Se não for candidato, Luciano Huck será um cabo eleitoral fortíssimo e vai influir muito

Luciano Huck usa rosa e Angélica azul após fala polêmica de ministra

A TV Globo tirou Angélica do ar e Luciano Huck ficou furioso

Carlos Newton

O grande historiador britânico Kenneth Clark (1903+1983), que virou Cavaleiro e depois se tornou Lorde por decisões da Rainha Elizabeth, fez uma afirmação que ficou na História: “Civilização? Jamais encontrei uma. Mas tenho certeza de que saberei reconhecê-la, se alguma dia encontrar alguma”.  Realmente, a ignorância e a idiotice ainda reinam em nosso planeta, onde há apenas pequenos enclaves de civilização.

Um exemplo desse baixo nível político que predomina internacional é a performance de Luciano Huck, que tem dado mais um toque de excentricidade ao momento atual da política brasileira.

TRUMP E TIRIRICA – Para lançar uma eterna pré-candidatura que não se concretiza nunca, Huck se baseia no exemplo de Donald Trump, que também era apresentador de TV nos Estados Unidos e derrotou a poderosa Hillary Clinton em 2016.

Huck sabe que em qualquer lugar do mundo uma pessoa famosa sempre tem chance de ganhar eleição, porque a ignorância e a idiotice ainda predominam em todos países e aqui temos os exemplos de Tiririca, Clodovil, Bode Cheiroso, Agnaldo Timóteo, Moacir Franco, Sérgio Reis, Juruna, Frank Aguiar, Cacareco, Macaco Tião, é uma série inesgotável.

Além de apresentador, Huck também é ator e faz bem esse papel de pré-candidato, reúne-se com presidentes e líderes de partidos, passou a escrever artigos políticos em grandes jornais, só falta receber o Oscar de Coadjuvante ou Efeitos Especiais.

AUTOVALORIZAÇÃO – Na verdade, ele ainda não é candidato a nada. Conforme já explicamos aqui na coluna, antes da eleição de 2018, ele faz essa movimentação política para se valorizar junto à TV Globo, que está reduzindo os salários milionários de apresentadores, diretores, roteiristas, atores e jornalistas, daí as notícias sobre a saída de Faustão.

Desde 2018 Luciano Huck, que tem jeito de tucano, está se bicando com a Globo, que tirou a mulher dele do ar. Foi quando ele inventou esse papel de pré-candidato, desempenhou bem, a Globo se comprometeu a arranjar um programa para Angélica e ele se aquietou.

Mas o novo programa dela, *Simples Assim”, deu errado e derrubou a audiência, sendo deslocado para o Globoplay. Por coincidência, é claro, Luciano Huck voltou a ser pré-candidato, negociando simultaneamente com dois partidos – DEM e Cidadania.  

QUESTÃO DE AUDIÊNCIA – A maioria dessas notas políticas sobre Huck é plantada pelo próprio apresentador, por ser uma boa maneira de pressionar a TV Globo, que está reduzindo os salários das grandes e pequenas estrelas. Pode ser que dê certo e a Globo mantenha o salário dele, mas Angélica está na marca do pênalti, circunstância que dificulta a negociação.

O quadro é esse. Se Angélica perder o emprego e o salário de Huck for reduzido, como é o plano da Globo, pode ser que ele chute o balde e realmente saia candidato. De toda forma, ele é adorado pelo povão e até tem chances. Se disputar, vai tirar milhões de votos de Bolsonaro e destruir a reeleição.

###
P.S. –
Já se sabe, de antemão, que Huck jamais apoiará Bolsonaro. O suspense, diria Miguel Gustavo, é de matar o Hitchcock. E o mínimo que vai acontecer é Huck ser um cabo eleitoral fortíssimo e influenciar bastante a eleição. (C.N.)

25 thoughts on “Se não for candidato, Luciano Huck será um cabo eleitoral fortíssimo e vai influir muito

  1. Não me considero nenhum fanático, mas no momento político que impera na vida brasileira, não vejo ninguém com estatura moral e digna pra desbancar o Presidente Bolsonaro. Se não houver nenhum contratempo até 2022, ele se reelegerá tranquilamente. As figuras públicas que estão sempre na mídia e com certa frequências se dizem candidatos, não são páreo pra Bolsonaro. Que fique bem claro: se não surgir um nome de centro-direita, com penetração popular, dando continuidade ao combate à corrupção, e com propostas econômicas seguras e de interesse ao desenvolvimento do país, não conseguirá suplantar Bolsonaro.

    • Em que mundo você vive? Com esse nome deve estar da lua prá lá. Que estrutura moral, dignidade, continuidade ao combate a corrupção, economia e desenvolvimento do país essa coisa asquerosa, plantada na Presidência tem noção?

  2. O azar de Huck, Ciro, Moro, Dória, ´Alvaro Dias, Maia, entre outros e outras, é que eles correm na mesma faixa eleitoral de Bolsonaro, e o máximo que eles poderão conseguir é enfraquece em alguma medida o Bolsonaro, no primeiro turno, a exemplo do que já aconteceu em 2018. O fato é que o segmento dos mesmos, no espectro centro-direita encontra-se dominado por Bolsonaro porque ele conta com o seu próprio exército que tem demonstrado fidelidade canina a ele, não obstante a avalanche de erros já cometidos, exército esse formado basicamente pelo militarismo, o crentismo, o milicianismo e afins. Por outro lado, diga-se o mesmo pela suposta esquerda em relação a Lula que, a exemplo de Bolsonaro, não obstante tudo e todas as evidências, tb tem o seu fiel exército (CUT-MST-MTST-UNE e afins), que sempre estará com ele, até mesmo sob chuva de canivetes, que perfazem a categoria dos apaixonados pelos seus políticos de estimação, como canta a Banda Detonautas. Portanto, nesses segmentos, nomes por nomes, partidos por partidos, pela direita Bolsonaro, ou pupilo (PSL…), assim como Lula ou pupilo (PT…), pela esquerda, já estão no segundo turno, e o resto lhes servirá apenas como puxadinho e linha auxiliar a exemplo de 2018. E a única coisa que pode detonar ambos, Bolsonaro e Lula, inclusive no primeiro turno, por nocaute, é apenas o Projeto Novo e Alternativo de Política e de Nação, como propõe a RPL-PNBC-DD-ME, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso, o diferente e novo de verdade, que os lúcidos e indignados do Brasil inteiro, que não têm políticos de estimação, estão querendo desde Junho de 2013, e que tira votos, muitos votos, tanto do Bolsonaro quanto do Lula, fato que já poderia ter sido comprovado nas urnas eleições de 2014 e 2018, caso o PSOL não tivesse vetado a RPL-PNBC-DD-ME, quando ao invés de abraçar a Revolução redentora da política, do país e da população, não se sabe por que cargas d’água, deus as costas para Junho de 2013, e optou por servir como puxadinho do PT e linha auxiliar do lulopetismo contramão essa da qual foi parcialmente resgatado pela RPL-PNBC-DD-ME nas eleições de 2020, colocando-o na rota certa da vitória eleitoral, quando chegou ao segundo turno da eleição para a prefeitura de São Paulo, que só não venceu, porque na reta final o candidato do PSOL, por inexperiência, e influência errada do presidente do partido, infelizmente roeu a corda que o havia levado ao segundo turno, preferindo mostrar na TV partidos rejeitados pelo povo, ao invés de mostrar a RPL-PNBC-DD-ME que o havia conduzido até lá, até então por debaixo dos panos, com o candidato sem noção do que estava acontecendo e do jogo que estava sendo jogado, achando-se o dono da cocada ao velho estilo personalista e populista que caracterizam Lula e Bolsonaro, só no blá-blá-blá, sem projeto novo e alternativo de política e de nação..

  3. Caro Newton,

    Jamais a classe política brasileira, desde a Proclamação da República e lá se vão 131 anos, esteve tão desmoralizada, incompetente, corrupta, desonesta, mal intencionada, vadia, nociva e nefasta ao povo e Brasil quanto nos últimos 30 anos!

    Se continuarmos a depender de políticos para resolverem os graves e permanentes problemas nacionais e populares, continuaremos cada vez mais nesta destruição ética, moral e patrimonial do país e de nossos poderes constituídos, hoje sinônimos de estelionatos os mais diversos e exóticos.

    Bolsonaro deve ser o último engano nesse aspecto, de ser advindo do congresso, do antro de venais, então a tragédia de sua administração.

    Huck, candidato ou não, vai estremecer as estruturas políticas e eleitorais.
    Por mais que dizem que é inexperiente, aproveitador, incompetente, astro da Vênus Platinada, a verdade é que o apresentador é conhecido do povo, e tem boa recepção por onde anda neste país-continente.

    Vou mais além:
    Se Bolsonaro chegar ao segundo turno com Huck, o meu voto é para o animador de televisão, pois ele deverá ter outra mente, pensamentos diversos e distantes da mesmice parlamentar de agora e, sabe-se lá, se não desembainhar a espada contra a corrupção e estagnação econômica e política nacionais?!

    Agora, dupla invencível, a meu ver, seria com Moro na presidência e Huck como vice.
    Caras novas, ideias novas, comportamentos novos, políticas novas, e retorno da ética e moral porque expulsas que foram dos poderes constituídos nas últimas décadas.

    Abração.
    Saúde e paz.

  4. A globolixo está tão desmoralizada que qualquer candidato ligado à este lixão não tem a menor chance.

    Pode vir lata velha & cia. que Bolsonaro irá atropelar qualquer um.

    O calcinha apertada não ganha mais nem para governador, já se desmoralizou perante o eleitorado paulista. Sua lábia de mascate não cola mais.

  5. Carlos Newton, teu artigo mostra que no Brasil as coisas quase sempre funcionam ao contrário.

    Na Inglaterra, o “historiador britânico Kenneth Clark (1903+1983), que virou Cavaleiro e depois se tornou Lorde por decisões da Rainha Elizabeth,”.

    Aqui, na terra em que urubu voa de costas, um “cavalão” foi eleito presidente da República e, segundo exaustivamente noticiado, sucedendo a vários ladrões do dinheiro do povo, graças, sem a menor dúvida, a “ignorância e a idiotice” dos eleitores, em sua maior parte analfabetos ou analfabetos funcionais.

    Em razão desse contexto, sou obrigado a reconhecer que o voto obrigatório acompanhado do título de eleitor na mão dessa gente representam importante arma de destruição do país.

  6. Não vejo o Huck fazendo mais do que 4% de votos. Essa coisa de famosos sempre se elegerem é bobagem, os exemplos são mais exceções do que qualquer outra coisa, a maioria não dá em nada, mesmo quando se elegem é pra algum cargo de vereador ou deputado. Cargo majoritário? Duvido muito desse potencial do Huck, é o fato dele ser famoso conta contra nesse caso.

  7. “Globo-lixo”? “Lixo” é a Globo?
    Então me diga quais são os canais considerados “limpos. higiênicos, asseados”!…
    Por acaso é o SBT, a Band, Record, Rede TV, CNT, Rede Brasil, Gazeta ou um outro qualquer?

    Para mim, a maioria das programações destes canais é de conteúdo duvidoso, além de mal produzido, com algumas exceções.
    Portanto, não tenho nenhum compromisso ideológico para assistir a uma tv.
    Procuro qualidades técnica e artística.

    Mas o mundo está mudando e a Globo acompanha as mudanças.
    Falta pouco para que o Canal da Globo se transfira para outra faixa, juntando-se aos outros mais de 20 do conglomerado global, já existentes nos canais pagos.

    Para maiores detalhes, leia mais sobre streaming, Globoplay, Netflix, Spotify, canais de tv dos principais países do mundo.
    A nova tendência veio para ficar, queira ou não queira, e não depende de Bolsonaro.
    Simples assim.

  8. Não devemos esquecer que a Globo e seus programas estão com a audiência em queda livre por que a décadas não existe uma grande renovação na grade de programas da Globo.

    Com a divergência Globo vs Bolsonaro o publico ficou sabendo quanto este grupo recebia de isenções, benefícios fiscais, patrocínio via estatais, etc.

    Ontem, 25 de janeiro de 2021, saiu no Extra Globo, que o apresentador Fausto Silva, o Faustão, se despedirá do “Domingão do Faustão” em dezembro em 2021. A TV Globo confirmou na tarde desta segunda-feira, em nota, que o apresentador não vai renovar o contrato. A informação foi antecipada pelo blog do Lauro Jardim, do GLOBO. No próximo mês de março, o programa completa 32 anos no ar.
    https://extra.globo.com/tv-e-lazer/faustao-deixa-tv-globo-em-dezembro-agradece-emissora-24854393.html

    Meu ponto de vista é que o grande teste de sobrevivência da Globo vai ser a audiência do atual BBB, programa velho e sem grande renovação.

    Resumindo a povo cansou.

  9. Claro que Luciano não seria um grande estadista, mas não tenho dúvidas de que ele seria infinitamente melhor do que o atual excelência – ele e qualquer outro que não carregue antolhos.
    Vou reforçar a crítica: o atual não só me envergonha como cidadão brasileiro mas também como homo sapiens.

    Bonne journée!

  10. Caro amigo, Jared,

    Parabéns pelo comentário.
    Perfeita a tua contestação sobre o rótulo que tentam impingir à Rede Globo, de “globolixo”.

    Antes de Bolsonaro, o veículo de comunicação era orgulho para o país em qualidade de transmissão, e quantidade de programas premiados internacionalmente,
    Hoje é acusada de ser a causa de nossos problemas, menos o governo federal, parlamento e judiciário!

    Aplaudo o teu texto, Jared, e te acompanho plenamente nesta tua defesa a Globo, muito mais importante para o país que o transitório e deplorável presidente que elegemos, desgraçadamente!

    Abração.
    Saúde e paz.

  11. Ao novo Huuk proponho:ref. agraria,auditoria da divida interna e privatizações,implantacao do SUS com concurso publico,estatização bancaria e fim doteto de gastos.Se você é novo então assuma estas bandeiras .

  12. Caro Chicão,

    Sérgio Moro e Huck, como vice é uma dupla irresistível dentro das opção horripilantes que vemos.
    Se isso acontecer, não vamos esquecer do apoio da Globo que significa uma potência midiática indiscutível. Levaria o perfil dos candidatos do Oiapoque ao Chuí!

    Esse trio é imbatível!

    Além do mais não vejo ninguém que possa ser vice do Moro no momento.
    Uma chapa de moro com algum militar não vai ser possível porque apesar de termos alguns bons homens que ainda honram a farda, o bolsonaro destruiu a credibilidade das FFAA.

    Sabe de uma coisa? É melhor assim, que os militares continuem a ser militares, e só!

    Quanto ao Moro e Huck, podem sim deflagrar uma cruzada contra a ampla sacanagem que os três poderes nos proporciona, começando pela corrupção dos degenerados que nos representam.

    Se olharmos pro espectro político, não há nada de melhor no horizonte.

    Um forte abraço e muita saúde pra aturar toda esta insanidade que estamos vivendo.

    JL

  13. Caro amigo Espectro,

    A carência de nomes no Brasil para nos trazer calma e esperança advindas do Planalto, significam a nossa maior dificuldade no momento!

    Técnicos, profissionais liberais, empresários, advogados, professores … ninguém se candidata para ser presidente, haja vista o envolvimento político com a corrupção, acordos espúrios, e sujeição do executivo aos caprichos do parlamento e exigências do judiciário.

    Assim sendo, cai por terra a necessária “experiência”, pois de nada vale se a mesmice segue sólida e permanente ou, então, o sistema prevalece sobre os eleitos de sempre.

    Moro e Huck seriam caras novas, pessoas distantes da deletéria e deplorável política brasileira, homens honrados, que poderiam somar à reconstrução nacional.

    Problemas:
    Quem escolheriam para seus ministros?
    Vão garimpar no meio político, cuja orientação é toma lá, dá cá?
    Quem seriam os nomes chaves para o BC, Receita Federal, Ministério da Economia, do Desenvolvimento, da Saúde?!

    Que políticas adotariam para diminuir a violência?
    Iriam se preocupar com a Educação, hoje tão abandonada quanto sucateada, ultrapassada, e professores desprestigiados com vencimentos vergonhosos?!

    A verdade é quem for eleito no próximo pleito – não acredito que Bolsonaro vença! – terá imensas dificuldades para tirar o Brasil do atoleiro que se encontra, seguro não só pelo barro, mas pela lama produzida pelos poderes constituídos, que impedem o nosso desenvolvimento e progressos coletivos e pessoais!

    Indiscutivelmente, o próximo presidente deverá ser alguém dotado de muita capacidade, moral, ética, e ter a sua vida como exemplo de conduta.
    Ou assim, de modo a ter o respeito do cidadão e sua imprescindível colaboração ou o Brasil deixa de ter futuro, pois estaremos nos patamares de nações que perderam até mesmo as suas moedas, como Albânia, Islândia, e precisaremos nos adaptar mais ainda com a pobreza, miséria, desemprego e a fome!

    Abração.
    Saúde e paz.

    • Chicão, se diminuirem a corrupção em 90% e meterem os canalhas em cana, o brasil decola como um foguete.

      É o necessário pra sermos um país de meter medo em qualquer potência.

      Minha opinião será sempre a mesma, sem corrupção o brasil será sim, o país que assombrará o planeta.

      A corrupção nos destrói sem piedade!!

      Um forte abraço.
      JL

  14. KKK até a eleição vamos conhecer a vida inteira do apresentador narigudo. Não vai sobrar nem um só esqueleto escondido dentro do armário da mansão do cara. Se o cara tiver um passado sem mancha, aí pode influenciar alguma coisa, caso contrário vai mais atrapalhar do que ajudar, como fez o Pinóquio, não elegeu ninguém exceto o filho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *