos Newton mandei um e-mail para você. Leia e analise.
    Abs.

  5. O Ministro Dr. JOAQUIM BARBOSA ( 63) teria sido um Candidato fortíssimo na Eleição Presidencial passada, agora não.
    Em hipótese alguma terá hoje o estratégico apoio do Presidente LULA (72) PT, e nem a NEUTRALIDADE deste, e também não tem a confiança dos “Anti-LULA PT” pois sempre votou no Presidente LULA e na Presidenta DILMA (71), PT.
    Não tem “um pingo de Bom Humor”. Por ter problemas de saúde, (fortes dores nas costas/coluna), é irritadiço e até áspero.

    Deixou o cavalo passar encilhado e pedindo,
    até implorando, para ser montado em 2014. Agora é tarde.

    • Do jeito que está a política deste país, o país e a população, até o Cavado “Incitatus”, nomeado Senador por Calígula, teria chances de se eleger presidente do Brasil, bastando bastando descer as calças para a política, o estado e o mercado capturados, dominados e manipulados por bandidos mancomunados , a exemplo de FHC e Lula, molhar a mão de apoiadores , jornalistas, comunicadores de aluguel e CIA, e tb de eleitores que já estão falando em cobrar R$ 100,00 por voto na próxima eleição. Aliás, consegue até ser reeleito. No meio político luso-tupiniquim, infelizmente, não tem ninguém sequer com os dedos limpos para apontar defeitos uns nos outros, todos são adeptos de um $istema político podre, que chamam de democracia, mas que não passa de plutocracia com jeitão de cleptocracia e ares fétidos de bandidocracia.

  6. Afinal de contas, a que viria o J.B. ? Para ser uma tentativa de presidente ético, à mercê de um congresso corrupto ? Quanto tempo duraria no cargo ?

  7. Os fanáticos podem ir guardando suas bandeirinhas autoritárias caso o senhor Joaquim Barbosa aceite o desafio.
    Simplesmente, ele será ” Pule de Dez” !
    Ele virá para deter o avanço do ” Despotismo não-esclarecido”.

    Saudações,
    Carlos Cazé.

    • De onde ele vem, meu caro, em que pese me parecer uma boa pessoa, é o ninho do despotismo luso-tupinquim, uma das mais perversas ditaduras do conjunto de ditaduras setoriais que é a república 171 do partidarismo eleitoral, do golpismo ditatorial e dos seus tentáculos, velhaco$.

  8. Prezado sr. Francisco Bendl :
    Quero inicialmente registrar minha admiração pelo senhor. Sua cultura, sua elegância e principalmente a maneira carinhosa e respeitosa com que trata seus contrários. Assim , tomo a liberdade de perguntar : É verdade que que o senhor admite que não existe nação que viva melhor as diferenças que o Brasil ?
    E também admite que “não somos racistas “?
    Prezado senhor repito, com todo respeito, em que Brasil o senhor vive ?
    Meu abraço com minha admiração e respeito constantes.

  9. Joaquim Barbosa precisará ter uma cara de pau de primeira!
    Fico imaginado um concorrente perguntando: pode explicar por que renunciou ao período do seu mandato, logo após deixa a presidência?
    Ele só poderia justificar por doença! Nada mais.
    E todos sabemos que, sua saída foi para não ser malhado, esculachado, perseguido por alguns de seus colegas desafetos.
    “— Ele passou a evitar locais públicos por medo em relação à sua segurança. Parou de sair — disse um amigo de Barbosa: — Agora, ele está se sentindo aliviado. Ele estava cansado, quer viver a vida. Estava muito patrulhado, se sentia agredido com palavras, com provocações. Me disse: “Tô precisando viver”. Leia mais: https://oglobo.globo.com/brasil/ameacas-levaram-barbosa-antecipar-aposentadoria-12656888#ixzz51e0BOSD2
    stest ”

    Pergunto: se Joaquim não conseguiu enfrentar meia dúzia de colegas, como enfrentará uma sociedade inteira e os problemas crônicos de nosso país?

    Na minha modesta visão, não possui um único requisito necessário a ser um presidente! Com isto, não estou retirando ou vetando sua candidatura!!!

    Fallavena

    • O Brasil está preparado para presidentes corruptos, que empenha até o fiofó do povo, que, pelo visto gosta muito, ao que parece, em sendo a corrupção o único arranjo político capaz de governar o país, com o aval do congresso de maioria picareta.

    • Nessas alturas, o meu amado RS que tem sido acusado de racista injusta e mentirosamente, então estaria anos-luz à frente do Brasil, pois já tivemos um governador negro, um presidente da Assembleia Legislativa negro, temos um senador negro, e a primeira Miss Brasil negra era gaúcha!

      O Brasil não só está preparado para ter um presidente negro que, se Barbosa tivesse sido candidato em 2014, teria sido aclamado presidente do Brasil!

      Brancos, negros, pardos, mulatos, amarelos … teriam votado em massa no ex-presidente do STF, o negro Barbosa.

      Mas, acovardou-se, inegavelmente, teve medo, não quis se expor, lamentavelmente.

      Agora, que surja ano que vem um homem bom, honesto, trabalhador, conhecido, sem mácula no seu nome, e que seja negro, leva as eleições de barbada!!!

      Alguém se candidata?
      Pode ser mulher, sem problemas.

  10. Prezado Cristiano Boanerges Penna,

    Muito obrigado pelo comentário endereçado a mim, diretamente.

    E, afirmo, responderei as tuas perguntas com absoluta sinceridade, sem subterfúgios:

    1) Sim, admito que o Brasil é o país onde as diferenças possam subsistir melhor do que no resto do mundo!
    a – o nosso país é composto de índios, pretos, pardos, mulatos, brancos, amarelos, homossexuais e heterossexuais, e gente da maioria das nações do mundo, além de altos, baixos, magros, gordos, feios, bonitos, pessoas de todas as matizes políticas e religiosas.
    b – não temos o ódio estampado pelo negro como aconteceu nos Estados Unidos, e que ainda acontece, mesmo em muito menor escala, onde não podiam brancos e negros andar nas mesmas calçadas, frequentar os mesmos restaurantes, os mesmos banheiros nas escolas e universidades públicas, andar na frente dos ônibus, somente nos bancos de trás, além de não terem o direito de votar, muito menos as revoltas que acontecem quando um negro é morto pela polícia americana sem qualquer motivo;
    c – o negro brasileiro pode ascender na carreira que escolher, desde que se dedique, e temos exemplos os mais variados:
    Barbosa, que chegou a presidente do Supremo, Collares, no meu RS, que foi governador, Paim, também gaúcho, senador, vários deputados federais e estaduais negros, assim como vereadores. No meu RS, a primeira negra brasileira que foi Miss Brasil.;
    d – quanto aos homossexuais, eles mesmos na maioria das vezes não se valorizam, e podem começar a preparar as pedras, pois a verdade é esta! Decididamente a passeata gay em SP não serve como protesto porque são mal tratados, longe disso. Esta manifestação é feita porque eles têm ódio da sociedade, e querem ridicularizá-la, então os gestos e atitudes inconcebíveis e imperdoáveis;
    e – existe algum país onde árabes e judeus se deem tão bem quanto no Brasil? Que se respeitam, que não se atacam, não se agridem?
    f – por acaso queremos exterminar com o índio, como fizeram a maioria dos países tanto sul-americanos quanto norte-americanos?

    O nosso problema é estrutural, governamental, onde o pobre branco, negro, pardo, mulato, amarelo, tenha lá a cor da pele que tiver, enfrenta AS MESMAS DIFICULDADES de encontrar uma boa escola pública, oportunidades depois de emprego, pois a baixa escolaridade e péssimo Ensino Médio levam a profissionais liberais serem contestados porque não possuem base, estrutura, logo, deixam a desejar nas suas especialidades, porém é com todos os brasileiros;

    2 – Sim, admito que não somos racistas como os americanos, franceses, alemães, italianos, húngaros, escandinavos! Elogiamos tanto o “primeiro mundo”, mas esquecemos a forma deplorável e desumana como trataram os refugiados, que tentavam escapar das guerras em seus países, como os palestinos, sírios, africanos, que ficaram presos em campos que pareciam de extermínio! Ou como são tratados os árabes na França ou os turcos na Alemanha, que são vistos como a escória do mundo, que só servem para trabalhos braçais, e indignos! Ou, países que sequer cogitaram em receber esta gente desesperada, que morria afogada quando seus barcos miseráveis afundavam, querendo encontrar apoio e solidariedade, humanidade e consideração. Não somos assim, definitivamente.

    Temos de impedir é que as pessoas alimentem essas diferenças, em face de suas deficiências de caráter, de cultura, por serem preconceituosos contra eles mesmos.

    O Brasil, o povo brasileiro são muito bons, muito acima da média mundial neste aspecto de solidariedade e compreensão, mas as pessoas é que diferem uma para a outra, e não podemos generalizar.

    A começar que, aqueles que dizem que somos racistas, e alimentamos as diferenças no lugar de aplainá-las, confessam que são exatamente o que dizem do povo!!!

    Eu não sou assim, racista, preconceituoso contra homossexuais, nada disso. Vivo no Brasil, no RS, numa cidade interiorana, onde gente de todas as cores se dão muito bem, trabalham, se relacionam amistosamente, se respeitam, e possuem uma vida digna, onde não falta serviço.

    Muto menos temos a violência exacerbada dos grandes centros urbanos, onde o ser humano se protege de outros seres humanos mas, pergunto:
    A culpa é dessa pessoa, que se protege e ora agride ou de um governo relapso, corrupto, vagabundo, ladrão, que nos deixou nesta situação de, praticamente, matar ou morrer??!!

    Quem é racista ou alimenta as diferenças?
    Não seria o sistema, que criou novas castas e mais ainda condenou o pobre à miséria ou eliminou milhões de vagas de emprego com uma política econômica e financeira errada e tendenciosa??!!

    Temos de parar e urgentemente de culpar o povo, onde brancos casam com negros, negros com brancos, negros e pardos, pardos e brancos, e onde o homossexualismo nunca antes foi tão aceito como agora, mesmo escrachado, ofensivo, mal educado, a ponto que os homossexuais são muito bem representados no congresso e assembleias, menos o pobre, o miserável, o desempregado, o endividado!

    Se existem diferenças estas são em nível PRIMEIRAMENTE DE ORDEM INTELECTUAL, onde o analfabetismo absoluto e funcional impedem que tenhamos senso crítico, capacidade interpretativa, poder de decisão pessoal, então os intelectuais tripudiam, ofendem, humilham, a começar que são desonestos em seus propósitos, menos em ajudar a reerguer um povo que clama por estudo, por uma educação adequada, por um ensino que seja condizente com a grandeza desta nação!
    Não existe categoria mais omissa que o intelectual, que vive na sua redoma de vidro, e pouco ou quase nada se preocupa com o analfabeto absoluto e funcional, por entender estes que não estão à altura de tanta capacidade!

    Porém essas carências pertencem aos governos, que não querem que estudemos, que nos desenvolvamos, que tenhamos progresso coletivo e individual, logo, se as tais diferenças e racismo que perguntas prá mim, Cristiano, deverias fazê-las para o Planalto e congresso, pois lá é que residem os racistas, os preconceituosos, que fazem questão que as diferenças não só existam como permaneçam!

    O povo é ótimo, bom, de paz, apesar da violência que está sendo vítima e a sua reação mal feita contra essa violência, pois mal dirigida, mal objetivada.

    Logo, inocentemos a população, pois amargurada, sofrida, pobre, inculta e incauta, manipulada, conduzida por indivíduos sem escrúpulos, muito menos temos o direito de acusá-la de racista ou preconceituosa porque estaríamos obrigatoriamente nos acusando desses crimes, e não não seria justo!

    Logo, o meu mundo pena, sofre, mas convive muito bem pessoalmente, haja vista que as pessoas devem vir em primeiro lugar.

    No fim do ano passado, a minha cidade sofreu uma enchente de proporções bíblicas!

    De uma hora para outra, e perto da uma hora da manhã(!), os rios transbordaram, e em dez minutos colocaram o nível d’água a três metros do solo!!!

    Famílias inteiras tiveram de sair pelo telhado de suas casas para não morrerem afogadas.

    Temer ficou de visitar a minha cidade, alagada, parcialmente destruída. No entanto, o presidente não quis estragar o seu sapato de couro alemão, pois teria de pisar na lama, e nos visitou passando com seu helicóptero por cima da tragédia.

    Não tivemos gente com fome; a comunidade se engajou de tal forma, que dias depois as casas estavam sendo reconstruídas; gente que perdeu os móveis ganharam outros; a cidade prorrogou as dívidas, deu tempo para que recomeçassem as vítimas da enchente; negros, brancos, pardos, amarelos, descendentes de italianos, alemães, reviveram o nascimento de Cristo à base da solidariedade, e foi um dos melhores natais e ano novo que passamos, pois ao lado dos que necessitavam de ajuda, que precisavam de auxílio, que queriam o calor humano!

    O povo brasileiro é excelente, porém péssimo, cruel, desumano, racista e preconceituoso são as castas e nossos governantes. para eles que devemos voltar as nossas baterias, e descarregá-las impiedosamente!!!

    Um abraço.
    Saúde e paz.

  11. muito bom a hipotése da candidatura do Barbosa; os q estão na “caixa” devem estar se tremendo . Só o fato do ex-presidente do STF peitar as fanfarronices do Gilmar , já o torna qualificado para tanto.

  12. Este homem deixou o Brasil se esborrachar no chão.
    Perdeu a sua chance.
    Agora todos nós sabemos que ele é um covarde com dorzinha na coluna.
    E vocês acham que ele se agachar agacharia pra levantar o Brasil?
    Nunca!
    Ele tem perfil de um ditador de reubliqueta africana!
    O País não merece!
    Atenciosamente.

  13. Sujeito honesto foge da política como o diabo da cruz…

    sanconiaton

    PS
    Se tiver tutano pra ser um ditador e encarar o criminoso estado brasileiro e disciplinar um dos povos mais esculhambados do planeta, chega junto que é o paraíso.
    Ou então uma ambição irresponsável, digna de imbecis sem dignidade.

    • Mestre Bortolotto,

      Na idade que nos encontramos só nos resta dizer a verdade, o que sentimos, o que somos, e o que podemos dizer a esta “jovem guarda”.

      Não podem é ouvir besteiras e sair repetindo a esmo, sem maiores estudos a respeito, e não me refiro ao Cristiano, mas de uma maneira geral.

      Cristiano me perguntou a minha opinião e se eu confirmava o que dissera acima, evidentemente.

      Ora, como não sou racista e tampouco alimento as diferenças, não tenho o direito de aventar que o meu povo, do qual faço parte, tenha esses defeitos graves, pois eu estaria me baseando por mim mesmo!

      Logo, se o meu coração nesses aspectos não tem culpa em cartório, os demais habitantes desse meu torrão natal também não são racistas e não alimentam as diferenças, pois são vítimas delas, mestre Bortolotto!

      Ora, aqueles que querem que adotemos esses mantras pilantras, mentirosos, enganadores, que somos isso ou aquilo, querem é se isentar de suas responsabilidades neste sentido, pois o único racista e preconceituoso e que alimenta as diferenças e cada vez mais são os governantes e os parlamentos!!!

      O povo vai de mal a pior para, ainda por cima, querer ser racista ou contra esse ou aquele, por favor!

      Mestre, outro abraço, forte e fraterno.
      Mais saúde e mais paz.

  14. Fugiu do Mensalão segundo disse porque tinha dores na coluna , agora quer voltar para preservar toda a gatunagem …. Vou de Bolsonaro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *